Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

STOP LOSS

Operação afasta secretário e cumpre buscas em residência e gabinete do prefeito de Rondonópolis

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso e Ministério Público Estadual desencadearam nesta quarta-feira (25.11), em Rondonópolis, a segunda fase da Operação Stop Loss, que investiga a ocorrência de superfaturamento e outras irregularidades na aquisição de materiais de consumo, com dispensa de licitação, para o combate à pandemia da Covid -19 pela prefeitura do município.

Os mandados judiciais são cumpridos pelas equipes da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e grupo operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal), com apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

O desembargador Juvenal Pereira da Silva deferiu medida cautelar de afastamento do exercício da função do secretário de Administração de Rondonópolis, Leandro Junqueira Arduini, e mandados de buscas e apreensões nos endereços residenciais do secretário e do prefeito José Carlos Junqueira de Araújo, como também nos gabinetes dos respectivos alvos, na Prefeitura Municipal.As novas medidas cautelares foram requeridas pelo MPE, por meio do Naco, em conjunto com a Polícia Civil, à Turma de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Leia Também:  Prefeito oficializa gabinete na sede do novo Pronto Socorro

Na primeira fase da operação ‘Stop Loss’, realizada em junho deste ano, a partir de informações do Ministério Público de Contas os investigadores detectaram o superfaturamento em itens contratados na Dispensa de Licitação nº 38/2020 destinada à aquisição de materiais de limpeza, tendo como justificativa de urgência a pandemia da Covid-19, aquisição ratificada pelo chefe do Executivo municipal.

A segunda fase demonstra o acerto na execução da primeira etapa da operação, pois com novos elementos coletados, surgiu o provável envolvimento de mais um secretário da prefeitura, havendo indicativos da formação de uma estrutura criminosa instalada no Executivo municipal.

Com a deflagração desta nova fase, os investigadores pretendem coletar novas informações e robustecer, ainda mais, os elementos informativos para que haja o esclarecimento completo dos ilícitos praticados, com a devida responsabilização dos envolvidos.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil capacita profissionais de segurança em cumprimento de mandados

Publicados

em

 

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Vinte profissionais de forças de segurança que atuam nas cidades de Sinop, Sorriso e Nova Ubiratã concluíram um curso de capacitação em Cumprimento de Mandados de Alto Risco (Comar) promovido pela Polícia Civil de Mato Grosso, com apoio de instituições parceiras.

Realizado em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), o curso foi coordenado pela Gerência de Operações Especiais (GOE) e apoio da Delegacia Regional de Sinop, Delegacia de Sorriso e Conselho Comunitário de Segurança de Sorriso, com carga horária de 60 horas. Os participantes receberão certificação pela Academia da Polícia Civil.

O delegado regional de Sinop, Carlos Eduardo Muniz, destaca a importância de aprimorar e aperfeiçoar as atividades policiais para que os profissionais atuem com eficiência no cumprimento de missões de alto risco. “A atualização de conhecimento e técnicas é fundamental para que nossos profissionais possam executar as ações empregando táticas modernas, especialmente em situações que envolvam alto risco”, disse Muniz.

A capacitação foi realizada de 11 a 16 de janeiro e contou com a participação de policiais civis da região e integrantes da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal e Ciopaer que passaram por instruções práticas e conhecimentos modernos em táticas policiais para cumprimento de mandados visando aumentar a eficiência e a segurança dos profissionais no ambiente operacional.

Leia Também:  Policiais militares prendem suspeito por esfaquear quatro pessoas em festa

O delegado de Sorriso, Márcio Henrique Portella, enfatiza que treinamento e capacitação são fundamentais para todos os servidores, independentemente da área de atuação, pois a sociedade ganha uma polícia mais preparada e com melhores condições de exercer seu trabalho com mais eficiência e operacionalidade.

“Na área da segurança pública assumem papel ainda mais relevante, tendo em vista a variedade de problemas que a polícia tem que enfrentar diariamente. Poder participar de um curso de extrema qualidade técnica e grau de especialização ministrado por profissionais comprometidos, e com a participação integrada das forças de segurança é enriquecedor do ponto de vista profissional e pessoal.

Durante os seis dias de curso, realizado no Clube de Tiro de Sorriso e na unidade do Ciopaer, os profissionais de segurança receberam instruções da equipe da GOE e aulas teóricas ministradas pelo professor e promotor de Justiça, Luiz Fernando Rossi Pipino.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA