Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

NAYARA CERUTTI

Novo Você

Publicados

em

O final de mais um ciclo se aproxima, porém não é um mero adeus, acredito que 2020 será sempre rememorado como um ano histórico mundial. Não há como negar que o ano gêmeo influenciou, transformou, nos entristeceu, amedrontou, nos encorajou e até nos reinventou. Diante de tantas incertezas e adversidades não houve como não nos reposicionar, sejam nas relações pessoais, profissionais e até espirituais.  A profunda reflexão talvez tenha chegado à mente de toda a humanidade, afinal a pandemia rompeu todas as fronteiras, com uma velocidade incrível, e nos deixou atônitos, olhando a princípio como espectadores deste longo episódio dramático, que ainda não chegou ao fim, mas felizmente alguns protagonistas, vítimas do vírus, celebram o sabor de quem venceu uma guerra e ganhou uma nova chance enquanto outros acometidos pela tristeza, permanecem em suas trincheiras de dor.

Neste mar ou deserto que estamos atravessando, me deixa uma certeza, nossa resiliência deve sempre permanecer em exercício, a fé que não deve e não pode esmorecer e as mudanças necessárias que nos permitem ser melhores amanhã. A mudança e melhora em cada um de nós, talvez seja a melhor atitude que possamos ter no momento. Em minha profissão, elevo a autoestima através de mudanças na aparência e vejo com meus olhos esse milagre todos os dias. São as mudanças desejadas que nos desafiam, que nos encorajam e são necessárias. Quando nossas relações pessoais e profissionais são pautadas na geração de bem, acredito que as chances de alcançar a felicidade ou a força para continuar aumentam exponencialmente.

Leia Também:  O que a perda de peso me ensinou sobre Liderança e Gestão de Mudanças nas Empresas

Aqui na minha cadeira da clínica, onde meus pacientes desejam por mudanças em suas faces, incômodos que o acompanham uma vida inteira,  eu sei que na verdade o que grita e que não se ouve é para que sonhos sejam realizados, e quais são? A palavra em questão é a confiança e aceitação de si, a satisfação de se olhar no espelho e gostar do que se vê ou mesmo o resultado que permite um novo semblante, aquele que vai permitir que ganhe mais sorrisos, mais elogios, menos julgamentos. Sim, a harmonização orofacial galga caminhos muito além da beleza. É promotora de transformação, por isso não deixem de construir uma nova face e principalmente um novo você a cada dia, a harmonização não é apenas mudanças na face, mas uma conquista para a vida!

Nayara Cerutti, odontóloga com atuação em harmonização orofacial

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Opinião

Uma visita indesejada

Publicados

em

É minha gente, este foi o ano que se a mudança fosse uma pessoa, poderíamos dizer que todo mundo recebeu um morador novo em sua casa sem pedir, e de forma indesejada.

Houve tentativa de mandá-la embora, despejá-la e até fugir, deixando a casa inteira pra ela, mas ela estava lá, como uma sombra a perseguir cada família, cada indivíduo.

Cansada e sem sucesso na tentativa de me livrar da “Mudança”, que naturalmente se mantinha ali, resolvi dialogar com aquela estranha:

– Bom, já que vai ficar aí mesmo, quem é você? Quando você vai embora? Por que de tudo isso?

Ela não respondia, só se fazia presente, agora modificando muito cada pessoa que ali estava com ela, pessoas que com o tempo passaram a mudar o foco de suas preocupações e prioridades.

-Engraçado, nunca tinha olhado com tanto carinho para essa pessoa. Minha família, Amigos, companheiro ou companheira, meu trabalho, minha vida! Engraçado que desde quando essa dona Mudança chegou e resolveu se demorar por aqui, me tornei tão vulnerável, tão invadido, que preferi ficar no meu canto, cuidar da minha casa, lutar e valorizar o meu trabalho, e preservar os meus.

Leia Também:  Desfazer o normal há de ser uma norma

Com o tempo apesar de ainda indesejada, pude compreender melhor uma das intenções da Mudança, que passou a morar comigo, e de repente fazer parte da minha rotina.

O famoso: novo normal! Não significa que eu esteja conformado, mas percebi que ela tem um prazo, o prazo de nos fazer Valorizar a Vida!

Valorizar o porquê de estarmos aqui, e cada pessoa que está conosco.

Acredito que quando ela cumprir sua missão de nos despertar para a nossa missão, para o nosso papel como indivíduos neste mundo, de sermos pessoas de valor, acredito que aí ela poderá ir embora.

Enquanto isso, sigamos aprendendo com a Mudança ocorrendo em nossas vidas, nesta Pandemia.

Cynthia Lemos é psicóloga empresarial e coach.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA