Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MATO GROSSO

Setor de base florestal apesenta área de manejo a órgãos de fiscalização e controle

Publicados

em

Aproximar a prática da teoria em busca do aperfeiçoamento dos mecanismos de fiscalização e controle do setor de base florestal. Foi partindo dessa premissa que cerca de 30 pessoas – entre integrantes da cadeia produtiva da madeira, membros dos órgãos ambientais, de fiscalização e de investigação – participaram, de uma visita técnica em uma área de manejo sustentável situada no noroeste de Mato Grosso, divisa com o estado de Rondônia, em plena Amazônia Legal.

O encontro, que também serviu para criação de um Gabinete de Gestão Integrada na região visando o fortalecimento das ações conjuntas controle, monitoramento e fiscalização, ocorreu na fazenda Consolação. A propriedade está localizada na cidade de Juína (a cerca de 740 km de Cuiabá), intitulada de a ‘Rainha da Floresta’. E foi lá, em meio a diversidade do bioma amazônico, que os participantes puderam conhecer de perto como funciona o manejo florestal sustentável.

O guia dessa experiência em meio à floresta foi Paulo Augusto Veronese, principal representante do setor na região. O empresário, que preside o Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno) desde 2017 e integra a diretoria do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado (Cipem), esclareceu diversas dúvidas do grupo, durante as quase três horas de visita.

Leia Também:  Excesso de tributos prejudica indústrias de base florestal em MT

“Foi uma experiência muito positiva, porque existe uma certa distância entre a teoria e a prática. Tem coisas que só quem está na ponta sabe. E foi bom poder demonstrar isso aos participantes. Às vezes, quem autoriza, monitora ou fiscaliza, não tem uma ideia real das possíveis falhas, incongruências ou inconformidades que ocorrem quando se vai da teoria à prática”, considerou o anfitrião.

A proposta da visita técnica partiu da iniciativa do Ministério Público do Estado (MPE) e foi coordenada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). A vistoria ‘in loco’ envolveu representantes de diversas entidades como o Simno, Cipem, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), Polícia Judiciária Civil (PJC) e Polícia Militar Ambiental.

Para o presidente do Cipem, Rafael Mason, o compartilhamento de informações e experiências com os órgãos de comando, fiscalização e controle só reafirmam o compromisso do setor de base florestal com a transparência da atividade. “Consideramos que vivências como esta dão a oportunidade do aprendizado, na prática, da técnica do manejo florestal sustentável. E o Cipem defende o equilibrio entre produção e conservação ambiental”, pontuou.

Leia Também:  Empresa de Manaus abre centro de distribuição de gás em Cuiabá

Após a vistoria técnica realizada em área pela Sema, a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazaretti, e sua equipe apresentaram as ações desenvolvidas pelo órgão no combate aos crimes ambientais, além da mais nova ferramenta de monitoramento e fiscalização, a plataforma Planet; capaz de identificar, por meio de imagens de alta resolução, possíveis ilícitos em tempo real.

O superintendente do Ibama, Gibson Almeida, a delegada da PJC, Alessandra Saturnino, o promotor de Justiça, Marcelo Vacchiano, e o representante do Batalhão da Polícia Militar Ambiental, Ten. Cel. Daniel Salustiano, enfatizaram a importância do cruzamento de dados e informações para as investigações de possíveis crimes ambientais. A troca será possível em breve, com a criação do Gabinete de Gestão Integrada na região.

Fonte:Fiemt

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

MATO GROSSO

“O social é minha missão e meu compromisso com Mato Grosso”, afirma primeira-dama

Publicados

em

A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, apesar de não ocupar uma função pública na gestão de seu marido, o governador Mauro Mendes, articula de forma voluntária as decisões e conduções das ações e programas sociais do Governo do Estado.

Sempre em parceria com a secretária de Assistência Social, Rosamaria Carvalho, pessoa de sua confiança, a primeira-dama atua de forma direta e intensa em prol da melhoria na qualidade de vida da população vulnerável, à frente dos programas que são desenvolvidos na Setasc.

Ela conta que essa atuação se dá por sentir que tem a missão de dividir as bênçãos recebidas por ela e sua família com as pessoas que mais precisam. A missão e o compromisso vão além disso, pois Virginia busca agregar parceiros em prol das ações voluntárias.

“Todo mundo gosta de ajudar na sua essência e sinto que eu sou essa ponte, essa articuladora entre quem precisa e quem pode e quer contribuir. Incentivar e ampliar a solidariedade e o voluntariado é o que me motiva”, afirma a primeira-dama.

A senhora sempre abraçou a causa social. O que a motiva neste trabalho de olhar e agir pelas pessoas em situação de vulnerabilidade?

Virginia Mendes – Muito antes de eu ser primeira-dama de Mato Grosso e também de Cuiabá eu sempre gostei de fazer ações sociais e de ajudar as pessoas. Eu tenho muito a agradecer a Deus, por todas as bênçãos que Ele sempre proporcionou na minha vida e da minha família e este é um dos meus propósitos, cuidar e olhar por aqueles que mais precisam. Fazer o bem é uma coisa que me traz muita alegria e satisfação e faço isso de todo meu coração. Quando você consegue mudar a vida de uma pessoa, com pequenos gestos e atitudes, é algo extremamente recompensador e esta é a minha missão.

Apesar de preferir não ocupar um cargo público, a senhora é uma das principais articuladoras das ações da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc). Como funciona essa parceria?

Virginia Mendes – Sempre estive ao lado do Mauro em todos os desafios assumidos e designados. Quando ele venceu as eleições para o Governo de Mato Grosso e precisou se afastar das funções administrativas e empresariais eu assumi, ao lado de meu filho Luis Antônio, a questão dos nossos negócios e isso toma boa parte do tempo. Além disto, Maria Luiza, a caçula, ainda é muito pequena e como mãe preciso priorizar as necessidades dela também. Nossos três filhos Ana Carolline, Luis Antônio e a Maria Luiza são e sempre serão minhas prioridades.

Contudo, fiz questão de indicar uma pessoa da minha confiança, que é a Rosamaria Carvalho, atual titular da Pasta da Setasc. Tivemos a experiência de conduzir juntas o Siminina, quando estávamos à frente da Prefeitura de Cuiabá e deixamos o programa com mais de 1.500 meninas matriculadas e com inúmeros investimentos realizados. Fizemos muito mais do que um lugar de cuidar de crianças, realizamos uma verdadeira transformação social na vida das meninas.

E independente de não ter assumido o cargo estou junto dela nas tratativas das ações, nas tomadas de decisões e na condução dos projetos e programas sociais. Mesmo sem assumir o cargo tenho atuado de forma direta e intensa em prol da melhoria na qualidade de vida da população, à frente dos programas que são desenvolvidos na Setasc. Como primeira-dama eu tenho um trânsito junto à todas as demais Pastas do Governo e pela minha experiência como empresária consigo agregar muito, trazendo parceiros e engajando a sociedade como voluntários nas nossas ações sociais.

Em todas as ações promovidas pela senhora, como o Bazar Vem Ser Mais Solidário e a própria campanha Vem Ser Mais Solidário, centenas de pessoas e empresas se mobilizam pela causa, seja com doações, com parcerias, ou mesmo com trabalho. Qual a inspiração e o trabalho da senhora para motivar tantos voluntários?

Virginia Mendes – Sempre digo que ninguém faz nada sozinho. Acredito que a maior inspiração que eu tenho é a de saber que unidos somos mais fortes e podemos ir mais longe. E outro ponto que acho que motiva as pessoas a apoiarem as nossas ações é a credibilidade e o reconhecimento que sempre faço questão de dar a quem nos ajuda. O povo mato-grossense e brasileiro é muito generoso. Somos reconhecidos assim mundo a fora, como um povo que gosta do coletivo, que não é individualista. Todo mundo gosta de ajudar na sua essência e sinto que eu sou essa ponte, essa articuladora entre quem precisa e quem pode e quer contribuir. Incentivar e ampliar a solidariedade e o voluntariado é o que me motiva. Sou muito grata a todos que sempre nos apoiam, que nos ajudam nas nossas ações. Sem a participação de cada um de vocês nós não conseguiríamos alcançar tantos resultados e ajudar milhares de famílias carentes. Minha gratidão eterna!

A senhora coordena voluntariamente a Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf), que também promove ações de prol das pessoas mais necessitadas. Quais ações a senhora cita como mais importantes que foram desenvolvidas pela unidade nestes quase 2 anos de gestão?

Virginia Mendes – Primeiramente quero agradecer toda a minha equipe da UNAF por todo o empenho e dedicação com que realizam as nossas ações sociais. O ano de 2019 foi um ano em que o objetivo principal era o de consertar o nosso Estado. Nós já sabíamos da situação caótica em que se encontravam as contas públicas. Tínhamos fornecedores com pagamentos em atraso, o Estado devia prefeituras, devia 13° salário do funcionalismo. Por isso, tivemos que adotar medidas de austeridade e de reequilíbrio financeiro com foco na redução de despesas e na organização da casa. E este primeiro ano de mandato foi bem desafiador, mas mesmo assim tivemos muitos avanços. E destaco:

Reabertura da Santa Casa e reforma da ala pediátrica do Hospital – Essa foi uma demanda em que me envolvi diretamente. Pedi ao governador Mauro Mendes que fizesse isso, pois hoje está mais do que comprovado o quanto a Santa Casa é importante e tem ajudado muito no atendimento na área de saúde.

Conseguimos por meio de uma ação social no dia do meu aniversário centenas de brinquedos e eletrodomésticos em prol da reforma e melhoria da ala pediátrica da Santa Casa. Isso tudo por meio da mobilização de empresários, amigos pessoais, autoridades políticas em prol da causa.  Foram contabilizados cerca de 400 brinquedos, 28 televisões de 43 polegadas, 22 frigobares, um aparelho de ar-condicionado de 60 mil BTUs, sete mesas digitais com jogos recreativos e educacionais, entre outros itens. Tudo viabilizado por meio desta ação solidária.

Foi feita ainda toda a ambientação nas paredes e nos corredores, que ganharam cores vivas e alegres, com desenhos lúdicos e inspiradores, obra do meu querido amigo, o artista plástico Rafael Jonnier.  Além disso, os quartos também foram ambientados com lindos adesivos, alegres e com temas infantis. Foram montadas 3 brinquedotecas, com mobiliário, brinquedos, mesas digitais com jogos e aplicativos. Tudo para que as crianças que estiverem em tratamento tenham um acolhimento digno e possam se recuperar ainda mais rápido.

E eu tive a ajuda de centenas de pessoas para isso. Foram mais de 300 parceiros, entre amigos, familiares, empresários e sociedade em geral. Agradeço imensamente de coração a todos que nos ajudaram nesta ação. Não tenho nem palavras para agradecer.

SER Família – Também foi em 2019 que iniciamos as reformulações no programa SER Família, cuja lei anterior era a do Pró-Família e após muitos estudos e um amplo levantamento aprovamos este ano a nova Lei nº 569/2020, avançando no atendimento aos públicos mais vulneráveis. Quero aqui fazer um reconhecimento público ao deputado estadual Max Russi, que ajudou muito na reformulação e tem sido um grande parceiro.

Entre as mudanças e melhorias no SER Família estão a ampliação da utilização do benefício, que continuará sendo depositado em um cartão, para a compra de outros gêneros de primeira necessidade, tais como medicamentos, material escolar, itens de vestuário. A aquisição de alimentos continua sendo uma prioridade do programa. E pela nova lei o valor pago poderá ser de até 1 UPF (Unidade Padrão Fiscal de Mato Grosso).

SER Idoso – O novo SER Família traz ainda a criação dos programas ‘SER Idoso’, com a transferência de até 2 UPFs, à compra exclusiva de medicamentos aos idosos mais vulneráveis.

SER Criança – O ‘SER Criança’, com o valor de até 2 UPFs, é voltado às mães carentes que possuem filhos com até 12 anos e poderão usar o recurso para a compra de itens de vestuário, alimentos e materiais escolares.

E também teremos dentro do SER Criança espaços físicos estruturados com o objetivo de ofertar atividades de desenvolvimento para crianças no contraturno escolar, como, por exemplo, aulas de música, dança, esportes, artes, reforço escolar, tudo com foco na melhoria da qualidade de vida das crianças participantes.

Estamos começando por Poconé, com o projeto piloto, e a meta é atender 1 mil crianças no município. Após Poconé, vamos expandir o SER Criança para outros municípios. Cuidar das crianças mais carentes é uma das minhas prioridades e vou fazer em Mato Grosso de maneira ainda maior e melhor do que fiz quando fui primeira-dama de Cuiabá e coordenei o Siminina. Podem ter certeza disso.

SER Mulher – Que vai garantir o pagamento de um auxílio às mulheres vítimas de violência doméstica por meio de aporte financeiro de até um salário mínimo exclusivo para o pagamento de aluguel, por um período máximo de seis meses.

Todos estes projetos têm como pilares a Superação, a Esperança e o Respeito (SER), que são as marcas das ações que estou implementando em Mato Grosso.

Vamos revolucionar Mato Grosso e mudar a realidade de milhares de pessoas por meio deste amplo programa social.

Delegacia 24 horas da Mulher – Ainda dentro do SER Mulher, uma das primeiras bandeiras que assumi quando iniciamos o mandato foi a criação da primeira Delegacia 24 horas da Mulher. Uma demanda que era um sonho de mais de 10 anos e que graças à parceria de centenas de pessoas conseguimos tirar do papel e inaugurar no dia 08 de setembro de 2020.

Leia Também:  Prefeito realiza coletiva para lançamento do Réveillon dos 300 Anos

A Delegacia garante de forma ininterrupta atendimentos e acolhimento às vítimas de violência doméstica. Para somar forças e arrecadar mais recursos, realizei ao longo do ano de 2019 eventos e ações beneficentes em prol do plantão. A primeira delas foi a realização de um Leilão Solidário, em março de 2019, numa parceria com a renomada estilista Martha Medeiros e com a empresária Silvia Lino da loja Corpo e Arte, que angariou mais de R$ 100 mil para as obras. Quero agradecer também as empresárias Marilene Scheffer, Carolinha Scheffer, Juliana Barbour, Norma Galindo, Inês Marina Bortoli, Joani Asckar, que foram as principais arrematadoras do leilão e nos apoiaram muito por meio doações para a obra. Também agradeço a Raquel Haddad e a Carolina Galindo, da Talento Jóias, que somaram forças no evento.

Outra ação desenvolvida foi em parceria com a tradicional joalheria Sauer Joias, a partir da atuação da embaixadora da marca em Mato Grosso, Daniela Almeida, em que parte das vendas realizadas num evento com a presença do colunista Bruno Astuto também foi destinado ao plantão 24 horas.

E em parceria com a empresária Karine Roder, proprietária da loja Vila Konceito, promovemos uma rifa solidária, que também angariou recursos. Na ação da rifa, os renomados estilistas Fabiana Milazzo, Patricia Bonaldi, Marcelo Quadros e Lolitta doaram, cada um, um vestido de alta costura, que foram os prêmios da rifa.

Por meio de todos estes eventos conseguimos reunir mais de R$ 200 mil em recursos. Valores que foram investidos na obra e nos equipamentos, permitindo ter um diferencial e fazendo com que as mulheres não se sintam em um ambiente hostil e frio, como, costumeiramente as delegacias são.

A unidade conta com salas apropriadas para acolhimento das vítimas, cartórios, salas de atendimento, para as equipes que atuam no local, além de uma brinquedoteca e playground para crianças. Até mesmo a equipe do plantão, formada por cinco delegadas e mais as equipes de escrivães, investigadores, assistentes sociais e psicólogas, no total de 50 servidores da Polícia Civil, também participei da montagem, a fim que de tudo fosse feito com intuito de garantir um atendimento com dignidade para as mulheres vítimas de violência doméstica e sexual.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, destacou que a unidade vai servir de espelho para outras delegacias de proteção às mulheres e vítimas de violência do país. E ela desafiou outros governadores do Brasil para que tentem fazer uma delegacia mais espetacular que a nossa, falas dela durante seu discurso na inauguração.

Por meio dessa bandeira, tenho mantido uma grande articulação com a primeira-dama do País, Michelle Bolsonaro, que foi destaque no nosso evento de inauguração. Michelle elogiou a nova estrutura e afirmou que estas inciativas são fundamentais para combater esses crimes, e para que mais mulheres possam ser atendidas com sensibilidade, acolhimento e segurança.

Cabe destacar que todas as iniciativas que desenvolvemos no combate à violência doméstica contam com o apoio do Poder Judiciário, por meio da atuação da desembargadora Maria Erotides Kneip, uma referência no Estado e com quem tenho a honra de atuar lado a lado em prol desta causa.

SER Inclusivo – A inclusão social também tem recebido bastante atenção. Além do cartão com benefício financeiro, que garante o pagamento de até 2 UPFs para a melhoria da qualidade de vida deste público. Já promovemos ações concretas na defesa e valorização das pessoas com deficiência com a construção de um elevador para garantir a acessibilidade dentro do Palácio Paiaguás. Também fui a madrinha do 1º Desfile de Moda Inclusiva e Acessível, que emocionou a plateia e marcou a história de cada participante. Na passarela, pessoas com diferentes tipos de deficiência mostraram que a moda pode e deve ser inclusiva.

Carteirinha do Autista – E em relação ao público autista, tenho dado uma atenção especial às famílias com crianças autistas. Fui convidada a ser madrinha da causa, estreitando as parcerias, no sentido de oferecer atendimento e serviços que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas com autismo em Mato Grosso. Recentemente a comunidade autista foi contemplada com a implantação da Carteira de Identificação do Autista. Junto com o governador Mauro Mendes realizamos as entregas das primeiras carteirinhas.

O documento tem validade estadual e nacional e facilita o acesso a lugares públicos e privados de forma prioritária para pessoas diagnosticadas com autismo. Foi um evento muito emocionante e um dia histórico para a comunidade autista. Este é um grande passo na luta pela inclusão em nosso Estado. Agradeço o deputado estadual Sebastião Rezende, autor da Lei de nº 10.997 que criou a carteira e por me convidar para somar neste projeto social tão relevante para a inclusão social dos autistas. Assim como destaco e agradeço a Érica Barbieri, psicóloga e coordenadora do projeto Autismo na Escola e o seu filho, o médico Enã Nascimento, por me convidarem a somar com eles nesta luta tão especial.

Fiquei muito emocionada com tudo o que ouvi, com todas as histórias lindas que me trouxeram e estou pronta para ajuda ainda mais e viabilizar ações e projetos voltados para a promoção de uma vida digna e repleta de qualidade para não somente os autistas, mas todas as crianças e adultos com algum tipo de deficiência.

SER Cidadão Indígena – Neste projeto realizamos mais de 10 mil atendimentos de cidadania e assistência social na aldeia indígena Halataikwa, da etnia Enawenê-nawê, localizada entre os municípios de Juína e Comodoro. A iniciativa foi inédita e atendeu a um pedido feito pelos próprios índios ao governador Mauro Mendes e a mim. Uma demanda de anos que eles tinham até entrado com uma ação contra os governos passados, que nunca cumpriram o compromisso com eles. E nós fomos lá e fizemos. Durante 20 dias, mais de 70 profissionais estiveram na aldeia realizando emissão de documentos pessoais e levando diversas informações para os índios. E também levamos brinquedos e material escolar para 450 crianças da aldeia e as mulheres receberam kits de manicure, produtos de higiene pessoal e receberam cursos de qualificação. Foi maravilhosa esta ação.

Por meio das nossas campanhas Vem Ser Mais Solidário e Aconchego já entregamos mais de 25 mil cestas básicas e 25 mil cobertores a todas as 43 etnias indígenas existentes em Mato Grosso.

Esse estreitamento com os povos indígenas é algo que tenho realizado com bastante amor. Tenho um enorme carinho e respeito por este público. Estive por duas vezes com os Paresi, a quem agradeço em nome do cacique Rony Azoinayce, e com os Xavantes, e quero aproveitar a oportunidade para agradecer pelo carinho e pelo reconhecimento destas duas etnias. Fui agraciada como madrinha dos Xavantes. Em recente entrega de brinquedos que realizados na Aldeia Sangradouro o cacique Alexandre Tsereptesé destacou que era a primeira vez que a aldeia Sangradouro recebia a visita de uma primeira-dama do Estado de Mato Grosso. E isso me deixa muito feliz. Quero trabalhar cada vez mais em prol do desenvolvimento dos povos indígenas, permitindo que eles alcancem melhoria da qualidade de vida, mantendo as tradições e a riqueza da sua cultura.

Campanha do Aconchego – Olhar para as famílias mais carentes e com fragilidades tem sido uma das minhas maiores motivações e neste sentido, desde o ano passado, desenvolvemos a campanha do cobertor ‘Aconchego’. Em 2019 foram 100 mil cobertores distribuídos e este ano o número dobrou para 200 mil mantas, contemplando os 141 municípios, as comunidades indígenas, quilombolas e diversos projetos sociais e entidades filantrópicas.

Vem Ser Mais Solidário – Entre os nossos projetos mais recentes, a campanha Vem Ser Mais Solidário tem conseguido alimentar mais de 1 milhão de pessoas em Mato Grosso. Lançada no início da pandemia para oferecer suporte às famílias carentes por meio de doações de cestas básicas ela vai ser uma campanha de apoio permanente, mesmo depois que acabar a pandemia. ela campanha Vem Ser Mais Solidário estamos distribuindo mais de 330 mil cestas, acompanhadas com kits de limpeza. Por meio de uma grande corrente de solidariedade conseguimos arrecadar mais de R$ 5 milhões em recursos, que foram revertidos em cestas básicas.

A fome é algo que dói muito e por isso me empenhei bastante para que conseguíssemos ajudar milhões de famílias no Estado. Agradeço a todos os nossos parceiros, que tem me ajudado a fazer com que estes alimentos cheguem à mesa dos que mais precisam. Destaco a valiosa parceria da Setasc, da Defesa Civil e da Polícia Militar, além de outros voluntários.

Pessoas em situação de rua – A nossa campanha Vem Ser Mais Solidário tem ajudado todos os públicos, inclusive as pessoas em situação de rua. Um público que precisa de atenção e cuidados.  Desde o início da pandemia do coronavírus, cerca de 200 marmitas por dia são entregues aos moradores em situação de rua e para pessoas de baixa renda. As marmitas são produzidas no nosso Restaurante Prato Popular.

Mais de 75 mil refeições foram servidas pelo restaurante, sendo que deste total aproximadamente 32 mil marmitas foram entregues de março a setembro.

Sabemos que são inúmeros os motivos que levam uma pessoa a ir morar nas ruas e por isso estamos estruturando ainda mais o atendimento prestado pela Setasc, por meio da Secretaria-Adjunta de Direitos Humanos, às pessoas que vivem em situação de rua, com foco no respeito à dignidade, garantia de atendimento à saúde e tentando resgatar os vínculos familiares e comunitários destas pessoas.

Infância Feliz – Outro projeto que integra o programa Ser Criança e tem como foco atender crianças carentes na data comemorativa do Dia das Crianças. Mais de 6 mil crianças carentes de municípios do interior, de Cuiabá e também de aldeias indígenas receberam brinquedos este ano, entre Barbies, Baby Alive, super-heróis, bolas e jogos. Entre elas, filhas dos trabalhadores dos aterros sanitário de Cuiabá e Várzea Grande. Na terra indígena Sangradouro, entre os municípios de Primavera do Leste e Barra do Garças, mais de 500 crianças da etnia xavante receberam brinquedos.

Leia Também:  Câmara aprova MP com medidas de prevenção à Covid-19 no setor portuário

No ano passado, também comemoramos a data com 3.500 crianças da rede estadual de ensino numa programação especial no Sesi Park. O objetivo foi proporcionar às crianças um dia de lazer repleto de brincadeiras e diversão.

Bazar Vem Ser Mais Solidário – Desde quando fui primeira-dama de Cuiabá, tenho promovido bazares solidários no intuito de arrecadar fundos para ajudar projetos sociais. O mais recente foi realizado no início do mês de outubro, no Palácio Paiaguás.

Assim como na época da Prefeitura de Cuiabá, a ação foi um sucesso, era para ter durado quatro dias, mas todas as 8 mil peças foram vendidas em três dias. Tínhamos muita coisa linda, nova e semi-nova, a preços acessíveis, que começavam a R$ 10,00 e os valores mais altos eram as peças de grifes, que normalmente custam R$ 25.000 e estavam à venda por R$ 1.000.

Entre as peças, centenas delas eram do meu acervo pessoal de marcas e estilistas famosos, como Martha Medeiros, Cavalli, Prada, Gucci, Armani, Lolitta, Patricia Bonaldi, Fabiana Milazzo, Ricardo Almeida, Glória Coelho, Calvin Klein, entre outras marcas nacionais e internacionais.

Agradeço às centenas de pessoas e amigas que nos doaram as peças, desde quem doou 1 peça até quem doou centenas. As lojas parceiras, como, por exemplo Martha Medeiros, Edition Store, Roberto Cavalli, Vila Konceito, Miranda Castro Joalheria, 2 Am Brand, Bruba Kids, Óticas Bamboo Brasil, Voriques Ótica, Cleuzete Bernardes, Casa Prado, Soul Teen, Passagiata. Toda a renda do bazar será utilizada em prol de projetos sociais e já estamos trabalhando nisto.

Adoção – Outra bandeira que me envolvi diretamente é em relação ao tema da Adoção. Possuo um longo histórico de trabalho e envolvimento pessoal com a causa. Mesmo antes de me envolver na vida política, conheci a AMPARA – Associação Mato-grossense de Apoio à Adoção e ano passado me tornei madrinha afetiva da instituição, que desenvolve ações e projetos voltados para o apoio e suporte de pretendentes à adoção. Em conjunto com a AMPARA promovi o 1º Encontro do Centro-Oeste de Apoio à Adoção, que reuniu palestrantes, autoridades e participantes de diversos estados brasileiros, sensibilizando os Estados a também implantarem grupos de apoio em prol da adoção. Em conjunto com a AMPARA, da minha querida amiga, a presidente Lindacir Bernadon, teremos um calendário de ações para o ano que vem, repleto de ações e iniciativas com foco em sensibilizar a sociedade para a adoção. Adotar é um ato de amor, um amor que está acima de laços sanguíneos e todos merecem ter uma família.

Arena Encantada – O período natalino já se aproxima e como já é tradição outro projeto que continuará recebendo minha atenção é o Arena Encantada. Em 2019, transformamos a Arena Pantanal num grande cenário de magia, luzes e encantamento e recebemos mais de 235 mil pessoas de Cuiabá e diversas regiões de Mato Grosso que participaram das festividades durante todo o mês de dezembro.

Com instalações interativas que celebram o Natal, o circuito de atrações da Arena Encantada possuía mais de 4 mil m² de estrutura montada no entorno do campo da Arena Pantanal com diversas atrações como a Casa do Papai Noel, Presépio, Floresta Encantada, Vila dos Doces e Vila das Fadas e Duendes. No entorno da arena, o público desfrutava de uma infraestrutura gastronômica completa, na praça de alimentação.

Entrada Solidária – Para desfrutar de todos os cenários, nós pedimos que as pessoas levassem 1 quilo de alimento não perecível. E a Arena Encantada também registrou recorde na arrecadação de alimentos. A quantidade arrecadada superou a faixa de 83 toneladas de alimentos, doados a instituições credenciadas e famílias carentes.

Chegada do Papai Noel – Uma das atrações que promovemos e que levou alegria e diversão para mais de 6 mil crianças carentes foi a chegada do Papai Noel, que desceu de helicóptero e transformou o dia destas crianças de maneira muito especial. Junto com essa atração, fizemos a entrega de brinquedos a milhares de crianças carentes, junto com muitos doces, coca-cola, suco Prats, brincadeiras, passeio pelos cenários e é claro, os presentes. Cada um ganhou um brinquedo especial, escolhido por mim como se eu tivesse comprado para um filho meu. Tinha Baby Alive, Super Herói, jogos, bolas e conjuntos de fazer pulseiras My Stile. Numa grande parceria com vários empresários que atenderam ao nosso pedido e doaram os recursos para patrocinar esta ação maravilhosa.A alegria deles em poder vivenciar essa oportunidade, de estar com o papai noel e em ganhar presentes jamais vou esquecer dessa cena.

Fundo de Apoio às Ações Sociais de Mato Grosso (FUS/MT) – Outro importante instrumento que também conseguimos implementar em Mato Grosso foi a criação do Fundo de Apoio às Ações Sociais de Mato Grosso (FUS/MT). Sou a presidente de honra do Conselho Deliberativo do FUS/MT, que tem como objetivo potencializar ainda mais as ações sociais promovidas no Estado de Mato Grosso, possibilitando a entrada de mais recursos por vias também de convênios firmados com o Governo Federal, com organismos internacionais, de transferências de outros recursos e até mesmo de doações de pessoas físicas e jurídicas com fins específicos para aplicação em ações sociais financiadas pelo fundo.

Para a criação do FUS-MT, buscamos referências já consagradas como a do Fundo Social de São Paulo, em audiências com a presidente de honra do Fundo, a primeira-dama do Estado de São Paulo, Bia Dória, com quem pude alinhar detalhes e trocar experiências.

Retomada dos Transplantes Renais em Mato Grosso – Após mais de uma década, Governo retomou as cirurgias de transplante de rins em Mato Grosso. E fui convidada para ser madrinha desta ação também. Como transplantada renal, me empenhei muito em todas as tratativas para a retomada desse importante procedimento disponível para os pacientes do nosso Estado.

Em janeiro de 2020 foi feito o primeiro transplante de rim aqui no Estado de Mato Grosso, depois de 10 anos que esse serviço estava paralisado e eu tive o maior prazer de estar junto desta ação e mais ainda de poder visitar as irmãs Glacelise Bettini da Silva Medrado e Carmem Regina da Silva Medrado, receptora e doadora, respectivamente. Foi um momento de muita emoção para mim, pois relembrei do meu transplante de quando Mauro e eu fizemos a cirurgia.

Aproveito a oportunidade para falar às pessoas sobre o tema dos transplantes de órgãos. Não tenham medo do transplante, vocês podem ser doadores em vida. Como exemplo, está aqui meu esposo, minha alma gêmea, minha vida, que me salvou e é um doador vivo. As pessoas não precisam ter medo da doação, somos testemunhas que isso pode ser feito para salvar vidas. Além de mim, temos o caso dessas duas irmãs que realizaram este lindo gesto de puro amor na doação de rim entre vivos.

Mato Grosso era um dos poucos estados brasileiros que não realizava essa cirurgia. Depois de muito trabalho da equipe da Secretária Estadual de Saúde, do nosso secretário Gilberto Figueiredo, do Hospital Santa Rosa – que foi habilitado para realizar os procedimentos 100% pelo SUS – os pacientes podem fazer a cirurgia sem precisar pagar nenhum centavo por esse procedimento. Isso é uma grande benção.

Voluntariado – O voluntariado é extremamente importante para o sucesso das nossas ações sociais. E recentemente estive com a primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, em Brasília, fortalecendo ainda mais as ações dentro dessa pauta. Mato Grosso inclusive participa do programa ‘Pátria Voluntária’, liderado por Michelle.

Como voluntária à frente das ações do Governo de Mato Grosso é fundamental contar com a parceria de pessoas que se doam em prol de ajudar os mais carentes e necessitados, pois unidos formamos uma ampla rede e alcançamos cada vez mais famílias. Parabenizo a primeira-dama do país por atuar estimulando e incentivando as ações de voluntariado e agradeço de coração aos milhares de parceiros que temos em Mato Grosso, ajudando e apoiando as nossas ações sociais.

O que podemos esperar para 2021?

Virginia Mendes – Para o ano que vem também já temos várias ações programadas, como o CASAMENTO ABENÇOADO, que com certeza faremos uma festa linda e abençoada para milhares de casais carentes.

Também seguiremos com todos os atuais projetos que já mencionei: SER FAMÍLIA, SER IDOSO, SER INCLUSIVO, SER MULHER, SER CRIANÇA, SER CIDADÃO INDÍGENA, INFÂNCIA FELIZ. A campanha das cestas básicas VEM SER MAIS SOLIDÁRIO, que será permanente. O programa de distribuição de cobertores ACONCHEGO, o BAZAR VEM SER MAIS SOLIDÁRIO.

Também reforçaremos todas as ações voltadas ao COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E SEXUAL; O TRABALHO INFANTIL; O COMBATE À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES. Já estamos organizando a 2ª Edição do DESFILE INCLUSIVO e todas as datas comemorativas para nossas crianças, como a PÁSCOA, O DIA DAS CRIANÇAS, e para os nossos servidores, como DIA DA MULHER, DIA DAS MÃES, DIA DOS PAIS.

Realizamos muitas coisas nestes dois anos, mas tem muito mais ainda por vir. Agora que consertamos e arrumamos a casa a população mato-grossense pode esperar ainda mais de mim como primeira-dama, do nosso governador e de toda nossa equipe.

Agradeço à Deus por ter me dado esta oportunidade, aos meus amados filhos Ana Carolinne, Luis Antônio e Maria Luiza, ao meu esposo, o governador Mauro Mendes, que sempre me apoiou em todos estes projetos. A minha equipe maravilhosa da UNAF, a secretária Rosamaria e todos os demais secretários e servidores do Governo de Mato Grosso.

Sempre digo que quando temos Deus na frente, amor e fé tudo é possível. Meu compromisso será ainda maior com o social e em ajudar ao máximo as pessoas, compartilhando e levando amor e solidariedade. Gratidão!

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA