Vendedor de espetinho é baleado após vender carne crua no Laço de Ouro em VG

0
441

Rafael Medeiros Da Redação

Na madrugada desta segunda-feira (28.05), um vendedor de espetinho de 57 anos quase foi morto após ser baleado enquanto trabalhava na Avenida Manoel Gomes, no Bairro Ponte Nova, em Várzea Grande. A tentativa de homicídio foi registrada depois que a vítima e um cliente tiveram um desentendimento, por causa de carne crua. Os tiros acertaram a região da boca e na mão direita do trabalhador.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o caso foi registrado às 4h, quando policiais foram acionados pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), de que nas proximidades da casa de festa Laço de Ouro tinha um homem baleado.

No local, os militares confirmaram o fato e foram informados que o funcionário do vendedor já tinha socorrido e encaminhado para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande.

Na unidade médica, a vítima contou que vendia espetinho quando o criminoso o ameaçou de morte na frente da casa de festa, e, minutos depois, voltou e disparou a arma em sua direção.

Rondas foram realizadas na região, mas nenhum suspeito de cometer o crime foi localizado pelos policiais.

O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.