Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PERSEGUIÇÃO

Depois de um histórico de violência, mulher denuncia ex-companheiro

Publicados

em

Policiais da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Sinop (Dedm) prenderam em flagrante um homem de 53 anos por perseguição contra sua ex-companheira. Contra o suspeito, os policiais civis constataram um mandado de prisão pelo crime de estupro de vulnerável decretado pela Justiça de Goiás.

A mulher de 35 anos chegou de Goiás nesta semana e na quarta-feira procurou a Polícia Civil para denunciar o ex-companheiro, que saiu do estado vizinho e veio até Sinop procurá-la.

Histórico de abusos

A vítima relatou na Delegacia da Mulher que conviveu com o suspeito por dez anos, em Goiânia. Durante todo o relacionamento, foi brutalmente espancada, mantida em cárcere privado, sendo impedida de sair à rua, a não ser em companhia dele, e também de ver seus familiares ou usar telefone.

Ela contou ainda que era obrigada a vestir-se com roupas masculinas e a viver com o cabelo raspado. Em diversas ocasiões, foi agredida fisicamente e teve o braço fraturado por duas vezes, não podendo receber atendimento médico. O suspeito também a ameaçava de morte.

Leia Também:  Zé Felipe aparece emocionado depois de nascimento de Maria Alice: "Que amor"

No fim de novembro, ela decidiu se separar e pediu ao suspeito para vir a Sinop, o que ele concordou. Contudo, dias após ela chegou na cidade, o agressor começou a procurá-la, indo inclusive a um canal de televisão local pedindo ajuda para encontrar a vítima. O suspeito também ofertou dinheiro a pessoas conhecidas dela para que informassem o paradeiro da ex-companheira.

A vítima então procurou a delegacia e relatou todo o histórico de violência sofrida ao longo dos dez anos.

Após o registro da ocorrência, os policiais realizaram diligências e localizaram o agressor em um hotel próximo à rodoviária de Sinop. Ele foi conduzido à central de flagrantes da Delegacia de Sinop, onde foi autuado pelo crime de perseguição, previsto no Artigo 147-B, do Código Penal.

Os policiais tambem cumpriram o mandado de prisão por estupro de vulnerável expedido em 2019 pela 2a Vara Criminal da Comarca de Aparecida de Goiânia. O suspeito é investigado pelo crime cometido contra a própria filha de 13 anos.

Depois dos procedimentos na delegacia, ele foi encaminhado à penitenciária de Sinop.

Leia Também:  Polícia Civil prende suspeito pela morte de mulher encontrada no bairro Capão do Pequi

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Mulher é presa em flagrante em Cuiabá transportando cocaína

Publicados

em

Uma mulher de 22 anos foi presa em flagrante pela Polícia Civil, no terminal rodoviário de Cuiabá, com dois tabletes de cocaína.

A Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE) recebeu a informação de que uma mulher embarcou em Cáceres com destino a Cuiabá para buscar entorpecentes e da Capital seguiria para Goiânia.

Uma equipe de investigadores seguiu até à rodoviária de Cuiabá e avistou a suspeita embarcando com uma bola preta. Ela foi abordada no interior do ônibus e depois que confirmou sua identidade, os policiais fizeram busca na bagagem, que ela tentou se desfazer. Dentro da bolsa preta foram localizados dois tabletes de substância análoga à cocaína.

Ao ser detida em flagrante, a suspeita começou a gritar com a equipe, sendo necessário o uso de algemas para conduzi-la até a delegacia. Ela informou aos investigadores que pegou o entorpecente com um homem, no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, e receberia R$ 500,00 para transportar a droga. Os policiais da DRE realizaram buscas na casa informada pela suspeita, contudo, não localizaram ninguém no local.

Leia Também:  Conselho da Mulher quer 'apuração rigorosa' sobre acusações contra Pivetta

A mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e depois encaminhada à penitenciária feminina na Capital.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA