Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TECNOLOGIA

Facebook permite exportar seus posts para Google Docs e WordPress

Publicados

em


source

Tecnoblog

Facebook libera novo recurso
Unsplash/NeONBRAND

Facebook libera novo recurso



Você já podia baixar todos os posts que publicou no Facebook ; agora, a rede social permite transferir esse conteúdo diretamente para serviços de terceiros. É possível migrar as publicações para o Google Docs e para o WordPress graças a uma integração lançada nesta segunda-feira (19). Explicamos a seguir como esse backup funciona.

Você viu?

A exportação faz parte do DTP (Data Transfer Project), projeto lançado em 2018 com apoio do Facebook , Apple , Google , Microsoft e Twitter para facilitar a transferência de dados entre serviços online. Graças a essa iniciativa, você consegue baixar suas fotos e vídeos para o Google Fotos e Dropbox .

Agora, o Facebook também permite que você coloque seus posts e suas anotações no Google Docs. Não dá para escolher as publicações: é tudo ou nada. E você precisará conceder duas permissões ao Facebook em sua conta Google:

  • ver, editar, criar e excluir apenas os arquivos do Google Drive que você usa com este app;
  • ver, criar e editar todos os arquivos do Documentos Google a que você tem acesso.
Leia Também:  Google sofre maior processo antitruste dos últimos 20 anos nos EUA; entenda

Esse acesso parece um pouco amplo: o Facebook precisa mesmo ter acesso a todos os documentos de texto que estão na minha conta? Pelo menos, ele não poderá ver outros tipos de arquivo que você guarda no Google Drive.

Feito o backup, seus arquivos ficarão em uma nova pasta chamada “Transferred Docs [data e hora]”. Cada documento tem o nome “Facebook Post: [data e hora]”. Eu uso a rede social em português, mas os títulos ficaram em inglês mesmo.

A migração tenta ao máximo preservar links, imagens e vídeos presentes nos posts, mas não consegue lidar com alguns itens mais complexos, tal como GIFs animados (só mostra o primeiro quadro) e enquetes (só aparece a pergunta que você fez, não as opções nem os resultados).

Como fazer backup de posts do Facebook no Google

Em meu teste, o processo foi bem fácil. Estes são os passos que você deve seguir:

  1. visite o site facebook.com/dtp e confirme sua senha;
    • você também pode seguir o caminho Configurações e Privacidade > Configurações > Suas informações no Facebook > Transfira uma cópia das suas informações.
  2. na página Transfira uma cópia das suas informações , selecione a opção Posts ;
  3. na seção Escolha o destino , selecione a opção Google Docs e clique em Avançar ;
  4. na página que se abre, faça login com sua conta do Google ;
  5. o Facebook pedirá acesso para colocar os arquivos no seu Google Drive, então clique em Permitir ;
  6. aguarde alguns minutos enquanto seus posts são transferidos.
Leia Também:  Google Maps vai vender passagem de ônibus e metrô em 80 cidades

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Apple barrou quase 2 milhões de aplicativos perigosos em 2020

Publicados

em


source
Apple barrou aplicativos fraudulentos
Unsplash/Mihai Moisa

Apple barrou aplicativos fraudulentos

A Apple barrou quase dois milhões de aplicativos da App Store durante o ano de 2020, de acordo com estatísticas divulgadas pela própria empresa. Além disso, cerca de US$ 1,5 bilhão em pagamentos possivelmente fraudulentos foram impedidos. Esse tipo de divulgação é inédita para a gigante de tecnologia.

O número exato de aplicativos bloqueados ao longo do ano não foi revelado, mas a Apple afirma que “quase um milhão” de novos apps e “quase um milhão” de atualizações em apps já existentes foram rejeitados. Destes, 215 mil realizavam alguma violação de privacidade , 48 mil tinham “funções ocultas”, 150 mil eram clones de outros aplicativos e 95 mil tentaram adicionar recursos maliciosos depois de ganhar a confiança dos usuários.

Esta é a primeira vez que a Apple divulga abertamente estes dados. Embora não tenha citado isso em seu relatório, é possível que a  disputa judicial com a Epic Games tenha motivado a companhia a aumentar a transparência da App Store .

Leia Também:  Primeiro dobrável da Xiaomi vende mais de 30 mil unidades em um minuto

No processo, a Epic Games mostrou um documento que revela que a Apple soube de mais de 128 milhões de usuários que instalaram aplicativos com comportamento oculto em 2015. No documento público deste ano, a gigante de tecnologia reconheceu que é impossível detectar todos os problemas.

No relatório, a Apple ainda informou que sua loja de aplicativos impediu, em 2020, o uso de três milhões de cartões de créditos roubados, bloqueou um milhão de contas e barrou transferências “potencialmente fraudulentas” que somam US$ 1,5 bilhão.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA