Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PARCERIA

Google negocia com TikTok e Instagram para mostrar vídeos curtos na busca

Publicados

em

O Google está em negociações com a empresa chinesa ByteDance, dona do TikTok, e com o Facebook, dono do Instagram, para trazer vídeos curtos das redes sociais para o seu buscador, de acordo com informações relatadas pelo The Information.

A ideia da gigante de tecnologia é fazer um acordo com as plataformas de mídias sociais para que os vídeos curtos possam ser indexados como resultados a pesquisas na busca.

Atualmente, as respostas para as buscas no Google mostram apenas vídeos presentes em outras plataformas, como o YouTube.

“Ajudamos os sites a tornar seu conteúdo detectável e se beneficiar de sua localização no Google, e eles podem escolher como ou se seu conteúdo aparecerá na pesquisa”, disse um porta-voz da empresa ao The Information.

Desde dezembro passado, o  Google vem testando mostrar vídeos do TikTok  e do Instagram nos resultados da busca. Se a negociação der certo, é possível que esse recurso chegue a todos os usuários.

Leia Também:  Facebook lança app que paga usuários por opiniões no Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Google será multado na Rússia em até R$ 1,3 bilhão por não remover conteúdo

Publicados

em


source
Google será multado
Unsplash/Kai Wenzel

Google será multado

A Rússia afirmou nesta terça-feira (19) que vai multar o Google em até 20% do faturamento local da empresa por não ter excluído conteúdo considerado ilegal pelo governo. As informações são da Reuters.

A agência reguladora da Rússia disse que o Google não pagou multas cobradas neste ano e que, agora, o valor buscado é entre 5% e 20% do faturamento do Google no país. Isso significa que a punição pode chegar a aproximadamente R$ 1,3 bilhão.

Recentemente, o governo russo tem aumentado a pressão sobre gigantes de tecnologia, buscando maior controle sobre a internet no país.  A velocidade de transmissão de dados do Twitter está reduzida desde março, e multas a big techs são frequentes.

Frequentemente, a Rússia solicita a remoção de conteúdos que considera proibidos para as redes sociais. Enqaunto o governo multa as empresas por não obedecerem, em alguns casos Apple e Google chegaram a ser criticados pela oposição por ceder ao governo local.

Leia Também:  Covid-19: Brasil registra 266 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA