Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FLAGRANTE

Quatro pessoas são presas transportando grande quantidade agrotóxico

Publicados

em

Quatro pessoas envolvidas com o transporte e contrabando de grande quantidade de produtos agrotóxicos foram presas em flagrante em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá) durante ação conjunta realizada pelas equipes da Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.

A ação resultou na apreensão de mais de 670 quilos de agrotóxico, 24  galões de 20 litros de defensivos, além de quatro armas de fogo e centenas de munições de diferentes calibres.

Os suspeitos flagrados em posse dos produtos foram autuados em flagrante pelos crimes de contrabando, transporte irregular de defensivos, corrupção ativa, porte ilegal de arma de fogo e munições e associação criminosa.

O grupo já era monitorado há algum tempo pela Polícia Civil e na quarta-feira (06),  após contato com a  PRF, chegaram informações de que os criminosos estavam enviando defensivos agrícolas de origem estrangeira para a cidade de São Paulo (SP) com destino final Lucas do Rio Verde.

Diante das informações, os policiais montaram campana para identificar os suspeitos, conseguindo flagrar o momento em que eles faziam o transporte do produto. A abordagem foi realizada em uma chácara, onde acontecia a entrega do material ilícito.Segundo as informações, o grupo enviava defensivos contrabandeados para a cidade sempre utilizando o mesmo modo de ação, que era receber os produtos do Paraguai, no estado de São Paulo, e de lá eles trocavam o produto de embalagem para outra sem qualquer especificação.

Leia Também:  Perde validade MP que liberou recursos para segurança pública combater Covid-19

No local, foi apreendido aproximadamente 670 quilos de agrotóxico (Benzoato de Emamectina e Tiomexan), 24 galões de 20 litros de defensivos sem rotulagem, R$ 5 mil em dinheiro, uma pistola, duas espingardas, uma calibre 22 e outra calibre 28, e uma garrucha calibre 28, além 385 munições calibre 22, 24 munições calibre 28, 25 munições calibre 20 e 49 munições calibre 12.

Quatro pessoas que estavam no local foram presas em flagrante, duas que estavam envolvidas na venda do agrotóxico e outras duas que iriam adquirir o produto. Durante a abordagem, os suspeitos ofereceram metade do valor que pagariam pela carga aos policiais para que não fossem presos.

Diante dos fatos todo material ilícito foi apreendido, e os suspeitos conduzidos à Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde após serem interrogados pelo delegado, Marcello Henrique Maidame, foram autuados em flagrante.

“A apreensão foi possível graças à ação conjunta entre as equipes policiais que conseguiram apurar a informação e identificar os responsáveis por buscar os produtos assim como os suspeitos que iriam adquirir o material ilícito. As investigações seguem em andamento para identificar e prender outros envolvidos no crime”,  disse o delegado.

Leia Também:  Crimes de roubo têm redução de 30% no estado de janeiro a setembro

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Motorista é preso por crime ambiental transportando 250 estacas de angico

Publicados

em

Um caminhão com 250 estacas de madeira irregular foi aprendido pela Polícia Civil e uma pessoa presa em flagrante por crime ambiental, neste domingo (17.10), em Confresa, na região nordeste do estado.

A apreensão foi realizada pela equipe da Delegacia Municipal de Confresa, durante diligências na zona rural do município, em um assentamento conhecido como ‘Bridão Brasileiro’, na BR-158.

Os policiais civis localizaram um caminhão Mercedes Benz sem as lanternas traseiras e placa de identificação. Durante a abordagem ao condutor, de 46 anos, os investigadores identificaram que ele estava transportando uma carga de estacas da espécie angico. O motorista informou que retirou a madeira de sua chácara, de um assentamento da região e levaria as estacas para outra propriedade.

Ele não apresentou nenhum documento de autorização para retirada e transporte da madeira. Conduzido à delegacia, o motorista foi autuado e preso em flagrante pelo crime previsto no Artigo 46, da Lei 9.605/98 que é vender, expor à venda, ter em depósito, transportar ou guardar madeira, lenha, carvão e outros produtos de origem vegetal, sem licença.

Leia Também:  Dois homens são presos e menor é apreendida com 13 tabletes de maconha

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA