Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

22 HECTARES

Voltar Propriedade rural de Nova Ubiratã será leiloada nesta sexta-feira (30)

Publicados

em

Estão disponíveis, até a próxima sexta-feira (30.10), os lances para o leilão de uma propriedade rural no município de Nova Ubiratã (480 km ao Norte de Cuiabá). O imóvel, que tem 22 hectares, tem valor de lance inicial de R$ 266 mil. O lote vem com a estrutura de curral, casa, barracão e terras de pastagens. O bem está avaliado em R$ 532 mil.

A apreensão da propriedade resultou das ações de repressão ao tráfico de drogas no Estado. O leilão é organizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da adjunta de Justiça (Saju). O recurso arrecadado será revertido para o Fundo Nacional Antidrogas (Funad).

Caso o participante tenha interesse, pode solicitar uma visita ao local, que será previamente agendada.

Os lances podem ser dados somente eletronicamente pelo site da Balbino Leilões. Para ter acesso ao sistema e as fotos, basta acessar o link.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Congresso nacional deve concluir nesta terça votação do novo Fundeb
Propaganda

JUDICIÁRIO

Procuradora morre em decorrência da Covid-19 em São Paulo

Publicados

em

A procuradora de Justiça Julieta do Nascimento Souza, 71 anos, faleceu nesta quinta-feira (3), em decorrência da Covid-19, em uma unidade de saúde da cidade de São Paulo. A informação foi confirmada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso.

Procuradora morre em decorrência da Covid-19 em São Paulo

Foto: Reprodução

Ela estava internada e não resistiu na luta contra doença. Entre os amigos, é conhecida por ser uma pessoa solidária e engajada nas causas sociais.

Julieta do Nascimento Souza ingressou no Ministério Público do Estado de Mato Grosso em março de 1990. Ela tornou-se Procuradora de Justiça em junho de 2017. Atualmente, exercia o cargo de Ouvidora-Geral Substituta do MPMT.

O Procurador-geral de Justiça em exercício, Mauro Delfino César, lamentou o ocorrido e destacou que “Julieta do Nascimento dedicou grande parte da sua vida ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Incansável, ela sempre se manteve próxima da sociedade, exercendo com mister as suas atividades institucionais”, destacou.

Em seu discurso de posse ao cargo de Procuradora de Justiça, em 2017, Julieta do Nascimento Silva enfatizou: “Fiz dezenas de trabalhos, mas dois, em especial, me marcaram bastante. A participação na primeira edição do Projeto Ribeirinho Cidadão (em 2006), onde tive a honra de ser a primeira Promotora de Justiça a representar o Ministério Público em um projeto social de grande relevância para a população ribeirinha. Outro momento importante na minha carreira foi quando, em 2015, participei da implantação da audiência de custódia, visando a humanização do sistema prisional”.

Leia Também:  STF acata pedido e retorno de conselheiros ao TCE pode estar mais perto

Por: Olhar Direto

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA