Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FORÇA TAREFA

Força-tarefa conclui 150 inquéritos policiais de Juruena e Cotriguaçu em cem dias

Publicados

em

Uma força-tarefa composta por policiais civis das Delegacias de Cotriguaçu e Juruena concluíram e encaminharam ao Ministério Público Estadual 150 inquéritos policiais finalizados em 100 dias de trabalho.

Coordenada pelo delegado Philipe de Paula da Silva Pinho, o trabalho envolveu dedicação e diária da equipe, com a participação de nove investigadores, um escrivão e o delegado. “Foram dias de entrega da equipe, diligenciando para cumprir as cotas do Ministério Público e esquadrinhar cada procedimento, verificando as soluções cabíveis para cada caso. Nós cumprimos nosso dever e entregamos à sociedade o resultado”, pontuou o delegado.

Com a redução dos inquéritos nas duas delegacias será possível entregar um melhor atendimento à sociedade dos dois municípios, dando maior atenção aos casos graves. “Nós antes tínhamos que lidar com mais de 180 inquéritos por delegacia, estávamos sufocados por problemas simples de se resolver. Inquéritos com mais de 10 anos sem solução que, finalmente, colocamos um ponto final e oferecemos uma resposta ao povo de Cotriguaçu e Juruena”.

Os trabalhos da força tarefa foram encerrados nesta semana e agora as equipes das delegacias vão se dedicar à investigação dos crimes complexos cujos inquéritos estão em andamento.

Leia Também:  Polícia Civil apura circunstâncias da morte de engenheiro

“Eu quero deixar aqui meus parabéns para cada um desses servidores, investigadores, investigadoras e escrivão, que se doaram de forma absoluta . Se não fosse pelo empenho deles, com toda certeza nos não teríamos alcançado um número tão expressivo de inquéritos em um prazo tão curto. Isso demonstra o compromisso que esses policiais têm com a sociedade em que vivem”, finalizou o delegado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil recupera carreta roubada por criminosos armados

Publicados

em

Uma carreta roubada na BR-163 entre os municípios de Itaúba e Nova Santa Helena foi recuperada pela Polícia Civil, cerca de 24 horas após a comunicação do crime. No assalto, a vítima foi mantida refém pelos criminosos armados por aproximadamente 12 horas.

As investigações iniciaram no final da tarde de quinta-feira (15), após a equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), conduzir a vítima até a Delegacia de Itaúba para registrar a ocorrência de roubo da carreta, ocorrido na BR 163.

Segundo as informações, o roubo ocorreu durante a madrugada de quinta-feira (15), quando os suspeitos aproveitaram o momento que a vítima reduziu em um quebra-molas para subir no caminhão.

Cerca de cinco quilômetros à frente, os criminosos armados abordaram o motorista e anunciaram o assalto. A vítima foi retirada do caminhão e levada para fora da pista, onde mantida refém por horas, sendo liberada somente no final da manhã, ocasião em que conseguiu pedir ajuda no posto da PRF.

Imediatamente, os policiais civis da Delegacia de Itaúba iniciaram as diligências para esclarecer o crime e durante os trabalhos, conseguiram localizar o veículo roubado na zona rural do município, na estrada do Rio do Fogo, a sete quilômetros da Rodovia MT 320.

Leia Também:  Autor de homicídio na zona rural de Rondonópolis é preso pela Polícia Civil

O veículo foi apreendido e encaminhado para o pátio da Delegacia de Itaúba. As diligências continuam em andamento para identificar e prender os autores do crime.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA