Programa Criança Feliz ganha destaque entre as seis melhores práticas no Brasil

0
22

O Programa Criança Feliz (PCF) do Estado de Mato Grosso é uma das seis melhores práticas do Brasil, destacando-se entre mais de 2 mil municípios que participaram do Encontro Nacional do Programa Criança Feliz, realizado entre os dias 04, 05 e 06 de dezembro, em Brasília.

Na atual gestão, a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT) remodelou a equipe estadual do Programa do Criança Feliz que ganhou novo espaço com novos equipamentos permitindo que desenvolvesse um trabalho de qualidade fornecendo o devido suporte e apoio técnico aos municípios.

A secretária da Setas, Mônica Camolezi, informou que a remodelação foi uma estratégia usada quando assumiu a gestão, pois o programa estava sem nenhuma visibilidade no cenário nacional e não estava cumprindo as metas.

“A partir do momento que transformamos o programa em prioridade de Governo, houve grandes avanços com uma equipe comprometida, que fez a diferença e está apresentando o resultado nesse seminário. Estar entre as seis melhores práticas no país é um resultado excelente”, comemorou.

O município de Nortelândia ganhou destaque ao aplicar a metodologia de forma integral, o mais fiel possível às orientações norteadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A supervisora municipal do PCF, Aline Galvão Itacaramby, destacou que a equipe teve grande suporte da gestão municipal e da estadual.

“Somos um município de pequeno porte um, com estimativa de população de 6.046 habitantes, tendo uma média de 1.500 famílias no cadastro único, 412 delas são beneficiárias do programa bolsa família, atualmente executando o programa criança feliz com três visitadoras exclusivas na função”, afirmou.

A equipe formada pelas visitadoras Kelen Varella, Rillary de Cássia e Kerolaine Domingues possibilitou que o PCF estivesse como prioridade nas ações. Graças a todo o apoio, trabalho continuado e consistente da equipe de trabalho foi possível alcançar os resultados satisfatórios.

A secretária municipal de Assistência Social, Márcia Deungaro Fernandes, afirmou que o uso das ferramentas de implantação do Programa e das visitas domiciliares fizeram a diferença. “Acreditamos que apesar de todas as adversidades o município aderiu o Programa, primeiramente, por acreditar na importância deste trabalho usando uma metodologia específica que visa o cuidado e o desenvolvimento da criança, metodologia esta adotada que tem como ferramenta principal as visitas domiciliares”.

Programa Criança Feliz

O Programa tem por objetivo promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida. A forma utilizada pelo MDS de escolha do município foi através de dados quantitativos extraídos do prontuário eletrônico.