Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PANDEMIA

Governo abre mais 15 leitos de UTI em Rondonópolis e Alta Floresta

Publicados

em

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), pactuou novos 15 leitos de UTI adulto em Mato Grosso, sendo 5 leitos na Santa Casa de Rondonópolis e outros 10 no Hospital e Maternidade Santa Rita em Alta Floresta. A ampliação foi possível por meio da parceria entre o Estado e as prefeituras dos dois municípios.

Os 15 leitos entraram em funcionamento neste sábado (22.08) com o custeio exclusivo da gestão estadual, no valor mensal de R$ 2.000,00 a diária, até que os leitos sejam habilitados pelo Ministério da Saúde e passem a receber recursos também da União.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, os novos leitos são destinados ao atendimento de pacientes com a Covid-19. O incremento estava previsto no plano estratégico do Governo, que visa auxiliar os municípios na ampliação de leitos hospitalares para o combate ao coronavírus, de forma a não sobrecarregar a rede hospitalar.

“O Governo de Mato Grosso trabalha em parceria com as prefeituras para viabilizar, de forma célere e efetiva, novos leitos de UTI em todo o Estado. Essa ação disponibiliza a assistência hospitalar em pontos estratégicos e facilita o acesso a um leito de Terapia Intensiva pelo SUS. Hoje, já são mais de 400 leitos públicos de UTI disponíveis para o tratamento do coronavírus em âmbito estadual”, disse o gestor.

Leia Também:  Prefeitura já atendeu mais de 6 mil alunos no programa que busca qualidade de vida

A secretária Executiva de Saúde, Danielle Carmona, enfatiza que, com mais esse incremento na área da saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso passa a contar com 419 leitos de UTI para pacientes com a Covid-19.

“Cada novo leito assegura a estabilidade da estrutura hospitalar para o enfrentamento da pandemia, proporcionando o atendimento da população dentro do próprio Estado, sem precisar transferir pacientes para outras unidades da federação”, concluiu.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Pfizer: 1 milhão de doses da vacina serão distribuídas em maio

Publicados

em

O Ministério da Saúde anunciou  que enviará a estados e municípios 1 milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 no mês de maio. Serão distribuídas inicialmente 500 mil doses no início do mês para a primeira dose. Uma semana depois, será encaminhada nova remessa com mais 500 mil doses.

Semana passada, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, divulgou que a Pfizer vai adiantar a entrega de 2 milhões de doses do imunizante para o Brasil no primeiro semestre. O governo brasileiro tem um contrato com a farmacêutica para a entrega de 100 milhões de doses até o final de 2021. Segundo Queiroga, estão garantidas 15,5 milhões de doses da vacina da Pfizer para os meses de abril, maio e junho.

A orientação do Ministério da Saúde é que as secretarias estaduais de saúde priorizem cidades com câmaras refrigeradas. Isso porque a vacina da Pfizer/BioNTech demanda temperaturas especiais de armazenamento.

Em condições normais, ela deve ser guardada em um ambiente de -90º à -60º. A Anvisa permitiu uma flexibilização desse patamar, autorizando de – 25º à -15º. Contudo, essa condição só pode ocorrer por até 14 dias.

Leia Também:  Encontro em Rondonópolis discute jornada de trabalho pós-reforma trabalhista

Uma vez retiradas dos refrigeradores e colocadas na rede de frio nacional, cuja conservação é de temperaturas de 2 graus Celsius a 8 graus Celsius, as equipes de saúde têm até cinco dias para fazer a aplicação sem risco de prejudicar a eficácia do imunizante.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA