Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

DERF

Traficante responsável por abastecer pontos de drogas em bairros

Publicados

em

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis prendeu nesta segunda-feira (10.05) um jovem integrante de uma associação criminosa atuante na região. O suspeito de 23 anos foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. A ação resultou na apreensão de mais de R$ 3,3 mil em dinheiro proveniente da venda de entorpecentes, balança de precisão, uma porção de cocaína pura, uma motocicleta, aparelhos celulares, além de diversos materiais usados para embalar as substâncias ilícitas.

Durante investigação sobre o comércio de drogas ilícitas, os policiais civis identificaram o suspeito que é apontado como um dos gerentes de uma organização criminosa e responsável pela distribuição de cocaína na região dos bairros Itapuã, Iraci, Lageadinho, Jardim Primavera, Dom Bosco, Cidade Natal e Vila Operária.

Com base nos indícios, a equipe passou a monitorar a residência dele no bairro Jardim Ipiranga 3, onde foi observada movimentação intensa de membros da organização no endereço. Nesta segunda-feira (10), os investigadores apuraram que havia chegado um carregamento de cocaína na cidade e parte dele ficaria guardada na casa do investigado.

Leia Também:  Polícia Civil prende jovem que comercializava drogas

Diante das informações, os policiais da Derf ficaram nas proximidades da casa, quando avistaram a chegada de uma motocicleta sem placa. O condutor foi até o portão, percebeu a presença da equipe e fugiu acelerando a moto em alta velocidade.

Os policiais então abordaram o suspeito e sua mulher que estavam na casa. Na entrevista, ela relatou que há alguns meses seu esposo comercializa cocaína, que vende o grama da droga pelo valor de R$ 50.

Em seguida, a mulher autorizou a entrada dos policiais na casa, sendo localizada dentro do armário da cozinha uma porção de uma cocaína pura (comercializada no mercado ilícito pelo valor de R$ 1,3 mil), uma balança de precisão, várias sacolinhas plásticas picotadas para embalar o entorpecente, uma maquininha de cartão e mais de R$ 3,3 mil em dinheiro trocado oriundos do tráfico.

Após o flagrante, o rapaz foi levado até a Derf-Rondonópolis junto com todo material apreendido, interrogado e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, ele foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Homem é preso em flagrante após sessão de tortura e cárcere privado

Publicados

em

Um homem de 34 anos foi preso em flagrante, por estupro, cárcere privado, tortura no âmbito da Lei Maria da Penha, cometidos contra a companheira, de 31 anos. Com o suspeito também foram apreendidas diversas armas de fogo, pelas quais ele foi autuado também por posse ilegal.

A Polícia Civil de Primavera do Leste recebeu uma denúncia sobre uma tentativa de feminicídio que havia ocorrido em uma fazenda da região. Equipes das unidades policiais do município e de Paranatinga foram até o local para checar as informações, onde resgataram a mulher, de 31 anos, e os filhos menores de idade que eram mantidos na propriedade sob cárcere privado.

Na fazenda, os policiais civis aprenderam oito armas tipo espingarda e diversas munições.

A vítima relatou que desde o dia 09 de junho vinha sendo torturada, quando o suspeito começou a agredindo com um copo de vidro em seu rosto. Depois, ele a levou a uma estrada na mata, onde novamente a agrediu com socos e chutes.

Em uma das ocasiões, ela estava com o filho no colo, um bebê, e para desviar os socos da criança, o suspeito lhe agredia na cabeça. Uma das agressões foi feita com uma das armas de fogo, quando o homem a jogou no chão e depois mirou em sua direção fazendo um disparo contra a mulher.

Leia Também:  Confiança do Comércio cresce 3,2 pontos em agosto

Conforme as declarações da vítima, as sessões de agressões e torturas continuaram, quando o suspeito usou fios elétricos para provocar choques pelo corpo da mulher, que deixaram inúmeras marcas na vítima, inclusive nas partes íntimas. Ele disse ainda que a mataria sem deixar provas do crime.

A vítima relatou ainda que o agressor a impedia de sair de casa para que os vizinhos não pudessem ver as lesões em seu rosto. Na madrugada desta quinta-feira, ele tornou a agredi-la, batendo com um fio de eletricidade.

Durante as diligências na propriedade, os policiais entrevistaram o suspeito, que confirmou os crimes cometidos e ainda atribuiu a culpa à vítima.

A mulher e os filhos foram retirados do local e encaminhados para atendimento na Delegacia da Mulher de Primavera do Leste.

O suspeito foi preso e autuado em flagrante pelos crimes de tortura, estupro, cárcere privado e posse ilegal de arma de fogo. Após os procedimentos policiais, ele será encaminhado à unidade prisional da cidade.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  PM apreende 405 Kg de drogas e prende cinco suspeitos em Sinop

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA