Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

VETOS

Congresso Nacional anuncia que só deve analisar vetos presidenciais em agosto

Publicados

em

O Congresso Nacional ainda não conseguiu chegar a um consenso para analisar vetos presidenciais no período da pandemia. A razão é a falta de acordo para a deliberação da pauta de 35 itens. Os senadores Esperidião Amin (PP-SC) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) destacam a necessidade de votar o veto à desoneração da folha de pagamentos para 17 setores da economia. A intenção é que as votações ocorram em agosto. O repórter Pedro Pincer, da Rádio Senado, tem os detalhes.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Silvio Fávero é autor de três leis em benefício de motoristas de Mato Grosso
Propaganda

LEGISLATIVO

Silvio Fávero é autor de três leis em benefício de motoristas de Mato Grosso

Publicados

em

 

Com o intuito de facilitar a vida dos cidadãos mato-grossenses, três das 19 leis de autoria do deputado estadual Silvio Fávero, já sancionadas, impactam diretamente em benefício dos contribuintes de Mato Grosso.

A primeira delas, a Lei nº 10.889, sancionada em maio de 2019, permitiu, desde então, o parcelamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), licenciamento, multas e demais débitos relativos aos veículos, por meio de cartão de crédito, em até 12 vezes.

“Além de facilitar a vida dos contribuintes que passaram a ter mais condições de quitar seus débitos, está Lei sancionada também ajudou Mato Grosso a aumentar sua arrecadação. Quando falamos em IPVA ou qualquer outro imposto, principalmente veicular, sabemos que não são baratos e essa foi uma maneira que encontrei de ajudar o contribuinte e também o nosso estado”, destacou o parlamentar.

A segunda Lei que favorece os motoristas instituiu na esfera estadual o “Programa Veículo Legal” (Lei nº11.106/20), que tem possibilitado, desde abril de 2020, o acerto de dívidas relacionadas ao veículo no ato de uma possível abordagem, sem que ele precise ser recolhido ao pátio do Departamento Regional de Trânsito (Detran).

Leia Também:  Faturamento da indústria de máquinas cresce 9,9% em agosto

“O Programa Veículo Legal foi instituído com o objetivo de dar aos proprietários de veículos em atraso com algum dos pagamentos de encargos tributários a oportunidade de regularizarem a situação de imediato, como no momento em que foram abordados numa blitz ou operação de fiscalização de trânsito”, observou o parlamentar.

Ainda de acordo com Silvio Fávero, além da possibilidade de resolução da pendência imediata, com o programa ‘Veículo Legal’ o proprietário se isenta de outros gastos que poderia vir a ter caso o veículo seja apreendido. “Com isso, ganha o contribuinte e ganha também o Poder Público, na medida em que facilita o processo de arrecadação dos tributos que lhe são devidos, tendo o contribuinte a oportunidade de sanar a irregularidade por meio de aplicativos bancários de celular, caixas eletrônicos, bancos e correspondentes bancários”, complementou Fávero.

Mais recentemente, no início de julho, foi sancionada a terceira lei do deputado Silvio Fávero em benefício dos motoristas. Trata-se da Lei do Pedágio (Lei nº11.106/20), que visa facilitar as formas de pagamento nas praças de pedágio nas rodovias estaduais. Com a nova Lei em vigor, as concessionárias das rodovias passaram a oferecer opções de pagamento também via cartões de crédito e débito, transferência bancária, entre outros sistemas eletrônicos, sem acréscimos financeiros nas diferentes formas de pagamento.

Leia Também:  Comércio deverá divulgar medidas de prevenção à Covid-19

Além destas ações, o parlamentar também se articula junto ao presidente da Câmara dos Deputados e representantes da bancada federal, cobrando celeridade na edição de normativas federais que também facilitem o pagamento dos pedágios com cartões, além de manifestar preocupação com a retomada das obras de duplicação BR-163, no trecho entre Cuiabá e o município de Sinop, de competência da Rota do Oeste.

“Fiz uma indicação para que a bancada federal do estado de Mato Grosso solicite celeridade, junto ao presidente da Câmara dos Deputados, na edição de normativas federais que também facilitem o pagamento com cartões de crédito e débito, a exemplo das novas normativas aplicadas em Mato Grosso com a Lei Estadual Nº11. 161/20”, finalizou o deputado.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA