Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TÉCNICA

Deputados ouvem Ministério Público sobre indenização da Vale aos atingidos por barragem

Publicados

em

Os integrantes da recém-criada Comissão Externa Negociação do Acordo Vale e Estado de Minas Gerais fazem visita técnica virtual nesta sexta-feira (27) para ouvir representante do Ministério Público Federal.

De acordo com o coordenador da comissão, deputado Rogério Correia (PT-MG), a indenização às vítimas e ao Estado está sendo negociada sob sigilo e sem a participação dos atingidos. Ainda segundo Correia, a Vale tenta reduzir a indenização para metade do valor pedido, calculado em cerca de R$ 54 bilhões.

“Não podemos permitir que um acordo dessa magnitude seja feito sob confidencialidade e nem que o Estado faça um acordo apressado”, diz o deputado.

Na próxima semana, a comissão deve ouvir representantes dos atingidos pela lama tóxica da barragem em Brumadinho.

A reunião desta sexta está marcada para as 10 horas.

Da Redação – AC

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto suspende portaria que proíbe cobrança de contribuição sindical de servidor
Propaganda

LEGISLATIVO

Deputado reforça papel da AL na regularização de imóveis

Publicados

em

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) destacou a importância da Assembleia Legislativa para o governo do Estado impulsionar a entrega de títulos de propriedades residenciais aos moradores dos bairros CPA I, II, III e IV.

“O Legislativo devolveu R$ 7,5 milhões ao governo do Estado para dar sua parcela de contribuição e realizar o sonho de muitas famílias em ter a propriedade de sua casa. É mais uma prova de que continua sendo o poder mais próximo da população”, declarou.

A solenidade de entrega dos títulos pelo Instituto de Terras de Mato Grosso ( Intermat) ocorreu na manhã desta terça-feira (15), na Escola Estadual Ana Maria do Couto.

De acordo com o presidente do Intermat, Francisco Serafim, as entregas vão ser realizadas ao longo do mês. “Estamos com quase 4 mil títulos prontos de diversos bairros de Cuiabá, além de mais 3 mil em cartórios que estão registrando esses documentos para entrega na Capital e do município de Várzea Grande”.

Com a entrega dos títulos de propriedade, os moradores das residências passam a ser oficialmente regularizados perante o município. Uma das consequências é que os imóveis passam a ser mais valorizados e aceitos nas instituições bancárias em transações de financiamento.

Leia Também:  Pele negra: o que fazer para mantê-la bonita e saudável
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA