Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

ROUBOS E FURTOS

Líder de associação criminosa envolvida em roubo de cargas é preso pela Polícia

Publicados

em

A Operação Carga Pesada, realizada nesta segunda-feira (10.05) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis, prendeu preventivamente um homem investigado por liderar uma associação criminosa envolvida com roubos, furtos e adulteração de cargas de grãos na região sul do estado.

A prisão do investigado é fruto de uma apuração que vem sendo realizada desde o mês de março, quando a DERF, com apoio da Delegacia de Pedra Preta, desarticulou um grupo criminoso e prendeu nove pessoas envolvidas com roubos de caminhões, receptação e adulteração das cargas roubadas.Os policiais civis cumpriram ainda três mandados de busca e apreensão autorizados pelo juízo da 3ª Vara Criminal de Rondonópolis. Em dois endereços distintos na cidade, a equipe da DERF apreendeu veículos de luxo, arma de fogo, uma grande quantidade de joias, aparelhos celulares, entre outros objetos.

Durante a ação realizada no dia 25 de março, os policiais civis recuperaram uma carga de soja recém-roubada e apreenderam um caminhão, duas máquinas pá-carregadeiras e objetos destinados à adulteração do produto.

Leia Também:  Polícia Civil prende marido por agredir esposa

Investigação

A Polícia Civil chegou aos suspeitos após receber informação sobre um caminhão trator com reboque e semirreboque que foi localizado, porém, sem nenhuma carga.

Com base nos registros de ocorrências de roubos de cargas que a DERF vinha apurando, os policiais conseguiram identificar um galpão, no Distrito Industrial de Rondonópolis onde os suspeitos foram encontrados junto com a carga de soja roubada.

Quando a equipe policial chegou ao galpão, a soja estava passando pelo processo de transbordo, o que caracteriza a adulteração.

Durante as investigações, a equipe da DERF apurou a identificação de todos os envolvidos e a atuação de cada membro do grupo, desde aqueles que realizavam o roubo da carga, transporte, descarregamento, entre outras fases, até a última etapa, que era a adulteração do grão.

A associação criminosa possuía um forte esquema montado, contando com contabilidade, transferências e recrutamento de motoristas e ajudantes.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Homem é preso em flagrante após sessão de tortura e cárcere privado

Publicados

em

Um homem de 34 anos foi preso em flagrante, por estupro, cárcere privado, tortura no âmbito da Lei Maria da Penha, cometidos contra a companheira, de 31 anos. Com o suspeito também foram apreendidas diversas armas de fogo, pelas quais ele foi autuado também por posse ilegal.

A Polícia Civil de Primavera do Leste recebeu uma denúncia sobre uma tentativa de feminicídio que havia ocorrido em uma fazenda da região. Equipes das unidades policiais do município e de Paranatinga foram até o local para checar as informações, onde resgataram a mulher, de 31 anos, e os filhos menores de idade que eram mantidos na propriedade sob cárcere privado.

Na fazenda, os policiais civis aprenderam oito armas tipo espingarda e diversas munições.

A vítima relatou que desde o dia 09 de junho vinha sendo torturada, quando o suspeito começou a agredindo com um copo de vidro em seu rosto. Depois, ele a levou a uma estrada na mata, onde novamente a agrediu com socos e chutes.

Em uma das ocasiões, ela estava com o filho no colo, um bebê, e para desviar os socos da criança, o suspeito lhe agredia na cabeça. Uma das agressões foi feita com uma das armas de fogo, quando o homem a jogou no chão e depois mirou em sua direção fazendo um disparo contra a mulher.

Leia Também:  Jovem com várias passagens criminais é preso por tráfico de drogas

Conforme as declarações da vítima, as sessões de agressões e torturas continuaram, quando o suspeito usou fios elétricos para provocar choques pelo corpo da mulher, que deixaram inúmeras marcas na vítima, inclusive nas partes íntimas. Ele disse ainda que a mataria sem deixar provas do crime.

A vítima relatou ainda que o agressor a impedia de sair de casa para que os vizinhos não pudessem ver as lesões em seu rosto. Na madrugada desta quinta-feira, ele tornou a agredi-la, batendo com um fio de eletricidade.

Durante as diligências na propriedade, os policiais entrevistaram o suspeito, que confirmou os crimes cometidos e ainda atribuiu a culpa à vítima.

A mulher e os filhos foram retirados do local e encaminhados para atendimento na Delegacia da Mulher de Primavera do Leste.

O suspeito foi preso e autuado em flagrante pelos crimes de tortura, estupro, cárcere privado e posse ilegal de arma de fogo. Após os procedimentos policiais, ele será encaminhado à unidade prisional da cidade.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Pao é preso em flagrante por abandono de incapaz e maus tratos contra filha

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA