Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

OPERAÇÃO

Polícia Civil cumpre 28 ordens judiciais contra organização criminosa

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Poxoréu, deflagrou, nesta quinta-feira (07.10), a “Operação Lapidação” para cumprimento de 28 ordens judiciais contra uma organização criminosa atuante em todo Estado de Mato Grosso, envolvida em crimes de tráfico de drogas, homicídios e tortura.

Na operação foi dado cumprimento a 23 mandados de prisão, cinco de busca e apreensão, além de dois bloqueios de contas bancárias e quatro prisões em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. As ordens judiciais foram cumpridas nas cidades de Poxoréu, Rondonópolis, Guiratinga, Pedra Preta, Cuiabá e Comodoro.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 7° Vara Criminal de Cuiabá, especializada contra o crime organizado. A operação contou com a participação de aproximadamente 47 policiais civis da Regional de Primavera do Leste, Delegacia de Guiratinga e apoio da Polícia Militar de Pedra Preta.

Investigações

As investigações que desencadearam na operação iniciaram em 2019, sendo possível identificar integrantes da organização criminosa e o envolvimento do grupo na prática de diversos crimes.

Leia Também:  Ocorrência de violência doméstica resulta na apreensão de drogas, arma e munições

Dentre os crimes elucidados na Operação Lapidação está o homicídio que vitimou Danilo de Moura Barbosa, ocorrido no dia 11 de março de 2019 na cidade Poxóreu, ocasião em que a vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo em frente a sua residência.

Em relação às contas bancárias bloqueadas, após análise do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil, foi possível identificar a movimentação financeira realizada pelo grupo entre os anos de 2017 e 2019, que totalizam mais de R$ 4 milhões.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Motorista é preso por crime ambiental transportando 250 estacas de angico

Publicados

em

Um caminhão com 250 estacas de madeira irregular foi aprendido pela Polícia Civil e uma pessoa presa em flagrante por crime ambiental, neste domingo (17.10), em Confresa, na região nordeste do estado.

A apreensão foi realizada pela equipe da Delegacia Municipal de Confresa, durante diligências na zona rural do município, em um assentamento conhecido como ‘Bridão Brasileiro’, na BR-158.

Os policiais civis localizaram um caminhão Mercedes Benz sem as lanternas traseiras e placa de identificação. Durante a abordagem ao condutor, de 46 anos, os investigadores identificaram que ele estava transportando uma carga de estacas da espécie angico. O motorista informou que retirou a madeira de sua chácara, de um assentamento da região e levaria as estacas para outra propriedade.

Ele não apresentou nenhum documento de autorização para retirada e transporte da madeira. Conduzido à delegacia, o motorista foi autuado e preso em flagrante pelo crime previsto no Artigo 46, da Lei 9.605/98 que é vender, expor à venda, ter em depósito, transportar ou guardar madeira, lenha, carvão e outros produtos de origem vegetal, sem licença.

Leia Também:  Polícia Civil esclarece autoria de homicídio

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA