Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TECNOLOGIA

Apple estaria “vazando” informações falsas para combater fontes de rumores

Publicados

em


source

Tecnoblog

Apple cria esquema para impedir vazamentos
Unsplash/Mihai Moisa

Apple cria esquema para impedir vazamentos

Os vazamentos de informações sobre eventos e produtos no mercado de tecnologia é uma constante preocupação para todas as fabricantes. Por isso, a Apple estaria realizando um novo esforço para reprimir a atividade dos chamados “leakers” , divulgando estrategicamente informações falsas sobre lançamentos e eventos para identificar funcionários possivelmente responsáveis por rumores.

Informações falsas identificam leakers

A informação vem do site especializado Apple Insider , que lembra que, por mais que a empresa nunca tenha confirmado nenhuma ação do tipo, em março de 2021 os principais leakers dedicados a produtos da fabricante estavam errados sobre um evento que estava por vir.

Ao semear estrategicamente informações falsas sobre produtos e eventos, a Apple abala a credibilidade dos leakers, enquanto se aproxima das fontes dos vazamentos. A empresa poderia estar pondo novamente em prática a estratégia em conjunto com sua mais recente investida contra a obtenção ilegal de hardware e informações.

Você viu?

Apple está tomando ações legais contra vazamentos

A empresa americana enviou mais uma carta de cessar e desistir para um leaker chinês envolvido em um esquema ilegal de venda de protótipos de iPhones nas redes sociais. Trata-se de uma intimação que pode resultar na abertura de um processo na justiça caso o indivíduo não interrompa as atividades descritas.

Leia Também:  Google muda Busca para priorizar informações oficiais sobre Covid-19

A carta foi enviada em meados de junho pelo escritório de advocacia Fangda Partners, que atua na China a serviço da Apple. O documento foi obtido pelo Motherboard , que revelou nesta quarta-feira (28) que a empresa exige que o leaker revele suas fontes, pare suas atividades, e coopere com a investigação, ou levará o caso à justiça.

“Por meio de investigação, a Apple obteve evidências relevantes sobre a divulgação não autorizada de produtos inéditos e rumores da Apple”, diz a carta. “Sua infração intencional se manifesta especificamente como: divulgação de informações não publicadas sobre os novos produtos da Apple por meio de plataformas de mídia social, incluindo, mas não se limitando, ao design e desempenho desses novos produtos.”

Em junho, outras duas cartas foram enviadas a conhecidos leakers chineses, também os intimando a interromper suas atividades de divulgação de informações confidenciais. Porém, o maior esforço da Apple está em encontrar as fontes desses vazamentos, que geralmente são funcionários da própria empresa, trabalhadores de fábricas e designers que roubam desde informações privilegiadas até produtos, protótipos e peças.

Leia Também:  Apple oferece tratamento preferencial para Zoom e mais apps de iOS

Para a Apple, esse problema não afeta apenas sua estratégia de marketing. Existe um mercado paralelo de compra e venda desses vazamentos no mercado negro, principalmente dedicado a desmantelar aparelhos e software para encontrar brechas de segurança nos produtos e revelar seus segredos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Leilão do 5G já tem data para acontecer; confira

Publicados

em


source
5G
Justin Tallis/Divulgação

5G

Quando a primeira versão do edital do 5G foi apresentada, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) alegou que não havia tempo hábil para as mudanças, ainda. Agora dos cinco conselheiros do órgão, três já votaram a favor do leilão acontecer no dia 4 de novembro.

A informação é do colunista Lauro Jardim, que diz ainda que o Ministério das Comunicações receberá propostas de interessados até o dia 28 de outubro. 

A reunião da Anatel acontece neste momento e transcorre para firmar a data do novo padrão de tecnologias da rede banda larga. A expectativa é que o certame movimente R$ 44 bilhões.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Apple bane aplicativo que promovia festas secretas durante a pandemia
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA