Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

QUENTINHA

TCE investiga pregão de R$ 43 milhões para marmitas de presos em MT

Publicados

em

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) apura supostas irregularidades numa licitação da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT), que tem como objeto o fornecimento de alimentação aos reeducandos do sistema prisional. O valor do negócio, dividido em 4 lotes, é estimado em R$ 43 milhões.

O caso está sob análise do conselheiro interino do órgão, João Batista de Camargo. Na última sexta-feira (24), ele negou uma medida cautelar que pedia a suspensão da licitação por supostas irregularidades na disputa.

Camargo tomou a medida dizendo que o próprio Governo do Estado já suspendeu o certame, e que o Poder Executivo Estadual deverá informar as ações que tomou para sanar os erros do edital caso queira levar adiante a disputa antes do julgamento do processo que tramita no TCE-MT. “Alerto  que a administração deve evitar a retomada do processo licitatório até o julgamento de mérito deste processo, sem que sejam expungidas as irregularidades eventualmente existentes no processo licitatório em questão, tendo em vista que o gestor motivou a decisão de suspender o certame em decorrência da propositura da RNE nº 2.460-0/2020, sob pena de imediata expedição da medida cautelar por este relator”, determinou João Batista de Camargo.

Leia Também:  Domingo (19): Mato Grosso registra 34.604 casos e 1.348 óbitos por Covid

De acordo com informações do processo administrativo, relatórios técnicos do TCE-MT identificaram supostas irregularidades no certame, como a contratação de bens ou serviços “comprovadamente superiores aos de mercado”, caracterizando sobrepreço, o “agrupamento” de serviços a serem prestados pela empresa num mesmo lote do negócio, uma vez que a regra seria a divisão das tarefas, e outras irregularidades. Conforme o edital o objeto do certame é o fornecimento de alimentação aos reeducando e servidores penitenciários da Penitenciária Central do Estado (PCE), do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), da Penitenciária Feminina “Ana Maria do Couto”, do Centro de Custódia da Capital (CCC), da Cadeia Pública de Várzea Grande, Jovens e Adultos Várzea Grande, da Cadeia Pública de Santo Antônio de Leverger, da Fundação Nova Chance (FUNAC), Gerência de Monitoramento, Gerência de Custódia Cuiabá-Fórum, e do Setor de Operação Especial (SOE).

O Poder Executivo Estadual justificou a contratação dizendo que a atual fornecedora de alimentação dessas unidades prisionais já atingiu o limite de prorrogação das contratações previstas em edital, que é de 60 meses.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil recupera veículo furtado e prende suspeito por receptação

Publicados

em

 A Polícia Civil de Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá) recuperou na manhã de sexta-feira (07.08) um veículo com registro de furto ocorrido no Distrito de Serra Dourada, zona rural do município de Canarana. A ação resultou também na prisão de um suspeito pelo crime de receptação.

As diligências iniciaram após a vítima procurar a Delegacia de Polícia de Água Boa para comunicar a ocorrência. Conforme narrativa, o furto ocorreu no dia 03 de agosto, após o proprietário deixar o seu veículo no Distrito de Serra Dourada, quando o automóvel sofreu uma pane mecânica próximo ao Presídio Major Zuzi Alves da Silva.

Ainda segundo a vítima que é da cidade de Confresa, a mesma havia comprado o veículo em Aparecida de Goiânia, Estado de Goiás, pagando uma parte de entrada e parcelando o restante em notas promissórias que irão vencer.

Durante investigação foi verificado que para subtrair o veículo, os suspeitos utilizaram um serviço de Guincho, em razão do Golf estar impossibilitado de rodar. Então os policiais civis passaram apurar os fatos, conseguindo localizar o referido veículo em uma oficina mecânica em Nova Xavantina.

Leia Também:  Comissão Mista da Reforma Tributária se reúne nesta sexta-feira

No local o responsável por receptar o carro foi detido e encaminhado para esclarecimentos, junto com o veículo recuperado. Após ser ouvido o conduzido foi autuado pelo crime de receptação.

As investigações continuam para identificar e prender os autores do furto.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA