Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TECNOLOGIA

É impostor! Jogo imita Among Us no Facebook e é ejetado

Publicados

em


source

Olhar Digital

Among Us
Reprodução

Among Us ganha fake no Facebook

Os rumores de que o jogo do momento Among Us estaria disponível no Facebook animou muitos usuários. No entanto, assim como acontece com alguns jogadores, a presença do game na rede social é uma mentira: se trata apenas de um software impostor que não foi criado pela InnerSloth, desenvolvedora oficial do título para outras plataformas.

Apesar de impostor, o game que invadiu o Facebook já tinha cerca de 585 mil jogadores simultâneos na última segunda-feira (26). Não era para menos: a miniatura do título falso era idêntico ao ícone do verdadeiro Among Us , da InnerSloth. Contudo, o jogo em si não tinha relação nenhuma com o game que todos estão acostumados, a não ser pelos característicos personagens vestidos de pequenos astronautas.

Leia Também:  Facebook de cara nova: Rede social ganha nova interface definitiva

Não se sabe quem fez o upload do game impostor no Facebook Gaming , plataforma do Facebook para streaming de jogos, mas usuários da rede social em outros países alegaram estarem jogando, de fato, Among Us. Com a promessa de fornecer games aos usuários sem que seja necessário o download dos títulos, o Facebook Gaming tenta viabilizar o processamento mais rápido dos jogos disponíveis.

Quando percebeu a falsa autoria do Among Us presente em sua plataforma, o Facebook logo tratou de acabar com a graça do game impostor. “Desativamos o jogo da plataforma do Facebook Gaming por violar nossas políticas, que não permitem jogos cujo único propósito seja imitar, copiar ou se passar por outros”, comunicou a rede social.

O Among Us de mentira era um jogo estilo quebra-cabeça , no qual os jogadores precisavam alcançar itens e ultrapassar armadilhas para poderem avançar de fase. Estacas no teto e espinhos no chão matavam os usuários e, para sobreviver, você poderia utilizar, como defesa, os cadáveres ensanguentados espalhados no decorrer do game.

Leia Também:  Como acompanhar a apuração das Eleições 2020

Os movimentos eram guiados por setas apontadas para a direita, para a esquerda e para cima.Segundo relatos, o jogo possuía muitos travamentos e era infestado de anúncios obrigatórios. Pronto, ejetado do Facebook .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Procon de SP vai exigir que Apple forneça carregador para iPhones

Publicados

em

O  Procon-SP irá exigir a disponibilização do carregador do iPhone caso o consumidor solicite. A nova manifestação do órgão surge semanas após a notificação enviada à Apple em outubro , que solicitou explicações por vender o iPhone 11, XR e SE sem o adaptador de tomada na caixa, pouco antes do lançamento do iPhone 12 no país.

O comunicado desta quarta-feira (2) abre um novo episódio à ação da fundação devido à remoção do carregador das caixas dos celulares. Em resposta ao órgão paulista, a companhia afirmou que a alteração teve como objetivo a redução da emissão de carbono e lixo eletrônico, pois, em geral, os consumidores já possuem o adaptador de tomada em casa e não utilizam os acessórios novos que acompanham o smartphone.

Ainda assim, o Procon-SP irá exigir a disponibilização do adaptador de tomada aos clientes. “É incoerente fazer a venda do aparelho desacompanhado do carregador, sem rever o valor do produto e sem apresentar um plano de recolhimento dos aparelhos antigos, reciclagem etc”, disse Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP. “Os carregadores deverão ser disponibilizados para os consumidores que pedirem”.

Leia Também:  Among Us: veja as dicas para descobrir o impostor no jogo do momento

Em nota, o órgão paulista observa que o equipamento é “essencial para o uso do produto” e é esperado pelo consumidor durante a compra do celular. Ainda segundo o Procon-SP, a Apple não esclareceu se o uso de carregadores antigos ou de terceiros podem comprometer a recarga, a “segurança do procedimento” e a garantia, assim como não informou ao consumidor sobre a alteração e não demonstrou o ganho ambiental devido à remoção.

“A conduta da Apple será analisada pela diretoria de fiscalização e, caso sejam constatadas infrações à lei, poderá ser multada conforme prevê o Código de Proteção e Defesa do Consumidor”, afirmou o órgão. A empresa também foi notificada pela Senacon.

Procurada pelo Tecnoblog , a Apple não se manifestou sobre o assunto.

Apple passa a vender iPhones sem carregador

Em outubro, além de apresentar o novo iPhone 12, a Apple também anunciou que não venderia mais celulares com o carregador e fones de ouvido na caixa. A alteração, no entanto, afetou não somente a nova linha de smartphones da marca, como, também, o iPhone 11, XR e SE.

Segundo a Apple, a remoção acontece para preservar o meio ambiente, ao reduzir a emissão de lixo eletrônico. No lugar, a companhia sugeriu os usuários a utilizarem seus acessórios antigos, incluindo o cabo Lightning, que ainda acompanha os smartphones na embalagem. Caso não possua em casa, o consumidor terá comprá-los separadamente.

Leia Também:  PF já descobriu hacker que atingiu STJ, diz Bolsonaro; entenda detalhes do caso

Com informações: Procon-SP

Procon-SP vai exigir que Apple forneça carregador para iPhones

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA