Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

VICTOR MAIZMAN

Cavalo de troia

Publicados

em

O Cavalo de Troia foi um grande cavalo de madeira construído pelos gregos durante a Guerra de Troia, com o objetivo de conquistar a cidade fortificada de Troia, cujas ruínas estão em terras hoje turcas.

Tomado pelos troianos como um símbolo de sua vitória, foi carregado para dentro das muralhas, sem saberem que em seu interior se ocultava o inimigo, posto que à noite, guerreiros saíram do cavalo, dominaram as sentinelas e possibilitaram a entrada do exército grego, levando a cidade à ruína.

A história da guerra foi contada primeiro na Ilíada de Homero, mas ali o cavalo não é mencionado, só aparecendo brevemente na sua Odisseia, que narra a acidentada viagem de Odisseu de volta para casa.

Enfim, sem tecer minúcias sobre tal fato histórico, é certo que a criação do novo sistema de pagamento autorizado pelo Banco Central, o denominado “PIX”, pode sim em razão de sua facilidade operacional e gratuidade, facilitar a exigência de uma nova Contribuição sobre Movimentação Financeira, à exemplo da malfadada CPMF.

Conforme amplamente divulgado pela imprensa e pelas instituições financeiras, o PIX é um novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, que vai ser uma nova opção ao lado de TED, DOC e cartões para pessoas e empresas fazerem transferências de valores, realizarem ou receberem pagamentos.

Leia Também:  Nosso inverno de cada ano!

Portanto, com o PIX, as pessoas e empresas poderão fazer essas transações em menos de 10 segundos, usando apenas aplicativos de celular sem qualquer custo.

Importante ressaltar que na proposta de Reforma Tributária apresentada pelo Governo Federal, foi incluída a possibilidade da instituição de uma “CPMF Digital”.

Trata-se da ressurreição da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira, criada em 1996 e que dessa vez deve incidir sobre as transações financeiras digitais.

A proposta é que seja exigido de 0,2% e 0,4% sobre as transações financeiras que acontecem de forma digital e isso inclui operações em e-commerces, por exemplo e, claro, o PIX.

De fato, com o aumento exponencial das compras feitas de forma online impulsionadas pela pandemia do coronavírus, o Governo Federal teria na “CPMF Digital”, uma fonte de arrecadação das mais generosas.

Contudo, como mencionado em outros artigos que venho tratando sobre as propostas de reforma tributária, não é o momento de majorar a carga fiscal, justamente agora em que começamos a ver uma projeção da retomada da economia global em razão da proximidade da extinção do quadro pandêmico que resultou no agravamento financeiro da sociedade em geral.

Leia Também:  "A Fazenda 12": Após Biel e Victória caírem do cavalo, internautas se divertem

Portanto, independente do que conta a história, não precisamos ir muito longe para ouvirmos o adágio popular que diz que quando a esmola é demais, até o santo desconfia.

Victor Humberto Maizman é advogado e Consultor Jurídico Tributário.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Opinião

Desacreditadas

Publicados

em

Quando ocorre de uma mulher vir a público expor o que acontecia em seu relacionamento, muitas pessoas se veem no direito de julgá-la: “Por que não terminou antes?”; “Ficou tanto tempo porque quis”; “Com certeza aceitava ser traída”; “Não ouviu os pais, deu nisso”.

O que essas mesmas pessoas não sabem, mas deveriam procurar saber é que existe um ciclo de violência, onde a mulher nem percebe que está nele. Ela confia que realmente está louca, porque é assim que o companheiro a faz sentir; ela acredita que apanhou por culpa própria; ela crê que ele a agride verbalmente e/ou fisicamente porque a ama demais.

Fora o fato de que muitas têm medo da pessoa que está ao seu lado e não sabe como se livrar desse homem, concordando piamente que se ela terminar, ele irá matá-la.

Cuidado ao julgar mulher que está ou esteve em relacionamento abusiv
É muito importante sempre acreditarmos na palavra da vítima, afinal ninguém apanha ou é traída porque quer. O que acontece depois de uma briga são flores, declarações de amor, promessas de que irá mudar e o pior: dizer que ela é maluca e inventou tudo pelo seu ciúme excessivo. A mulher acaba se sentindo verdadeiramente culpada e ainda pede perdão ao companheiro por ter causado todo o transtorno, onde o único culpado é ele.

Leia Também:  Gás natural no Distrito Industrial, um sonho perto da realização

Então, muito cuidado ao julgar uma mulher que está ou esteve em um relacionamento abusivo. Já não basta todas as cicatrizes que ela terá que carregar pelo resto da vida.

Quando perceber de uma amiga, prima, irmã, etc. estar passando por um namoro/casamento tóxico, não aponte o dedo a ela, fique a seu lado e esteja lá para quando ela precisar. Ofereça ajuda e a faça se sentir amada e incrível. Com o tempo, a mesma vai notar que merece mais e precisará que as pessoas que querem o seu bem estejam lá para tirá-la das mãos do agressor, evitando que o pior aconteça.

Mulheres, vocês precisam acreditar nas outras mulheres. Já não basta tudo que nós passamos em virtude do machismo diariamente. Nós somos as únicas que conseguimos entender umas as outras.

Quando uma abrir a boca para discorrer sobre suas feridas de um relacionamento ruim, não atire pedras, diga: “Amiga, eu estou aqui e isso nunca mais vai acontecer com você”.

Portanto, agora quero falar para você que está sem coragem e está lendo esse texto: Você é extremamente maravilhosa, não está louca e não merece sofrer. Eu estou aqui, eu acredito em você e juntas seremos mais fortes para te fazer livre. Não tenha medo.

Leia Também:  "A Fazenda 12": Após Biel e Victória caírem do cavalo, internautas se divertem

Michelle Leite de Barros é advogada em Cuiabá-MT.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA