Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

LONGE DE CASA

Foragido da Justiça de Rondônia por diversos crimes é localizado em Cuiabá

Publicados

em

Considerado de alta periculosidade, o homem de 36 anos estava com mandado de prisão decretado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Ariquemes, em Rondônia, onde ele responde por crimes de porte ilegal de arma de fogo e roubo qualificado, sendo condenado a 12 anos de reclusão.A Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) da Polícia Civil localizou nesta quarta-feira (24.11) mais um foragido da justiça e procurada na região Norte do País pelo crime de extorsão mediante sequestro. Ele foi localizado no bairro do Porto, em Cuiabá, após diligências realizadas pelo Núcleo de Busca e Capturas da Polinter de Mato Grosso.

O foragido foi preso anteriormente pela participação em um crime de extorsão mediante sequestro praticado em outubro de 2008, na cidade de Monte Negro, também no interior de Rondônia. Na ocasião, o filho de um empresário do ramo madeireiro foi sequestrado por duas pessoas armadas e encapuzadas, quando entrrava em seu veículo. Os sequestradores exigiram 1 milhão de reais como pagamento para libertar o rapaz, que ficou mantido em dois cativeiros distintos, nos municípios de Vilhena e Ariquemes. Posteriormente, após o pagamento de parte do resgate, a vítima foi libertada. Com a evolução das investigações, os envolvidos no sequestro foram presos.

Leia Também:  Dupla tenta descarregar celulares na Penitenciária de Rondonópolis e é presa

As diligências da Polinter para localização do foragido contaram com da equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP de Cuiabá.

Após encaminhado à sede da Polinter para formalização do mandado de prisão, ele foi enviado a uma unidade prisional de Várzea Grande, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil capacita profissionais de segurança em cumprimento de mandados

Publicados

em

 

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Vinte profissionais de forças de segurança que atuam nas cidades de Sinop, Sorriso e Nova Ubiratã concluíram um curso de capacitação em Cumprimento de Mandados de Alto Risco (Comar) promovido pela Polícia Civil de Mato Grosso, com apoio de instituições parceiras.

Realizado em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), o curso foi coordenado pela Gerência de Operações Especiais (GOE) e apoio da Delegacia Regional de Sinop, Delegacia de Sorriso e Conselho Comunitário de Segurança de Sorriso, com carga horária de 60 horas. Os participantes receberão certificação pela Academia da Polícia Civil.

O delegado regional de Sinop, Carlos Eduardo Muniz, destaca a importância de aprimorar e aperfeiçoar as atividades policiais para que os profissionais atuem com eficiência no cumprimento de missões de alto risco. “A atualização de conhecimento e técnicas é fundamental para que nossos profissionais possam executar as ações empregando táticas modernas, especialmente em situações que envolvam alto risco”, disse Muniz.

A capacitação foi realizada de 11 a 16 de janeiro e contou com a participação de policiais civis da região e integrantes da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal e Ciopaer que passaram por instruções práticas e conhecimentos modernos em táticas policiais para cumprimento de mandados visando aumentar a eficiência e a segurança dos profissionais no ambiente operacional.

Leia Também:  Anitta defende o SUS e Bolsonaro desdenha a cantora

O delegado de Sorriso, Márcio Henrique Portella, enfatiza que treinamento e capacitação são fundamentais para todos os servidores, independentemente da área de atuação, pois a sociedade ganha uma polícia mais preparada e com melhores condições de exercer seu trabalho com mais eficiência e operacionalidade.

“Na área da segurança pública assumem papel ainda mais relevante, tendo em vista a variedade de problemas que a polícia tem que enfrentar diariamente. Poder participar de um curso de extrema qualidade técnica e grau de especialização ministrado por profissionais comprometidos, e com a participação integrada das forças de segurança é enriquecedor do ponto de vista profissional e pessoal.

Durante os seis dias de curso, realizado no Clube de Tiro de Sorriso e na unidade do Ciopaer, os profissionais de segurança receberam instruções da equipe da GOE e aulas teóricas ministradas pelo professor e promotor de Justiça, Luiz Fernando Rossi Pipino.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA