Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TRÁFICO

Mulher que traficava drogas na frente dos filhos é presa em flagrante pela Polícia

Publicados

em

Uma mulher de 44 anos foi presa em flagrante por tráfico de entorpecentes, nesta terça-feira (11), no Residencial Ana Carla, em Rondonópolis, pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos. Ela comercializava a droga na presença dos filhos, menores de idade.

Os investigadores chegaram à suspeita depois de receber averiguar uma informação de que a mulher estava vendendo drogas e realizava a atividade ilícita na frente dos filhos.

Ao ser abordada nesta terça-feira em sua residência, ela negou que tivesse drogas na casa e rapidamente sentou-se por cima de uma sacola. Quando os policiais civis iniciaram as buscas no interior da casa, a suspeita ficou bastante nervosa e tentava a todo momento distrair a equipe.

Enquanto os investigadores faziam as buscas, a mulher disse aos filhos que drogas seriam encontradas, mas que as crianças deveriam ficar tranquilas, pois ela logo sairia da cadeia.

Ao questionar novamente sobre os entorpecentes, um dos filhos pediu que a mãe entregasse logo o entorpecente que estava na sacola que ela ocultou.

Leia Também:  "Mulher Maravilha 1984" tem maior bilheteria da pandemia de Covid-19

Ela admitiu que estava vendendo o entorpecente há seis meses, aproximadamente. Os policiais localizaram ainda uma balança de precisão, filme plástico e uma faca com resquícios de droga.

Durante a busca na casa, familiares da suspeita agrediram verbalmente a equipe policial.

Os investigadores relataram que esse tipo de situação tem sido frequente em diversos bairros de Rondonópolis, com a intenção de desqualificar as ações de combate ao tráfico de drogas realizadas pela Polícia Civil.

A advogada da suspeita chegou à residência e conversou com a cliente, que foi posteriormente conduzida à Derf de Rondonópolis e autuada em flagrante por tráfico de drogas. A suspeita tem outras passagens pelo mesmo crime e também por porte ilegal de arma de fogo e receptação.

Após os procedimentos policiais, ela será encaminhada à unidade prisional feminina do município, onde aguardará audiência de custódia do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Homem é preso em flagrante após sessão de tortura e cárcere privado

Publicados

em

Um homem de 34 anos foi preso em flagrante, por estupro, cárcere privado, tortura no âmbito da Lei Maria da Penha, cometidos contra a companheira, de 31 anos. Com o suspeito também foram apreendidas diversas armas de fogo, pelas quais ele foi autuado também por posse ilegal.

A Polícia Civil de Primavera do Leste recebeu uma denúncia sobre uma tentativa de feminicídio que havia ocorrido em uma fazenda da região. Equipes das unidades policiais do município e de Paranatinga foram até o local para checar as informações, onde resgataram a mulher, de 31 anos, e os filhos menores de idade que eram mantidos na propriedade sob cárcere privado.

Na fazenda, os policiais civis aprenderam oito armas tipo espingarda e diversas munições.

A vítima relatou que desde o dia 09 de junho vinha sendo torturada, quando o suspeito começou a agredindo com um copo de vidro em seu rosto. Depois, ele a levou a uma estrada na mata, onde novamente a agrediu com socos e chutes.

Em uma das ocasiões, ela estava com o filho no colo, um bebê, e para desviar os socos da criança, o suspeito lhe agredia na cabeça. Uma das agressões foi feita com uma das armas de fogo, quando o homem a jogou no chão e depois mirou em sua direção fazendo um disparo contra a mulher.

Leia Também:  Polícia Civil prende em flagrante autores de assalto

Conforme as declarações da vítima, as sessões de agressões e torturas continuaram, quando o suspeito usou fios elétricos para provocar choques pelo corpo da mulher, que deixaram inúmeras marcas na vítima, inclusive nas partes íntimas. Ele disse ainda que a mataria sem deixar provas do crime.

A vítima relatou ainda que o agressor a impedia de sair de casa para que os vizinhos não pudessem ver as lesões em seu rosto. Na madrugada desta quinta-feira, ele tornou a agredi-la, batendo com um fio de eletricidade.

Durante as diligências na propriedade, os policiais entrevistaram o suspeito, que confirmou os crimes cometidos e ainda atribuiu a culpa à vítima.

A mulher e os filhos foram retirados do local e encaminhados para atendimento na Delegacia da Mulher de Primavera do Leste.

O suspeito foi preso e autuado em flagrante pelos crimes de tortura, estupro, cárcere privado e posse ilegal de arma de fogo. Após os procedimentos policiais, ele será encaminhado à unidade prisional da cidade.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Rapper Filipe Ret é detido por porte de drogas no Rio de Janeiro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA