Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FURTO

Policiais civis localizam casal que arrombou camionete em rodovia

Publicados

em

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá detiveram na tarde desta terça-feira (08.06) um casal suspeito de arrombar uma camionete e furtar objetos e eletrônicos. O fato foi registrado no estacionamento de um restaurante, às margens da rodovia MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, no último domingo.

Câmeras do local registraram o momento em que um veículo modelo Fox para no estacionamento do restaurante e um homem e uma mulher descem e quebram um dos vidros traseiros da camionete das vítimas. Em seguida, os dois furtam diversos objetos de dentro do veículo, como bolsas com documentos pessoais e dinheiro, aparelhos celulares, notebook, carregadores de celulares, entre outros pertences das vítimas, e depois fogem em sentido à Capital.

A partir da comunicação do furto, a equipe da Derf de Cuiabá iniciou diligências para chegar aos envolvidos no crime. A mulher foi localizada nesta terça-feira, quando chegava a seu trabalho, com o marido, no veículo utilizado no crime.

Os policiais abordaram o casal e ao questioná-los sobre o furto ocorrido no domingo, ambos informaram que os objetos estavam na residência deles, localizada no bairro Pedra 90.

Leia Também:  Polícia Civil prende autor de furto qualificado

Na casa, os investigadores localizaram inúmeros objetos pessoais, aparelhos eletroeletrônicos, celulares, equipamentos como maquita e lavadora portátil, bolsas femininas, diversos pares de óculos, perfumes e calçados. Os objetos foram apreendidos e o casal encaminhado à delegacia para depoimento.

Por estarem fora do período de flagrante, os dois foram ouvidos e depois liberados. A delegacia especializada instaurou inquérito para continuidade da investigação e será feita a representação à Justiça pelas medidas cautelares pertinentes, tendo em vista a prática deliberada de crimes em relação aos envolvidos.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Homem é preso em flagrante após sessão de tortura e cárcere privado

Publicados

em

Um homem de 34 anos foi preso em flagrante, por estupro, cárcere privado, tortura no âmbito da Lei Maria da Penha, cometidos contra a companheira, de 31 anos. Com o suspeito também foram apreendidas diversas armas de fogo, pelas quais ele foi autuado também por posse ilegal.

A Polícia Civil de Primavera do Leste recebeu uma denúncia sobre uma tentativa de feminicídio que havia ocorrido em uma fazenda da região. Equipes das unidades policiais do município e de Paranatinga foram até o local para checar as informações, onde resgataram a mulher, de 31 anos, e os filhos menores de idade que eram mantidos na propriedade sob cárcere privado.

Na fazenda, os policiais civis aprenderam oito armas tipo espingarda e diversas munições.

A vítima relatou que desde o dia 09 de junho vinha sendo torturada, quando o suspeito começou a agredindo com um copo de vidro em seu rosto. Depois, ele a levou a uma estrada na mata, onde novamente a agrediu com socos e chutes.

Em uma das ocasiões, ela estava com o filho no colo, um bebê, e para desviar os socos da criança, o suspeito lhe agredia na cabeça. Uma das agressões foi feita com uma das armas de fogo, quando o homem a jogou no chão e depois mirou em sua direção fazendo um disparo contra a mulher.

Leia Também:  MPE investiga policiais “amigos de empresário” e delegado por omissão

Conforme as declarações da vítima, as sessões de agressões e torturas continuaram, quando o suspeito usou fios elétricos para provocar choques pelo corpo da mulher, que deixaram inúmeras marcas na vítima, inclusive nas partes íntimas. Ele disse ainda que a mataria sem deixar provas do crime.

A vítima relatou ainda que o agressor a impedia de sair de casa para que os vizinhos não pudessem ver as lesões em seu rosto. Na madrugada desta quinta-feira, ele tornou a agredi-la, batendo com um fio de eletricidade.

Durante as diligências na propriedade, os policiais entrevistaram o suspeito, que confirmou os crimes cometidos e ainda atribuiu a culpa à vítima.

A mulher e os filhos foram retirados do local e encaminhados para atendimento na Delegacia da Mulher de Primavera do Leste.

O suspeito foi preso e autuado em flagrante pelos crimes de tortura, estupro, cárcere privado e posse ilegal de arma de fogo. Após os procedimentos policiais, ele será encaminhado à unidade prisional da cidade.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Foragido se passa por irmão, mas policiais civis checam identidade e localizam mandado

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA