Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

COMANDO REGIONAL

Força Tática prende quatro e apreende mais de 100 tabletes de cocaína e R$ 52 mil em dinheiro

A ação ocorreu no início da noite de sexta-feira (16); a droga e todos os suspeitos foram entregues à Polícia Federal, em Cuiabá, por haver suspeita de tráfico internacional

Publicados

em

Policiais da 20ª Companhia de Força Tática de Cuiabá, unidade do 1º Comando Regional, prenderam no início da noite de sexta-feira (16.10) quatro pessoas, três homens e uma mulher, e apreenderam 116 tabletes de droga, sendo 70  de cloridrato de cocaína e 46 de pasta base. Também foram apreendidos R$ 52,2 mil em dinheiro e uma pistola calibre 380.

A ação se desencadeou, a partir da abordagem de dois homens no estacionamento de um posto de combustível, na Avenida Professora Edna Affi(das Torres), em Cuiabá. Um dos suspeitos havia acabado de entregar uma mochila, de cor preta, para outro homem. Na mochila havia três tabletes de cloridrato de cocaína.

As duas prisões levaram a uma residência no bairro Belita Costa Marques, na mesma região da abordagem, onde os policiais encontraram a droga. O entorpecente estava no quarto do casal, um dos homens presos no posto, e da mulher dele. O dinheiro estava no quarda-roupas do mesmo quarto. Lá, além da mulher ocorreu a terceira prisão.

Leia Também:  Polícia dá tiros com balas borracha em empresário que ameaçou prefeito

Estima-se que a retirada de circulação dessa quantidade de droga nessa ação da Polícia Militar tenha resultado em um prejuízo de mais de R$ 2 milhões para o crime organizado.

E por haver suspeite de que de tráfico internacional de droga, todos os suspeitos e produtos apreendidos foram entregue na Polícia Federal, em Cuiabá, para que as investigações possam prosseguir.

Diferença 

A cocaína na forma de cloridrato está em pó, é solúvel, já sob a forma de uma base é o crack, petrificada, pouco solúvel. Ambas são comercializadas por preços diferentes e consumidas de maneira diferentes.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Crimes de roubo têm redução de 30% no estado de janeiro a setembro

Publicados

em

As ações repressivas deflagradas em todo o estado de Mato Grosso resultaram na redução de 30% nos crimes de roubos (quando há violência). Os dados correspondem ao período de janeiro a setembro deste ano, em comparação com 2019. Na modalidade furto, a queda também foi de 30%.

Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, e o quantitativo é obtido mediante os registros de Boletim de Ocorrência (B.O) das 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp’s), que contemplam os 141 municípios de Mato Grosso.

Nos primeiros nove meses de 2020, foram registradas 7.555 ocorrências de roubo. Já no mesmo período do ano passado somaram 10.820 casos. Ainda neste ano, foram 23.726 registros de furto contra 34.087 no mesmo período de 2019. O total de roubo e furto equivale as ocorrências em residências, estabelecimentos comerciais, pedestres, entre outros.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp-MT, Coronel PM Victor Fortes, ressalta que mesmo com um ano atípico por conta da pandemia, as forças de segurança continuaram atuando firmemente no combate à criminalidade, reforçando o policiamento, as ações integradas e as investigações criminais.

Leia Também:  População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho, diz IBGE

“O empenho das forças de segurança e o comprometimento dos profissionais foram primordiais para alcançar os resultados. A Secretaria fortaleceu a integração tanto na atividade de inteligência quando na atuação operacional entre as instituições, com ações preventivas e repressivas no enfrentamento aos principais índices criminais, principalmente aos crimes contra a vida e o tráfico de drogas. Nosso objetivo é continuar ampliando as nossas ações”, enfatiza.

Ainda segundo o secretário, todas as Risp’s apresentaram reduções nos crimes de furto. Já em relação ao crime de roubo, somente as Regiões representadas pelas cidades polos de Barra do Garças e Nova Mutum tiveram aumento de 5% e 20%, respectivamente.

As outras 13 Risp’s são representadas pelos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Vila Rica, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Água Boa e Guarantã do Norte.

Veículos

De janeiro a setembro, Mato Grosso registrou queda de 30% nos números de veículos roubados. Foram 1.027 roubos em 2020 contra 1.464 no mesmo período de 2019. Já os crimes de furtos reduziram 23%. Saiu de 1.810 ocorrências em 2019 para 1.394 em 2020.

Leia Também:  Operação conjunta resulta em prisão, apreensões e uma pessoa morta

Fazem parte das forças de segurança a Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Sistema Penitenciário e Sistema Socioeducativo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA