Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MULHER

Confira 7 dicas para dormir melhor nos dias gelados

Publicados

em


source

Alto Astral

Confira 7 dicas para dormir melhor nos dias gelados
Reprodução: Alto Astral

Confira 7 dicas para dormir melhor nos dias gelados

Sabe aquela preguiça para acordar nos dias frios ? Quando o inverno chega, não é novidade para ninguém a luta que é levantar e encarar a rotina. Porém, muitas vezes, a insônia bate à porta durante a noite e algumas pessoas acabam ficando mais despertas nessa estação do ano. A energia repentina e noturna pode ter diversas razões, mas, se tratando do inverno, as temperaturas baixas do cômodo ou o cobertor inapropriado que não esquenta o corpo podem estar entre as principais razões para uma noite mal dormida.

De acordo com pesquisa da SleepUp, uma plataforma que utiliza terapia digital para ajudar no tratamento da insônia, cerca de 24% dos indivíduos entrevistados afirmaram pegar no sono com mais dificuldade durante o inverno. Já aproximadamente 46% das pessoas relataram que o frio em si é o principal fator que atrapalha o repouso; e, por fim, para mais de 23% os problemas respiratórios comuns desse período acabam prejudicando a qualidade do sossego.

Ainda segundo o estudo, como forma de minimizar o impacto das baixas temperaturas na hora de descansar, os indivíduos analisados revelaram recorrer a algumas estratégias. Mas, como mostra o levantamento, 44% dessas pessoas estão adotando comportamentos que mais prejudicam do que ajudam na qualidade do sono – 13% declararam utilizar os aparelhos eletrônicos para caírem no sono.

Leia Também:  Água na limpeza: 7 dicas para evitar o desperdício e economizar na conta

Segundo Gabriel Pires, diretor de pesquisa da SleepUp, utilizar eletrônicos antes de dormir é um dos maiores fatores que prejudicam o sono, causando justamente o efeito oposto e atrasando processo de adormecer.

Shutterstock

Você viu?

Poucos sabem, mas o clima do cômodo também conta para um sono regulado. Estudos indicam que a temperatura ambiente ideal para proporcionar um bom descanso à noite é entre 18 °C e 22 °C. Dessa forma, é muito comum que com a chegada do inverno as pessoas sintam impactos na qualidade do sono.

De acordo com Gabriel, o sono é muito importante para a imunidade, e ficar sem dormir, ou dormir mal, pode prejudicar o sistema imunológico e a resposta imune, tornando as pessoas mais suscetíveis a gripes e resfriados, além de intensificar quadros de rinite, sinusite, alergia ou asma.

Ele também alerta que quando relaxamos e dormimos, a nossa temperatura corporal diminui, dessa forma, é preciso se proteger bem da friaca. “Somado a isso, as madrugadas são, normalmente, mais frias. Assim, é preciso ficar atento a alguns pontos importantes antes de dormir para que esse frio excessivo durante a noite não cause despertares noturnos e não prejudique o descanso”, complementa.

Leia Também:  Lua Crescente em Libra: foco nas relações

Sendo assim, para ter uma noite de sono mais tranquila, agradável e saudável, confira 7 dicas para dormir melhor nos dias gelados :

  • Utilize pijamas ou roupas quentes e confortáveis para dormir.
  • Tenha um bom cobertor de fácil acesso para o caso de sentir mais frio durante a noite; porém, cuidado para não se aquecer demais, pois isso também pode atrapalhar o sono.
  • Se você tiver asma, rinite ou outros problemas respiratórios, evite cobertores ou roupas que possam causar alergia .
  • Bebidas quentes ajudam a aquecer e relaxar, mas não exagere na quantidade para não ter que acordar durante a noite para ir ao banheiro.
  • Evite bebidas alcoólicas, cafeína e outros tipos de estimulantes, como chá-mate ou chá-verde.
  • Pode ser tentador passar mais tempo deitado debaixo das cobertas, mas evite permanecer na cama além do período em que de fato for dormir – ou seja, não fique vendo TV, usando internet ou o celular .
  • Não recorra a remédios para dormir sem acompanhamento médico, dê preferência a soluções não farmacológicas e que tratam as causas do problema.

Fonte: Gabriel Pires, diretor de pesquisa da SleepUp .

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MULHER

De artesanato à grana extra: saiba o que fazer com as roupas que não usa mais!

Publicados

em


source

Alto Astral

De artesanato à grana extra: saiba o que fazer com as roupas que não usa mais!
Reprodução: Alto Astral

De artesanato à grana extra: saiba o que fazer com as roupas que não usa mais!

Comprou e não gostou. Comprou, usou e enjoou. Ganhou e não usou. As roupas fazem parte da nossa vida e da nossa história, estando presente em momentos importantes e até mesmo sendo nossa forma de expressão e comunicação. Existem aquelas peças que são as preferidas e usamos até realmente não dar mais ou não fazer mais sentido. E tem também a roupa que nunca combinou tanto com nosso estilo e acabou ficando parada no guarda-roupa. Mas o que fazer com tanta coisa?

A moda, além de uma poderosa ferramenta de autoestima, é também economia, sociedade e sustentabilidade. Por isso, é fundamental agir com consciência tanto no consumo, quanto no descarte das peças. E ambos estão completamente interligados, se pensarmos que compra e venda é um ciclo sem fim. Então, que tal dar um novo destino para aquela roupa que está guardada há tanto tempo?

Cada vez mais as marcas propõem ações de reuso, como é o caso do “Moda Sem Ponto Final”, posicionamento da Malwee. “Uma peça que não usamos mais e que já fez parte de momentos importantes para nós, ainda pode fazer parte da vida de outras pessoas. O descarte não precisa ser prejudicial para o meio ambiente e ainda pode deixar o dia de alguém mais feliz” conta Patrícia Calixto, Gerente de Produto e Marca da empresa.

Leia Também:  Bota tratorada: saiba como usar o calçado robusto de acordo com o seu estilo

Assim, aprenda 4 destinos sustentáveis, conscientes e adequados para peças que já foram tão queridas e merecem um novo lugar especial!

Comece separando as roupas que não usa mais! (Shutterstock)

1. Customização

Customizar uma peça é dar uma nova aparência a ela e, muitas vezes, isso é suficiente para que ela se encaixa novamente no seu estilo. Para isso, você pode cortá-la, pintá-la e aplicar alguns materiais, como lantejoulas, strass, tachas, broches e até plumas. Se mesmo assim a roupa ainda não fizer sentido, vale pensar em reaproveitar o tecido para outras finalidades!

Você viu?

2. Doação

O inverno é a estação em que mais acontecem campanhas de doações de roupa, devido ao frio intenso. No entanto, qualquer época é propícia para fazer o bem. Além de dar as peças para amigos, familiares e conhecidos, separe algumas para doar às pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, através de ONGs e associações.

3. Troca

Os grupos e as plataformas digitais são perfeitos para quem deseja trocar peças e objetos. Por lá, é possível encontrar pessoas que estejam buscando exatamente aquilo que você deseja trocar, o que facilita bastante o processo! Combine sempre os detalhes e escolha um local seguro para realizar a troca, ok?

Leia Também:  Lua Crescente em Libra: foco nas relações

4. Revenda

Quem não gosta de fazer uma grana extra, não é mesmo? Vender as roupas que já não usa mais pode ser uma boa pedida para conseguir um dinheiro e ainda desocupar as gavetas. Para essa opção, você pode procurar por brechós, grupos online ou até mesmo abrir sua própria lojinha virtual!

Colaboração: Malwee.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA