Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CENTRO DE TRIAGEM

“Eu precisava tirar essa dúvida que já estava se tornando uma preocupação”, relata idosa

Publicados

em

A suspeita de ter sido infectada pelo novo coronavírus fez com que a dona de casa Maria Betânia de Morais, de 67 anos, saísse do bairro Mapim, em Várzea Grande, para buscar atendimento no Centro de Triagem Covid-19.

Dona Maria decidiu buscar o diagnóstico após sua mãe, de 90 anos, testar positivo para a doença, precisando assim de ainda mais cuidados durante o período de isolamento social.

“Senti medo, achei que tinha sido contaminada com o novo coronavírus, mas eu precisava cuidar da minha mãe. Minha filha também ajudava nos cuidados, não era sempre que eu estava presente, mas minha mãe precisa de atenção especial”, explicou.

Durante 20 dias, a mãe de dona Maria Betânia ficou em isolamento social, não apresentou quadro agravante e foi curada da Covid-19. Além da mãe, o pai de 80 anos também foi contaminado, mas não apresentou sintomas e encontra-se curado.

Felizmente, o resultado do teste de dona Maria deu negativo. Ela recebeu a notícia com alívio. “Eu precisava tirar essa dúvida que já estava se tornando uma grande preocupação. E isso só foi possível graças ao Centro de Triagem, onde fui muito bem atendida. Graças a Deus não fui contaminada”, agradece.

Leia Também:  Covid-19: campanha é lançada para valorizar profissionais de saúde

Com o resultado em mãos, ela disse que continua seguindo as recomendações básicas de higienização das mãos, uso de álcool em gel e sempre usa máscara quando precisa sair de casa.

Vale ressaltar que pessoas acima de 60 anos são mais vulneráveis ao coronavírus. Além disso, quem possui doenças crônicas como diabetes, hipertensão, asma faz parte do grupo de risco, pois essas comorbidades podem causar complicações.

Dados gerais de atendimentos

O Centro de Triagem Covid-19 atendeu até terça-feira (25.08) um total de 21.229 pacientes.  Desse total, 3.992 testaram positivo10.273 exames foram negativos e 6.964 foram considerados suspeitos para o novo coronavírus.

Para realizar o tratamento precoce, a farmácia da unidade entregou 10.956 kits de medicamentos aos pacientes. Esses medicamentos foram receitados após realização de consulta com os médicos que atuam na unidade.

O local conta com uma equipe de 20 médicos, oferece uma estrutura para realização de testagem rápida para o novo coronavírus, realização de exame com uso do aparelho de tomografia e entrega de medicamento para o tratamento precoce da doença, após consulta com prescrição médica.

Leia Também:  'Achei que estava inválido', diz Leonardo em live após 30 dias sem gozar

Para casos graves do coronavírus, as referências continuam sendo as unidades da Atenção Primária, que regulam pacientes para os Hospitais de Referência no tratamento da Covid-19.

Como funciona o Centro de Triagem

O atendimento no Centro de Triagem funciona de segunda-feira a domingo, das 7h às 17h. São entregues até 800 senhas por dia, sendo 500 emitidas pela internet, pelo site triagem.mt.gov.br, e 300 senhas presenciais, entregues no local, das 6h às 6h45.

É obrigatório o uso de máscaras de proteção e as equipes do Corpo de Bombeiros monitoram o local para garantir a organização do espaço durante a entrega das senhas.

O Centro de Triagem na Arena Pantanal fica localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Brasil bate a marca de 100 milhões de pessoas vacinadas

Publicados

em

O Brasil chegou a 100 milhões de pessoas imunizadas ao menos com a primeira dose da vacina contra a covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 62% da população já recebeu ao menos uma dose. “Estamos cada vez mais próximos de chegar na nossa meta: até setembro, 100% dos adultos estarão vacinados com a primeira dose. E, até o final do ano, todos estarão imunizados”, afirmou o ministério, em nota à imprensa.

Ao mesmo tempo, o governo tem alertado a população sobre a importância da segunda dose. O ministério lançou no início de julho uma campanha para incentivar as pessoas que já tomaram a primeira dose a procurarem os postos de saúde para completar o esquema vacinal.

Nas redes sociais, o ministério ressalta a importância de se vacinar: “Quando chegar a sua vez, vacine já!!”

O chefe da pasta, ministro Marcelo Queiroga defendeu que governo federal, estados e municípios devem reforçar a comunicação para estimular a procura das pessoas que já tomaram a primeira dose para que completem o ciclo dentro do prazo previsto. Em evento em Presidente Prudente (SP), no início da tarde de hoje (31), Queiroga destacou o avanço da vacinação contra covid-19 no país, e afirmou sua expectativa de cumprir a meta de vacinar todos os brasileiros acima de 18 anos até setembro.

Leia Também:  Fiocruz prevê entrega de vacinas com insumo nacional em setembro

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA