Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

AMBULÂNCIA

Municípios Alta Floresta e Lambari D’Oeste recebem novas ambulâncias

Publicados

em

Durante a pandemia do novo coranavírus os hospitais e unidades de atendimento do estado vêm enfrentando uma verdadeira batalha, batalha esta que se torna ainda maior para os municípios distantes da grande Cuiabá, como Alta Floresta e Lambari D’Oeste que estão localizadas a cerca de 800 e 320 quilômetros, respectivamente. Para reforçar a estrutura da saúde pública nessas cidades, o deputado Romoaldo Júnior (MDB) enviou, por meios de suas emendas parlamentares, duas ambulâncias novas que foram entregues neste mês de julho.

O deputado, que é da cidade de Alta Floresta e esteve na luta pela viabilização de recursos para o Hospital Regional Albert Sabin que inaugurou, no último mês de abril, dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto, disse que o novo veículo é um fortalecimento às unidades.

A solicitação para a compra do carro chegou ao deputado por meio da indicação nº 5849/2019 feita pelo presidente da Câmara de Vereadores de Alta Floresta, Charles Miranda Medeiros (PR), que explicou que a ambulância é uma questão de urgência para o município, tendo em vista a distância até o centro de saúde do estado, que é Cuiabá, além do contingente populacional ser um dos maiores do estado, em torno de 52 mil habitantes.

Leia Também:  MT HEMOCENTRO completa 25 anos salvando vidas em Mato Grosso

“Atualmente, o hospital não dispõe de recursos para a aquisição dessa ambulância e a frota que está em uso e disponível para o transporte dos pacientes é insuficiente para atender a grande demanda. Agradecemos ao deputado Romoaldo por nos atender em mais esse pedido”.

Em Lambari D’Oeste, foi o prefeito Josivan Medeiros (conhecido por Dandam Medeiros) quem recebeu a chave do veículo. Para ele, a aquisição vai trazer mais qualidade nos atendimentos de saúde do município e dos distritos. “Nós já havíamos feito várias indicações solicitando essa ambulância, ficamos muito agradecidos pela atenção e empenho do nosso deputado Romoaldo”.

Emenda parlamentar – é um instrumento do Poder Legislativo que visa acrescentar, alterar ou suprimir recursos do orçamento estadual, com o intuito de melhorar a destinação das verbas públicas. As emendas são direcionadas de acordo com as necessidades e as obrigatoriedades da Constituição do Estado de Mato Grosso.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

“Talvez nunca exista uma vacina”, diz OMS sobre novo coronavírus

Publicados

em

 Da redação, com Terra

O diretor-geral da Organização Mundial Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta segunda-feira, 3, que uma vacina ou cura para a covid-19 podem não se tornar realidade.

“Não existe bala de prata no momento e talvez nunca exista”, disse o diretor-geral. Ele acrescentou que, no momento, há imunizações na última fase de testes, mas existe a possibilidade de que nenhuma dessas ofereça proteção da forma esperada. Segundo a organização, são 25 vacinas jásendo testadas em seres humanos, sendo 6 delas na chamada fase 3 – os últimos ensaios antes da conclusão.

“Há preocupação de que talvez não tenhamos uma vacina que funcione. Ou que a proteção oferecida possa durar apenas alguns meses, nada mais”. Tedros declarou que não é possível saber até que se concluam os testes. No entanto, disse que ainda existe esperança e que os estudos estão sendo desenvolvidos a uma velocidade sem precedentes.

A OMS, mais uma vez, reforçou a necessidade de aplicar o conjunto das medidas disponíveis que funcionam para suprimir a transmissão do novo coronavírus até que haja uma vacina ou remédio.

Leia Também:  Câmara aprova novas regras de recuperação judicial durante pandemia

A organização indica que países façam a identificação dos casos, rastreamento de contatos e isolamento de quem está infectado. Para indivíduos, recomenda o distanciamento social, a higienização das mãos com constância, o uso de máscaras onde apropriado e cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir. “Se fizermos tudo, se adotarmos uma abordagem abrangente, podemos mudar isso”, afirmou o diretor-geral.

Na sexta-feira, 31, o comitê de emergência da agência se reuniu e manteve a categoria de emergência global de saúde pública para a pandemia. Nesta segunda-feira, o diretor-geral relembrou que é a primeira vez que acontece um surto mundial de um coronavírus “Combina dois fatores perigosos: se espalha rápido e, ao mesmo tempo, mata”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA