Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Saúde

DF começa a vacinar pessoas acima dos 66 anos de idade no sábado

Publicados

em

 

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou hoje (1º) que a vacinação contra a covid-19 será ampliada para as pessoas acima de 66 anos de idade a partir de sábado (3). Para se vacinar não é preciso agendar, basta comparecer a um ponto de vacinação, inclusive aos fins de semana.

No Twitter, Ibaneis escreveu que o planejamento era aumentar para os 65 anos a faixa etária de vacinação, mas que não foi possível por “dificuldade de abastecimento de vacinas”. Ele disse esperar que o Ministério da Saúde “possa liberar uma nova remessa o mais breve possível”.

Uma remessa de 116 mil doses deve ser recebida pelo Distrito Federal até a sexta-feira (2), mas devido a uma redução nas previsões de entregas para abril, o governo distrital decidiu reservar todos os imunizantes para a segunda dose de quem já recebeu a primeira.

“Diante desse fato, estamos buscando alternativas para não interromper a vacinação por faixa etária, redimensionando o pequeno estoque que ainda temos”, escreveu Ibaneis Rocha. O GDF vinha aumentando de dois em dois anos a faixa etária de vacinação.

Leia Também:  Pandemia impacta vida de pessoas com diabetes no Brasil, diz pesquisa

De acordo com a Secretaria de Saúde, foram recebidas até o momento 448.410 doses pelo governo local, das quais 415.980 já foram distribuídas aos pontos de vacinação. O número de vacinados é de cerca de 302 mil pessoas, de acordo com dados atualizados às 19h de quarta-feira (31). Entre os atendidos, 77.222 receberam a segunda dose.

Óbitos

Ontem (31), o DF bateu recorde no número de mortos por covid-19 confirmados em 24 horas, com 117 óbitos. Desses, 11 morreram na quarta-feira (31), enquanto as demais pessoas morreram ao longo do mês, mas só agora tiveram o diagnóstico confirmado.

De acordo com o último boletim divulgado pela pasta da Saúde, o DF acumula 6.029 mortes por covid-19 desde o início da pandemia. O total de infectados até o momento é de 344.364 pessoas.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Bolsonaro diz que Fiocruz entrega 18 milhões de vacinas em abril

Publicados

em

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse por meio de uma rede social, que a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) vai entregar 18 milhões de vacinas contra a covid-19 até o final de abril. Desse total, segundo o presidente, serão entregues 4,6 milhões de doses ainda nesta semana e mais 6,7 milhões na outra semana.

Na sexta-feira (16) a Fiocruz já havia entregue mais 2,8 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Além das 2,8 milhões liberadas na sexta-feira, 2,2 milhões já haviam sido entregues na última quarta-feira (14).

O presidente disse ainda que a previsão é que o volume de entrega de imunizantes cresça nos próximos meses e que no segundo semestre de 2021, a Fiocruz deve entregar 110 milhões de doses da vacina.

Educação

O presidente também usou a rede social para divulgar um aplicativo do Ministério da Educação voltado para a alfabetização de crianças.

Segundo Bolsonaro, o Brasil tem a maior parte de suas escolas fechadas por determinação de “governadores e prefeitos” e o país é “um dos com o maior tempo” de fechamento de instituições de ensino do mundo.

Leia Também:  É hoje! Ludmilla é a atração da festa no BBB21 deste sábado

Medidas para evitar maior circulação de pessoas, como o fechamento de escolas e outras atividades não essenciais tem sido adotadas durante a pandemia por governadores e prefeitos, como medida para evitar aumento no número de infectados pelo vírus que já chega a quase 14 milhões, com mais de 370 mil mortos, desde o início da pandemia, no início do ano passado.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA