Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

ROUBOS E FURTOS

Operação de repressão a roubos de veículos resulta na apreensão de diversos cartões e papel-moeda

Publicados

em

Dois mandados de busca e apreensão domiciliar com objetivo de reprimir a atuação de associações criminosas voltadas para roubos de veículos foram cumpridos pela Polícia Civil, nesta terça-feira (02.02), na operação Geminus, deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA).

Os mandados foram cumpridos nos bairros Altos da Serra e Ribeirão do Lipa e resultaram na apreensão de grande quantidade papel-moeda, utilizado para falsificação de identidades, além de diversos cartões possivelmente produtos de roubos, falsificação e estelionato e cédulas falsas de papel-moeda. Durante a ação, uma adolescente foi apreendida com documentos falsos.

De acordo com o delegado da DERRFVA, Gustavo Garcia Francisco, as investigações apontam que as investigações criminosas alugam imóveis utilizando documentações falsas e o material apreendido comprova esse tipo de atuação dos criminosos.

“Vamos dar prosseguimento as investigações e desencadear outras fases da operação Geminus, que significa atuar em todas as frentes de repressão à criminalidade envolvida com os roubos de veículos que atuam em Cuiabá e Várzea Grande”, disse o delegado.

Leia Também:  Homem é detido por crime ambiental em Peixoto de Azevedo durante cumprimento

 

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil identifica condutor que causou morte de motociclista na MT-251

Publicados

em

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), esclareceu o acidente ocorrido na manhã de domingo  que resultou na morte de um motociclista, na MT-251, rodovia que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães.

O motorista do veículo Honda Civic envolvido no acidente foi identificado. D.S.G., de 25 anos responderá pelos crimes de homicídio culposo no trânsito, fuga do local, omissão de socorro e embriaguez ao volante, de acordo com as novas regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O acidente causou a morte de Célio Marques de Oliveira, de 49 anos, que teve o corpo jogado para fora da pista após a colisão entre sua motocicleta e o veículo Honda Civic.

As investigações indicaram que o ponto de colisão entre os veículos ocorreu próximo ao acostamento da faixa de direção em que a motocicleta trafegava. Os danos sofridos pela motocicleta indicam que a vítima pilotava o veículo em alta velocidade no momento do acidente.

O condutor do Honda Civic fugiu do local logo após os fatos, não prestando socorro à vítima. Desde o acidente, a equipe da Deletran realizou diligências para localizar o suspeito, que foi identificado no mesmo dia.

Leia Também:  Veículos elétricos poderão ser isentos de IPVA em MT

Nesta quinta-feira (22), o delegado responsável pelas investigações, Christian Alessandro Cabral, ouviu na delegacia a primeira pessoa que esteve no local dos fatos, que confirmou a identidade do motorista do Honda Civic e também que o suspeito estava embriagado no momento do acidente.

Segundo o delegado, o suspeito deverá ser ouvido ainda nesta quinta-feira na Deletran e responderá pelos crimes de homicídio culposo, fuga de local, omissão de socorro e também pela embriaguez ao volante.

“Ele ficará sujeito a pena de até oito anos de reclusão e será o primeiro a se sujeitar ao novo rito do Código de Trânsito Brasileiro, com as mudanças implementadas no início do mês. Com as novas regras, ele terá que cumprir, ao final do processo, toda a pena pelo qual for condenado, encarcerado”, disse o delegado, acrescentando que o rápido desfecho do caso deve-se à colaboração prestadas por meio do Disque Denúncia da Polícia Civil.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA