Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

VENDA

Polícia Civil prende quatro traficantes com 47 porções de entorpecentes

Publicados

em

Mais quatro traficantes foram presos pela Polícia Civil em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), na manhã desta terça-feira (26.01), durante trabalho investigativo da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

A ação resultou na apreensão de 47 porções de entorpecentes, entre maconha e cocaína, embaladas e prontas para venda, na quantia de R$ 550 em trocado, balanças de precisão, além de diversos materiais utilizados para o comércio ilícito.

Os quatro jovens, de 19 a 24 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, resistência e desobediência, após serem abordados em uma residência no bairro Vila Cardoso.

Os policiais civis realizavam diligências quando identificaram um imóvel com intenso fluxo de pessoas usuárias, bem como um entra e sai constante de suspeitos utilizando uma moto Honda de cor azul.

Com base nas suspeitas o endereço passou a ser monitorado e constatada a presença de um suspeito fazendo uso de tornozeleira eletrônica, junto com outros indivíduos os quais revezaram na utilização da motocicleta.

Leia Também:  Batalhão da Polícia Militar em Rosário Oeste tem nova comandante

Nesta terça-feira (26) ao avistarem grande movimentação na casa, os policiais civis realizaram a abordagem de três pessoas no local que tentaram fugir, porém foram detidas.

Durante buscas foram localizadas diversos rolos de papel filme, uma porção de maconha escondida no telhado. No interior da residência os policiais civis apreenderam uma porção de cocaína, máquina de cartão de crédito, 46 porções de maconha, R$ 550 em dinheiro e outros objetos usados para a prática criminosa.

Em entrevista um dos suspeitos contou que estava morando no local há pouco tempo, pois havia fugido da cidade de Juscimeira para não ser preso pois teria furtado uma loja de eletrodoméstico naquele município.

Ele também informou que outro comparsa estava na rua com a motocicleta, mas que este estaria para chegar. Passado certo tempo, o quarto indivíduo chegou no local com a moto e ao ser abordado o mesmo jogou no chão uma mochila e saiu correndo a pé pelo bairro.

Mesmo pulando alguns muros das residências e tentando se esconder em uma delas, o rapaz foi contido no cerco policial. Na ocasião foi identificado que o suspeito era quem vinha cometendo o tráfico de drogas por meio do aplicativo “whatsapp”.

Leia Também:  Polícias Civil e Militar frustam festa promovida por facção criminosa

Diante dos fatos, os quatro jovens foram encaminhados para a Derf-Rondonópolis junto com os produtos apreendidos, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito. Após a confecção dos autos os presos foram colocados à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil apreende mais dois notebooks furtados de clínica e prende empresário

Publicados

em

Um empresário do ramo de informática flagrado em posse de notebooks furtados de uma clínica foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (04.03), em mais uma ação de combate a crimes de receptação, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

O suspeito, de 41 anos, é proprietário de uma loja de produtos informáticos no bairro Dom Aquino, em Cuiabá e foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada.

Na loja do empresário, os policiais da Derf-VG apreenderam dois notebooks da marca HP, que foram furtados pela funcionária de uma clínica instalada no Várzea Grande Shopping. Interrogado, o empresário disse que adquiriu os notebooks de mulher e pagou por cada um deles o valor de R$ 400. Na delegacia, através de fotografia, o suspeito reconheceu a funcionária da clínicia como sendo a pessoa que lhe vendeu os notebooks.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Ferndades da Silva, o empresário estava anunciando os notebooks para a venda em uma página na rede social Facebook. “Apesar de ter comprado os aparelhos por $ 400, o receptador estava anunciado um dos notebooks R$ 849 e o outro por R$ 999, ou seja, buscando obter lucro com os bens receptados”, disse a delegada.

Leia Também:  Quatro dicas certeiras para acertar nas compras em brechós on-line

Entenda o caso

Na semana passada, a Derf-VG apreendeu outro notebook furtado da mesma clínica, que estava em poder de outro empresário no bairro Parque Geórgia.

Na ocasião, quatro notebooks foram furtados da empresa. Interrogada a funcionária confessou que furtou os aparelhos para conseguir dinheiro para pagar um agiota.

Ela revelou que levava os equipamentos um a cada dia, para não ser flagrada e escondia os notebooks em uma sacola preta. A suspeita será indiciada em inquérito policial por furto qualificado pelo abuso de confiança.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA