Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Capa

OPINIÃO DO DIA

Publicados

em

Enaltecer figuras maternais no dia das mães tem sido ao longo dos anos uma justa homenagem, merecida e aguardada.

Nada mais justo que reservar este espaço a uma figura das mais atuantes na maternidade e na política de Mato Grosso.

Lucimar Campos, prefeita de Várzea Grande, detém as duas características exaltadas acima com muita propriedade e competência.

Esposa do atual Senador Jaime Campos, D. Lucimar foi protagonista do título primeira dama em mandatos diversos e notabilizou-se como uma pessoa amável, elegante, presente e dedicada às causas sociais de maneira notória.

Há de se reconhecer, que à frente da prefeitura de Várzea Grande, com sucesso administrativo reconhecido, devemos lembrar: A Alcaide tem a frente de cercar-se de excelentes colaboradores que trazem a experiência como bagagem e a auxiliam com medidas acertadas.

Sorte como aliada, não é possível deixar de reconhecer, que a Prefeita tem brilho próprio, ideias inovadoras, disposição de sobra e um amor imensurável por sua terra e comunidade.

Da elegância a simplicidade, D. Lucimar circula com desenvoltura em todos os ambientes e causa frisson com seu jeito simples e atenção a todos.

Leia Também:  Disputa comercial entre EUA e China respinga nos mercados de câmbio

Várzea Grande, município sob sua administração, voa baixo em desenvolvimento, deixando rumores de crises e dificuldades ao largo de sua realidade.

Salários sempre em dia, projetos em franco andamento, aprovação da sociedade e desenvolvimento a olhos nus, demonstram de forma até simplória, que administração e lealdade a sua gente são ingredientes de enorme sucesso para D. Lucimar.

Vítima de um episódio familiar que abalou suas estruturas, o falecimento trágico de seu primogênito, nossa homenageada de hoje, após esta ferida incurável, dedicou-se a fazer o bem ao próximo de forma contundente e incansável, talvez essa atitude a tenha consolado e feito seguir a frente.

Figura queridíssima entre seus amigos mais próximos, respeitada pelos pares, esposa companheira e mãe exemplar, Dona Lucimar, representa o espírito do dia das mães, por isso, antecipo aqui nestas singelas linhas, a minha homenagem a mãe da política mato-grossense.

À dona Lucimar guerreira e a todas as mães deste nosso imenso Mato Grosso, os parabéns sinceros e emotivos que desejo a estas incansáveis mães, filhas e esposas razão de nossa existência.

Leia Também:  Brasil tem 5 milhões de pessoas superendividadas

JPM – João Pedro Marques é advogado e jornalista, com escritórios em Brasília e Mato Grosso.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Capa

Liberados mais R$ 18,6 milhões para os hospitais filantrópicos em Mato Grosso

Publicados

em

Por

Senador Wellington Fagundes voltou a manifestar preocupação com a escalada de vítimas e óbitos da Covid-19

O Ministério da Saúde liberou nesta segunda-feira, 1, a segunda parcela do auxílio financeiro emergencial às santas casas e hospitais filantrópicos sem fins lucrativos. Os recursos fazem parte dos R$ 2 bilhões de ajuda aprovada pelo Congresso Nacional, destinados ao combate à pandemia do coronavírus. Ao todo, foram depositados R$ 18,6 milhões para 21 unidades hospitalares, beneficiando 18 municípios de Mato Grosso.

Ao todo são beneficiados com essa ação emergencial um total de 17 unidades sem fins lucrativos em 14 municípios do Estado, que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS). Na semana passada, o Ministério já havia liberado R$ 3,1 milhões para Mato Grosso. O projeto de lei que deu origem ao auxílio emergencial havia sido aprovado no Senado no dia 31 de março e 19 de abril pela Câmara.

“Com essa segunda parte da liberação, com certeza os hospitais e santas casas beneficiados poderão ter fôlego para trabalhar de forma articulada com o Ministério da Saúde e os gestores do SUS, oferecendo r mais serviços, principalmente leitos de terapia intensiva” – destacou o senador Wellington Fagundes (PL-MT), líder do Bloco Parlamentar Vanguarda.

Leia Também:  Locadoras de Mato Grosso apostam em melhoria no ambiente de negócios

Fagundes voltou a manifestar preocupação com a escalada de casos confirmados e de mortes ocasionadas pelo novo coronavírus. No Brasil, os últimos números oficiais, indicam 519.704 casos com 29.534. Em Mato Grosso são 2.429 e 61 óbitos. “Nossa prioridade continua sendo a de salvar vidas” – frisou.

Nesse segundo repasse, serão beneficiados em Cuiabá o Hospital Santa Helena, com R$ 1,8 milhão; Hospital do Câncer, com R$ 1,1 milhão; e Hospital Geral, com R$ 2,8 milhões. Em Rondonópolis serão duas unidades: Associação Beneficente Paulo de Tarso, com R$ 871 mil; e Santa Casa de Misericórdia, com R$ 2,1 milhões.

Outros beneficiados são: Hospital São Luiz, de Cáceres (R$ 1.127 milhão); Centro Hospitalar Parecis, de Campo Novo (R$ 953 mil); Hospital Municipal Coração de Jesus, de Campo Verde (R$ 433 mil), Hospital Nilza Oliveira Pipino, de Claudia (R$ 223 mil); Hospital São João Batista, de Diamantino (R$ 648 mil); Hospital Bom Jesus, de Dom Aquino (R$ 145 mil); Hospital de Jauru, em Jauru (R$ 94 mil); Hospital São Lucas, de Lucas do Rio Verde (R$ 1.132 mil), Hospital Evangélico, de Vila Bela (R$ 428 mil) e Hospital Municipal de Nova Mutum (R$ 586 mil).

Leia Também:  Inflação da construção civil é de 0,35% em junho

Completam a lista: Hospital Geral de Poconé, R$ 594 mil; Hospital Vale do Guaporé, R$ 699 mil; Hospital São João Batista, de Poxoréu, R$ 485 mil; Hospital Amparo, de Rosário Oeste, R$ 677 mil; Hospital Santa Marcelina de Sapezal, R$ 578 mil; Hospital Santo Antônio de Sinop, R$ 1,013 milhão; Hospital e Assistência de Sorriso, R$ 10 mil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA