Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

OMAR MALUF

Reação da construção civil é real

Publicados

em

Mais uma vez a construção civil resgata a confiança de investidores e de todos os outros setores produtivos deste nosso gigante país ao trazer um clima de prosperidade que se traduz na retomada do crescimento deste segmento. Os motores deste mercado pujante já estavam aquecidos, mesmo diante do período pandêmico, chamando para si mais uma vez a responsabilidade de continuar contribuindo com o fortalecimento da economia brasileira, através de investimentos pesados, projetos ousados e com a geração de emprego e renda. Em Mato Grosso a construção civil orgulhosamente deu a resposta, contribuiu efetivamente para que nosso Estado ficasse com a terceira menor taxa de desemprego do país, ficando atrás apenas dos Estados de Santa Catarina (5,8%) e Rio Grande do Sul (8,8%), conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O percentual de desocupação em Mato Grosso apresentou queda de 9,9% para 9%, entre o primeiro e o segundo trimestre deste ano. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad). No levantamento feito no mesmo período do ano passado, 10,2% da população mato-grossense estava desempregada. Agora diante dos resultados celebramos com afinco a queda do desemprego, dando sinais de recuperação de uma das maiores crises sanitárias do planeta. O otimismo por aqui não é em vão, afinal a taxa registrada em Mato Grosso está abaixo da média nacional, que é de 14,1%.

Leia Também:  Polícia Civil prende jovem carregando nas costas uma espingarda em via pública

Ainda de acordo com o IBGE, estima-se que 1,6 milhão de pessoas em Mato Grosso estavam trabalhando no segundo trimestre deste ano, enquanto o número de desocupados era de 162 mil pessoas. E por que a construção civil exalta esta celebração? A resposta é animadora, claro, que celebraríamos juntamente com qualquer outro segmento, porém segundo o IBGE, a construção civil o foi o único que apresentou aumento no número de trabalhadores contratados, passando de 119 mil, de abril a junho de 2020, para 149 mil, no mesmo período deste ano.

De forma mais ampla, o setor também é expressivo no momento em todo o país, contratando aproximadamente um milhão de trabalhadores, representando 23,5% do total de novos ocupados no país. Os indicadores trazem ainda mais a certeza de que estamos no caminho certo, nosso segmento contribui efetivamente com a roda da economia, fazendo a diferença mais uma vez em um momento que todos nós precisamos exercitar empreendedorismo e força, afinal de contas não geramos empregos para números, mas para homens e mulheres, brasileiros que a cada dia renovam a esperança diante de períodos de transformações.

Leia Também:  Polícia Civil prende traficante que atuava no bairro Jardim União

Omar Maluf, Ceo do Grupo São Benedito

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Opinião

Novos sabores para Cuiabá sem perder nossa regionalidade

Publicados

em

A arte de empreender é desafiadora, imagino que a disciplina, o comprometimento, o amor e a paixão são componentes do resultado de excelência de uma obra prima. E Cuiabá, confesso, é inspiradora e mãe de espíritos empreendedores. Nossa capital calorosa e carregada de tradições começou a mudar, como deve acontecer com toda metrópole em sua linha do tempo. Aqui aprendemos o valor de ter uma identidade gastronômica marcante, e de levar nossos pratos regionais para onde formos, nem que seja na memória, ou a mesa com amigos, ou mesmo no coração. Quem nunca passou longas semanas, ou meses fora, e sentiu uma saudade gigante de um bom pintado a moda cuiabana, de uma ventrecha bem sequinha, de um pirão do jeito cuiabano de surpreender, ou o aconchegante escaldado cuiabano?! Todos esses pratos têm a cara da nossa terra, são simples, porém com sabores inconfundíveis.
O contrário também ocorre, nós cuiabanos receptivos que somos, adoramos também provar as delícias da culinária mundial, afinal desconheço um povo mais acolhedor, e sentimos nostalgia ao sentir novamente os sabores e aromas que nos apresentam fronteiras afora. E exatamente por isso é que vislumbramos uma nova Cuiabá, repleta de novidades gastronômicas. É fantástico ver esse empreendedorismo saboroso por aqui, e veio para ficar, pois os corações cuiabanos se abrem para o novo, mesmo mantendo sua rica identidade sempre viva e pulsante. Neste solo fértil trago para Cuiabá o conceito Frutaria, reforçando o quanto podemos ter alimentos saudáveis e saborosos em nosso dia a dia, e mais uma vez sendo possível manter e exaltar nossa regionalidade. O interessante saber que mesmo introduzindo novos sabores através de conceitos mais atuais e antenados com uma vida mais saudável com opções mais nutritivas e leves, nunca deixamos de exaltar o que é da nossa terra e ressignificando pratos cuiabanos aclamados, a exemplo do nosso famoso Maria Izabel, sempre presente no Join Fit.
De fato, enriquece a alma saber que uma nova marca, um novo conceito, ou um novo jeito de servir sempre surge em nossa Capital. Hoje, temos pratos divinos em restaurantes italianos, havaianos, fit e Gourmet e por aí vai, e ao mesmo tempo que ganhamos novas escolhas, a felicidade aumenta, fica sempre pronta a atender. O quanto é bom saber que a cada ano nossa Cuiabá recebe novidades e mais respeito através do fortalecimento de quem aqui escolheu para investir, mesmo tendo essa oportunidade em qualquer outra parte deste gigante universo. Gratidão por amar essa terra e aqui poder trazer inovações, elevando sempre nossa essência, executar sempre com excelência, seja o que for, e principalmente sem perder a beleza de nossa regionalidade, vamos manter nossas tradições e costumes sempre a mesa!!!

Leia Também:  Polícia Civil prende jovem carregando nas costas uma espingarda em via pública

Camila Piran, empresária do ramo gastronômico

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA