Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

OPERAÇÃO

Preso um dos autores do homicídio de engenheiro em Juscimeira

Publicados

em

Um dos autores do homicídio que vitimou um engenheiro no município de Juscimeira foi preso no fim de semana, dentro da Operação Lake, deflagrada pela Delegacia da Polícia Civil para cumprir ordens judiciais no inquérito que apura as circunstâncias e os responsáveis pelo crime. O investigado G.R.S., de 41 anos, foi preso no município de Juiz de Fora, interior de Minas Gerais.

Ele foi parado em uma blitz realizada na rodovia que liga Minas Gerais ao Rio de Janeiro e na abordagem apresentou um documento falso. Contudo, pelo documento apresentado conter o nome da cidade de Rondonópolis, os policiais entraram em contato com a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município, que confirmou a real identidade do foragido e o mandado em aberto expedido pelo homicídio. Ele foi conduzido à Delegacia de Juiz de Fora, onde foi formalizado o mandado de prisão preventiva e aguardará na cidade mineira a autorização para recambiamento a Mato Grosso.

Na semana passada, a Delegacia da Polícia Civil de Juscimeira cumpriu três mandados de busca e apreensão em endereços residenciais de alvos investigados, além de outras duas prisões contra envolvidos no homicídio.

Leia Também:  Homem é preso em flagrante em Cuiabá com veículo clonado e documentos falsos

Durante a realização da operação, o delegado responsável pela investigação, Ricardo de Oliveira Franco, reuniu novas informações que levaram à identificação de mais um dos autores diretos do homicídio, cuja prisão foi representada à Justiça.

O inquérito segue para conclusão e será remetido posteriormente ao Poder Judiciário.

Crime

Edllyn Mascarenhas Sales, 35 anos, o ‘Buda’, foi morto em 03 de abril deste ano, durante uma briga generalizada em uma propriedade rural, às margens de um lago do rio São Lourenço. A vítima era bem conhecida na cidade e foi atingida com três disparos de arma de fogo, foi socorrida, mas morreu a caminho de uma unidade de saúde.

O crime ocorreu em um rancho que dá acesso ao lago, onde há várias propriedades. Na ocasião, diversas pessoas estavam confraternizando no local, em desacordo com medidas sanitárias decretadas do município para combate à disseminação da covid. Ocorreu uma colisão entre duas embarcações que estavam no lago e uma discussão entre as partes envolvidas.

Leia Também:  Polícia Civil apreende mais uma carreta de fertilizantes adulterados em Nova Mutum

Quando os ocupantes das embarcações retornaram para a margem do rio, houve uma briga envolvendo um grupo de pessoas, com lesão corporal e disparos de arma de fogo. A vítima, que estava no local como convidada, foi tentar apartar a discussão e acabou atingida por três disparos, sendo dois na cabeça e um no tórax. O engenheiro foi socorrido, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital de Rondonópolis.

A equipe da Delegacia da Polícia Civil de Juscimeira iniciou as investigações e apurou informações sobre a arma utilizada no crime e também realizou oitivas com diversas pessoas, entre elas possíveis suspeitos, testemunhas e parentes da vítima que estavam no local.

A Operação Lake contou com apoio da Delegacia Regional de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Motorista é preso por crime ambiental transportando 250 estacas de angico

Publicados

em

Um caminhão com 250 estacas de madeira irregular foi aprendido pela Polícia Civil e uma pessoa presa em flagrante por crime ambiental, neste domingo (17.10), em Confresa, na região nordeste do estado.

A apreensão foi realizada pela equipe da Delegacia Municipal de Confresa, durante diligências na zona rural do município, em um assentamento conhecido como ‘Bridão Brasileiro’, na BR-158.

Os policiais civis localizaram um caminhão Mercedes Benz sem as lanternas traseiras e placa de identificação. Durante a abordagem ao condutor, de 46 anos, os investigadores identificaram que ele estava transportando uma carga de estacas da espécie angico. O motorista informou que retirou a madeira de sua chácara, de um assentamento da região e levaria as estacas para outra propriedade.

Ele não apresentou nenhum documento de autorização para retirada e transporte da madeira. Conduzido à delegacia, o motorista foi autuado e preso em flagrante pelo crime previsto no Artigo 46, da Lei 9.605/98 que é vender, expor à venda, ter em depósito, transportar ou guardar madeira, lenha, carvão e outros produtos de origem vegetal, sem licença.

Leia Também:  Inquérito sobre jovem morta em discussão de trânsito é concluído

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA