Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CRONOGRAMA

Estados e municípios criam páginas com dados diários da vacinação

Publicados

em

A vacinação contra a covid-19 teve início há pouco mais de um mês e para auxiliar no acompanhamento do número de pessoas vacinadas, os governos estaduais e municipais passaram a divulgar um “vacinômetro”.

A página é uma espécie de banco de dados que registra, entre outras informações a quantidade de quem já tomou algum tipo de imunizante contra a doença, locais de vacinação e os grupos que estão sendo vacinados.Também é possível obter as informações por município.

O Ministério da Saúde disponibiliza também uma ferramenta com informações sobre o registro das doses aplicadas da vacina. Os dados sobre as coberturas vacinais podem ser acessados por meio de um painel on-line, no LocalizaSUS (https://localizasus.saude.gov.br/).

O cidadão pode acompanhar, pela internet, o panorama de aplicação das vacinas por estado e nas capitais. Em alguns casos, entretanto, as informações não estão atualizadas.

Acre (AC) – Na página (http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio) é possível ter acesso ao boletim do governo com dados sobre a campanha de vacinação.

Rio Branco – Na página (http://portalcovid.riobranco.ac.gov.br/) possível ter acesso ao boletim da prefeitura com dados sobre a campanha de vacinação.

Alagoas (AL) -(http://www.alagoascontraocoronavirus.al.gov.br/)

Maceió – A prefeitura não disponibiliza um vacinômetro.

Amapá (AP) – (http://painel.corona.ap.gov.br/vacina/#)

Macapá – (http://vacinometro.macapa.ap.gov.br/)

Amazonas (AM) – O estado disponibiliza as informações sobre a vacinação na página (http://www.fvs.am.gov.br/transparenciacovid19_vacinas).

Manaus – A prefeitura criou um vacinômetro para divulgar o número de pessoas vacinadas (https://vacinometro.manaus.am.gov.br/view/index.php)

Bahia (BA) – No estado, é possível acompanhar as informações sobre a vacinação na página (https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/

Salvador – A capital também tem um portal onde é possível acompanhar a quantidade de pessoas vacinadas. (https://vacinacovid.saude.salvador.ba.gov.br/)

Leia Também:  Projeto evita cobrança de taxas de cartório para casamento de pessoas de baixa renda

Ceará (CE) – O vacinômetro está disponível na página (https://www.saude.ce.gov.br/vacinometro-covid-19/).

Fortaleza – Na capital, o vacinômetro pode ser acessado na página (https://transparencia.fortaleza.ce.gov.br/#/covid/vacinometro).

Distrito Federal (DF) – O vacinômetro do DF está disponível na página (http://www.saude.df.gov.br/vacinometro/)

Espírito Santo (ES) – O vacinômetro está disponível na página (https://coronavirus.es.gov.br/painel-vacinacao)

Vitória – (https://www.vitoria.es.gov.br/vacinometro)

Goiás (GO) – Na página (https://www.saude.go.gov.br/coronavirus/noticias-coronavirus/12350-atualizacao-sobre-a-covid-19-em-goias-e-doses-da-vacina-ja-aplicadas-31-01-2021) é possível obter informações sobre a vacinação o estado.

Goiânia – a capital não dispõe de uma página com dados sobre vacinação.

Maranhão (MA) – O vacinômetro está disponível na página (https://painel-covid19.saude.ma.gov.br/vacinas)

São Luís – Na página (http://covid19.saoluis.ma.gov.br/) é possível acessar os dados sobre a vacinação na capital.

Mato Grosso (MT) – O estado não possui um vacinômetro com informações sobre as doses já aplicadas.

Cuiabá – (https://vacina.cuiaba.mt.gov.br/)

Mato Grosso do Sul (MS) – O vacinômetro pode ser acessado pela página (https://www.saude.ms.gov.br/e-vacine/)

Campo Grande – A prefeitura não dispõe de uma página com informações sobre a vacinação.

Minas Gerais (MG) – O vacinômetro está disponível na página https://coronavirus.saude.mg.gov.br/vacinometro

Belo Horizonte- (https://prefeitura.pbh.gov.br/campanha-de-vacinacao-contra-covid-19)

Pará (PA) – O vacinômetro pode ser acessado na página http://www.saude.pa.gov.br/vacinometro/

Belém – A prefeitura não dispõe de uma página com informações sobre a vacinação.

Paraíba (PB) – O vacinômetro pode ser acessado aqui (https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/painel-de-vacinacao)

João Pessoa – (https://transparencia.joaopessoa.pb.gov.br/#/covid-vacinacao/vacinometro)

Paraná (PR) – O estado não disponibiliza um vacinômetro para acompanhar a evolução da vacinação. Informações sobre a vacinação podem ser obtidas na página https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/painel-de-vacinacao

Curitiba – A prefeitura não possui uma página com dados sobre a vacinação contra a covid-19.

Pernambuco (PE) – O governo do estado não disponibiliza um vacinômetro para acompanhar a evolução da vacinação.

Leia Também:  Governo do Estado inicia avaliações ambulatoriais para captação de doação de rim

Recife –  https://conectarecife.recife.pe.gov.br/vacinometro/

Piauí (PI) – O vacinômetro pode ser acessado aqui (http://coronavirus.pi.gov.br/)

Teresina – A prefeitura disponibiliza a página (https://metabase.fms.pmt.pi.gov.br/public/dashboard/6602cab6-61ce-4113-a857-f41e795cb230) com dados sobre a vacinação.

Rio de Janeiro (RJ) – O vacinômetro pode ser acessado aqui (https://vacinacaocovid19.saude.rj.gov.br/vacinometro)

Rio de Janeiro – https://web2.smsrio.org/covid/dashboard/#/vacinas

Rio Grande do Norte (RN) – O estado possui uma página, a RN + Vacina (https://rnmaisvacina.lais.ufrn.br/cidadao/). A página também é uma espécie de cartão de vacinas virtual, onde é possível monitorar as doses aplicadas.

Natal – (https://coronavirus.natal.rn.gov.br/)

Rio Grande do Sul (RS) – O vacinômetro está disponível aqui  https://vacina.saude.rs.gov.br/

Porto Alegre – o vacinômetro pode ser acesso aqui https://datastudio.google.com/embed/u/0/reporting/df0da4e7-787c-423f-bc08-d4c5a8a2ff2e/page/NnVxB

Rondônia (RO) – O vacinômetro está disponível na página https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina?IdCidade=Porto+Velho&DataTables_Table_0_length=10

Porto Velho – O vacinômetro (https://transparencia.portovelho.ro.gov.br/covid19/vacinometrosaude) do município registra apenas as vacinas aplicadas nos profissionais de saúde.

Roraima (RR) – O vacinômetro com informações sobre a aplicação das doses do imunizante pode ser acessado aqui (https://datastudio.google.com/reporting/f88d2e34-eeb8-4537-9a69-b3decd83e481/page/g261B)

Santa Catarina (SC) – O portal (https://www.coronavirus.sc.gov.br/vacinacao/) traz informações sobre a vacinação no Estado.

Florianópolis –  https://covidometrofloripa.com.br/

São Paulo (SP) – O governo do estado (https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2021-01/covid-19-governo-de-sao-paulo-lanca-vacinometro) tem um vacinômetro que pode ser acessado aqui (https://www.saopaulo.sp.gov.br/)

São Paulo – a capital não dispõe de um vacinômetro, mas tem uma página onde é possível realizar o agendamento para receber o imunizante (https://vacinaja.sp.gov.br/).

Sergipe (SE) – O dados sobre vacinação no estado podem ser obtidos acessando a página (https://todoscontraocorona.net.br/).

Aracaju – o município não possui um vacinômetro.

Tocantins (TO) – No estado, os dados sobre vacinação podem ser acessados aqui (http://integra.saude.to.gov.br/covid19/Vacinometro)

Palmas – O município não possui um vacinômetro.

Edição: Aécio Amado

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Reino Unido identifica seis casos da variante de Manaus do coronavírus

Publicados

em

Seis casos da variante do novo coronavírus identificada na cidade de Manaus, no Amazonas, foram detectados pela primeira vez no Reino Unido, disseram autoridades de saúde inglesas neste domingo (28).

Três casos foram identificados na Inglaterra e outros três, na Escócia.

O risco para a comunidade em geral é considerado baixo, mas, como precaução, as autoridades que investigam os casos ingleses estão agindo rapidamente para implantar testes em massa e aumentar o sequenciamento de amostras positivas de coronavírus da área, disse a Public Health England (PHE), agência do Departamento de Saúde do Reino Unido.

Dois dos três casos encontrados na Inglaterra eram de uma família na área de South Gloucestershire que tinha um histórico de viagens ao Brasil. Há um terceiro caso, atualmente não vinculado, disse a PHE.

Os casos escoceses não estavam ligados aos da Inglaterra.

Variante

A variante P.1 detectada em Manaus compartilha algumas mutações com uma cepa identificada pela primeira vez na África do Sul e é possível que responda menos às vacinas atuais, mas é necessário mais trabalho para entender isso, disse a agência.

Leia Também:  Telessaúde tem web aulas voltadas ao aleitamento materno

Susan Hopkins, diretora de resposta estratégica da PHE para a covid-19, disse que os avançados recursos de sequenciamento de genes no Reino Unido explicam por que o país está identificando mais variantes e mutações do que muitas outras nações.

No final do ano passado, o Reino Unido detectou uma variante mais transmissível do coronavírus, que acredita-se ter se originado perto de Londres e levou a um aumento acentuado de casos no país e em outras nações.

“O importante a ser lembrado é que a covid-19, não importa qual variante, se espalha da mesma maneira. Isso significa que as medidas para impedir sua propagação não mudam”, disse Susan.

A agência PHE e o sistema oficial de teste e rastreamento estavam acompanhando todos os passageiros do voo LX318 da Swiss Air de São Paulo para Londres via Zurique, que pousou no aeroporto londrino de Heathrow em 10 de fevereiro, para testá-los, bem como seus familiares.

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA