Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TECNOLOGIA

Netflix e HBO pausam gravações após casos de Covid-19; veja as séries afetadas

Publicados

em


source
Bridgerton é uma das séries afetadas
Reprodução/Netflix

Bridgerton é uma das séries afetadas

De acordo com o site de notícias Slash Film , gravações de várias séries foram interrompidas por conta da detecção de casos de Covid-19 entre a equipe de produção. Desta vez, as filmagens do spin-off de Game of Thrones, House of the Dragon , além dos títulos da Netflix , Bridgerton  e Matilda, devem ficar suspensas – algumas por tempo indefinido.

House of the Dragon

As filmagens de House of the Dragon, spin-off prequel de Game of Thrones, foram suspensas no Reino Unido após a detecção de um caso de Covid-19 entre a equipe na “zona A”, onde ficavas membro do elenco.

Seguindo as regras estabelecidas pelo governo britânico, a produção do HBO foi paralizada por dois dias e tem previsão de retorno para quarta-feira (21). De acordo com o Slash Film, o membro da produção infectado está em isolamento, assim como todos aqueles que tiveram contato próximo com ele. House of the Dragon ainda não tem previsão de estreia.

Leia Também:  Nova inteligência artificial consegue ler toda a internet e aprender com ela

Bridgerton

Já a nova temporada de Bridgerton teve a segunda interrupção em uma semana em razão de casos de Covid-19 na equipe. O Slash Film afirma que, desta vez, as gravações devem ficar suspensas por tempo indefinido. 

Você viu?

Os membros do set com a doença estão isolados e os demais passam por novas testagens enquanto a produtora Shondaland decide uma data para o retorno das atividades. O primeiro caso havia sido noticiado na última sexta-feira (16) e, conforme informações, o indivíduo diagnosticado com o novo coronavírus foi colocado em isolamento, e toda a equipe da série passou por uma nova bateria de testes – o que levou a descoberta de mais pessoas com Covid-19.

A produção da segunda temporada de Bridgerton, que não irá contar com Regé-Jean Page , começou no último dia 2 de maio, em várias locações britânicas. Ainda não há data de estreia definida para os novos episódios.

Leia Também:  Netflix lança mais de 80 filmes e séries em dezembro; confira a lista

Matilda

Ainda de com o Slash Film , a Netflix interrompeu parcialmente a produção de sua adaptação de Matilda por conta de “um surto de Covid-19”. A série é baseada no musical inspirado no livro que, por sua vez, também foi base para o clássico filme de 1996 estrelado por Mara Wilson.

Conforme informações, membros da equipe “da primeira unidade” testaram positivo para a doença no último fim de semana, e as gravações devem sofrer um hiato de pelo menos 10 dias. No entanto, as filmagens da segunda unidade, que não conta com o elenco principal, vão continuar seguindo o cronograma estabelecido.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Seguindo tradição, chegada do iPhone 13 às lojas tem filas e aplausos a clientes

Publicados

em


source
Início das vendas do iPhone 13 em Londres
Divulgação/Apple

Início das vendas do iPhone 13 em Londres

A linha iPhone 13 e os novos iPad e iPad Mini chegaram oficialmente às lojas da Apple em várias localidades do mundo nesta sexta-feira (24). Como tradicionalmente, as Apple Stores registraram filas de clientes e os primeiros compradores foram aplaudidos pelos funcionários da empresa.

iPhone 13, iPhone 13 Mini, iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max  foram lançados na semana passada e estavam em pré-venda desde a última sexta-feira (17). Foi somente hoje, porém, que os dispositivos chegaram às lojas físicas dos Estados Unidos, Austrália, Canadá, China, Alemanha, Índia, Japão, Reino Unido e mais 30 países e regiões. Por enquanto, os modelos não têm data para chegarem ao Brasil.

A Apple divulgou fotos de sua loja oficial em Londres, no Reino Unido, e em Pequim, na China. Em ambas, é possível ver filas, clientes sendo aplaudidos e adquirindo seus novos iPhone 13. Confira:

Mesmo sem data para chegar ao Brasil, os preços oficiais da linha iPhone 13 no país já foram divulgados pela Apple. Por aqui, o modelo mais caro, o  iPhone 13 Pro Max com 1TB de armazenamento, sai por R$ 15,5 mil –  o valor é o mais alto praticado em um smartphone no país.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA