Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

INVESTIMENTO

Com ação de Wellington, MT terá recursos para conclusão de obras de infraestrutura

Publicados

em

Líder do Bloco Parlamentar Vanguarda e presidente da Frente Parlamentar de Infraestrutura e Logística, o senador Wellington Fagundes (PL-MT) atuou junto ao Governo do presidente Jair Bolsonaro para assegurar recursos na ordem de quase R$ 59 milhões para conclusão de várias obras rodoviárias em Mato Grosso. Os valores estão previstos no projeto de lei aprovado na Comissão Mista do Orçamento e chancelado pelo Congresso Nacional na semana passada.

O PLN 20/2021 prevê crédito suplementar em favor do Ministério da Infraestrutura para viabilizar, no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a conservação e recuperação de ativos de infraestrutura. “Com isso – afirmou Fagundes – vamos dar um ‘grande salto logístico’, bases para sermos mais competitivos no agronegócio, e, com isso, voltar a gerar empregos”.

O maior valor aprovado para Mato Grosso foi na ordem de R$ 14,6 milhões. Os recursos serão aplicados em obras de adequação de trecho da BR-163/364, ligando Rondonópolis, Cuiabá e Posto Gil. Esse trecho, a cargo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), é a única parte ainda não duplicada é essa que liga Cuiabá a Rosário Oeste, totalizando 103 quilômetros.

Leia Também:  Senadores reclamam de pouco prazo para análise de medidas provisórias

Segundo o senador do PL de Mato Grosso, as obras de adequação serão essenciais para garantir a melhoria das condições de tráfego de carretas, caminhões, ônibus e outros veículos até que ocorra a duplicação. Ele ressaltou que todos os esforços políticos estão sendo realizados para que essa importante rota do agronegócio seja concluída. No final de agosto, foi entregue o último segmento, de responsabilidade do Governo Federal, que restava ser finalizado junto ao perímetro urbano de Cuiabá.

No trecho entre Cuiabá e Rondonópolis trafegam mais de 30 mil veículos por dia. Com a conclusão dos primeiros trechos de duplicação da rodovia houve redução de 64% no número de acidentes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, passando de mais de 800 para cerca de 300 no último ano. “Precisamos muito dessa duplicação porque ela amplia a segurança dos motoristas, dá mais agilidade ao transporte de cargas na região e aumenta a competitividade do agronegócio mato-grossense.” – salientou.

Além disso, estão previstos recursos para a construção de trecho rodoviário ligando Uruaçu, na divisa de Goiás com Mato Grosso, chegando à cidade de Ribeirão Cascalheira, na BR-080. Para esta obra, o Governo, de acordo com o projeto orçamentário, destinará R$ 29,2 milhões. O Planalto destinará também, na abertura do orçamento, mais R$ 10 milhões para a BR-158, referentes às obras no trecho ligando Ribeirão Cascalheira à divisa de Mato Grosso com o Pará.

Leia Também:  Projeto altera responsabilidade civil do poder público sobre atos de seus agentes

Contorno de Barra

Outra obra importante destacada pelo senador Wellington Fagundes diz respeito ao contorno rodoviário de Barra do Garças, na BR 070. A aprovação do PLN pelo Congresso Nacional, garante a liberação de R$ 4,9 milhões para a obra. Fagundes celebrou a liberação desses recursos, comprometida pelo ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura.

“Esse é um projeto que temos lutado muito pela sua conclusão, porque vai representar, acima de tudo, a melhoria de qualidade de vida da população de Barra do Garças” – frisou Fagundes. Atualmente, todo o fluxo de carretas e caminhões na BR-070 cortam o centro do município. A obra já está em andamento, e é orçada em R$ 17 milhões.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

LEGISLATIVO

Vacinação da ALMT já imunizou mais de 200 mil pessoas: “Atuação do Parlamento faz a diferença”, diz Russi

Legislativo abriu 5 polos de vacina, sendo 3 na baixada cuiabana, 1 em Rondonópolis e 1 em Tangará da Serra

Publicados

em

Mato Grosso já vacinou mais de 40% de sua população, contra a Covid-19, conforme os últimos dados do consórcio de veículos de imprensa. No total já foram aplicadas 3.823.526 doses de vacinas, de acordo com levantamento da Secretaria de Estado de Saúde. Dessas, 239.756 pessoas foram imunizadas nos cinco postos de vacinação, instalados pela Assembleia Legislativa em Cuiabá, Várzea Grande, Tangará da Serra e Rondonópolis. “Esses pontos de vacinação estão sendo essenciais para acelerarmos esses processo de imunização e diminuir o número de óbitos em nosso Estado. Uma ação, que teve a participação de todos os deputados”, avalia o presidente do Legislativo, deputado Max Russi (PSB).

FOTO: Fablício Rodrigues

O parlamentar foi um dos entusiastas e um dos principais articuladores para a implantação e ampliação de novos postos de vacinação em MT, na parceria entre Assembleia, prefeituras e parceiros.

“São recursos da Assembleia, que contribui com estrutura, servidores e servidores, dando condições de trabalhar e prestar esse serviço para a população”, complementou.

No caso do polo de vacinação da Assembleia Legislativa, segundo o quantitativo da Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida (SGP), já foram aplicadas 91.921 doses de imunizantes, até o dia 13 deste mês.  No de Rondonópolis foram 71.646, Tangará da Serra 40.000 e Várzea Grande 36.189, somados os dois polos da baixada.

Leia Também:  Novo líder do governo pede apoio e lealdade aos partidos aliados

De acordo com a gerente de Saúde e Assistência do Legislativo, Ivana Mara Mattos, a vacinação segue normalmente, atendendo a todos os protocolos preconizados pelas autoridades de Saúde e conforme a chegada de mais vacinas.

“Já estamos vacinando, aqui na Assembleia, adolescentes de 12 a 17 anos. Além disso, a terceira dose já está disponível par a faixa etária de 70 anos e profissionais da Saúde. Isso tudo de acordo com a chegada de vacinas”, esclareceu.

ALMT/Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA