Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

NÚCLEO DE PESSOAS

Após 40 anos, homem é localizado pela Polícia Civil e retoma contato com familiares

Publicados

em

Há mais de quarenta anos, o então jovem Reinaldo Correa Gomes, hoje com 64 anos, veio para Mato Grosso e desde então, seus familiares que ficaram no estado do Paraná perderam contato com ele. Parentes buscaram o auxílio da Polícia Civil em Mato Grosso e registraram uma ocorrência no Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD) da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá para localizá-lo.

A partir de técnicas de pesquisa e de informações do banco de dados do NPD, os investigadores conseguiram localizar o senhor Reinaldo em uma chácara, na região do distrito de Nossa Senhora da Guia, município de Cuiabá. A equipe do NPD fez contato com o proprietário do local, que informou que Reinaldo trabalha na chácara há quase 20 anos.

Os investigadores fizeram uma chamada de vídeo e Reinaldo conversou com a irmã no Paraná. Bastante emocionado, ele pediu que a irmã venha até Mato Grosso para que possam se rever.Nesta quarta-feira (14.10), a equipe de investigação foi até o local e conversou com Reinaldo, que confirmou que saiu do Paraná na década de 80 e desde a época perdeu contato com a família que ficou no Sul do país.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de casal por latrocínio que vitimou idoso em Tangará da Serra

A escrivã-chefe do NPD, Jannaína Paula Brito de Souza Silva, afirma que é gratificante para a equipe do núcleo colaborar com a localização de pessoas desaparecidas ou que perderam o contato com familiares.

A investigação para a localização de Reinaldo Gomes foi realizada pelos policiais civis Rafael Mello e Benildes Campos.

Núcleo de Pessoas Desaparecidas

Em 2019, o Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP de Cuiabá teve um percentual de 93% de esclarecimento nas ocorrências registradas no setor. Foram 876 casos de desaparecimentos registrados na unidade, sendo localizadas 816 pessoas. A maior parte dos casos foi registrada em Cuiabá e Várzea Grande.

A Polícia Civil de Mato Grosso criou neste ano um banco de dados, em uma página na internet, para divulgar informações e auxiliar na localização sobre pessoas desaparecidas no estado. A página https://desaparecidos.pjc.mt.gov.br reúne informações conforme as ocorrências registradas nas Delegacias da Polícia Civil no estado.

A nova ferramenta dá mais visibilidade e auxilia a população a colaborar para localização de pessoas que estão desaparecidas em diferentes cidades de Mato Grosso e também em outros estados.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil de MT cumpre prisão de suspeito de homicídio

Publicados

em

O suspeito de um homicídio ocorrido na cidade de São Bernardo do Campo (SP) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, nesta quinta-feira (22.10), em ação realizada pela Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), com apoio da Diretoria de Inteligência da PJC e Polícia Civil do município paulista.

A prisão temporária de 30 dias foi expedida pelo Comarca de São Bernardo do Campo com o fim de dar continuidade ao trabalho investigativo. Segundo as investigações, a vítima deixou sua cidade natal na Bahia para morar com parentes no estado de São Paulo com objetivo de mudar de vida.

A vítima morava em um dos cômodos da casa sozinha e no dia do crime, parentes que moravam na outra casa chegaram a ouvir um grito, porém não viram ninguém no local. No dia seguinte, os parentes sentiram falta da vítima e foram até o cômodo quando encontraram o corpo em cima da cama, com uma faca cravada no pescoço.

Leia Também:  Homem é flagrado abusando sexualmente de uma cadela

As investigações da Polícia Civil de São Bernardo do Campo apontaram o ex-companheiro da vítima como principal suspeito do crime, uma vez que ele foi o último a ser visto em sua companhia, horas antes. O suspeito teve a ordem de prisão expedida pela Justiça, a qual foi cumprida pela equipe da Polinter na cidade de Várzea Grande.

Depois de cumprido o mandado, o preso foi encaminhado para audiência de custódia e deverá permanecer a disposição da justiça.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA