Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FLAGRANTE

Suspeito de furto a loja de celular é preso em flagrante

Publicados

em

Autor do furto a uma loja de venda e manutenção de aparelhos celulares em Vila Rica (1.259 km a nordeste de Cuiabá) foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (02.12), na cidade de Confresa, também na região nordeste do estado.

Na terça-feira (01.12) pela manhã, o suspeito procurou a loja em Vila Rica tentando trocar um cheque, no valor de R$ 20 mil. O proprietário do local não quis fazer a transação, contudo, o suspeito retornou ao local, à tarde, querendo comprar uma bateria de aparelho celular com a desculpa de trocar o cheque.

Com base nas imagens de câmeras da loja, a Delegacia da Polícia Civil de Vila Rica fez diligências e conseguiu identificar o suspeito. Com apoio da unidade policial de Confresa, o homem localizado e preso quando tentava dar um golpe comprando um carro dando como pagamento a folha de cheque falsa.Aproveitando-se do momento em que um funcionário do local foi até os fundos da loja, o homem furtou um aparelho modelo smartphone e fugiu.

Leia Também:  Força Nacional é autorizada a atuar nas ações do Em Frente Brasil

Após ser preso em flagrante, ele foi encaminhado à Delegacia de Confresa e depois será enviado à unidade prisional de Vila Rica.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Ação integrada fiscaliza posto de combustível na Capital

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), realizou na manhã desta quinta-feira (14.01), na Capital, uma ação de fiscalização em conjunto com o Procon Municipal e Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso, em um Posto de Combustível.
O trabalho integrado foi deflagrado para averiguar denúncia anônima contra o estabelecimento, localizado no bairro Rodoviária Parque, em Cuiabá. O denunciante/consumidor procurou a delegacia para registrar a ocorrência, depois de abastecer no posto e desconfiar da quantidade do combustível.

Conforme o delegado da Decon, Rogério Ferreira, a operação foi prejudicada pela falta de combustível em algumas das bombas do posto fiscalizado, não tendo sido constada a adulteração ou erro de vazão nas bombas e bicos de combustível aferidos pelo IPEM.

“A Polícia Civil apura todas as denúncias que chegam à Decon e continuará realizando ações em conjunto com outros Órgãos para apurar eventuais ilícitos penais e irregularidades administrativas que estejam lesando o consumidor”, destacou o delegado Rogério Ferreira.

 

 

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Ex-diretor do Multishow é solto após ser preso em golpe com cartões de crédito

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA