Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

RECONHECIMENTO

Magistrada mato-grossense é condecorada pelo Tribunal Superior Militar

Publicados

em

Vania Neves – Da Redação RDM

Nesta segunda-feira (27), a magistrada e professora doutora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Drª Amini Haddad Campos, recebeu o comunicado do Conselho do Mérito Judiciário Militar sobre sua admissão no quadro especial.

A notícia foi enviada via correspondência pelo General do Exército, ministro – presidente e chanceler da Ordem do Mérito Judiciário Militar, Luis Carlos Mattos, que por decisão unânime em sessão no mês de Novembro, foi definida a admissão da juíza no quadro especial no grau de alta distinção em reconhecimento aos serviços prestados à Justiça Militar da União. A solenidade acontece no dia 1º de Abril de 2022. Para Amini Haddad é uma satisfação e tal decisão mostra o quanto é importante estabelecer elo em ações comunitárias.

“Este momento revela quão importante é construir pontes em ações comunitárias para o bem comum. Somos finitos. Mas, nossas ações, atitudes ecoam para a eternidade. Essa condecoração pertence a algo que é muito maior que a minha existência e individualidade. É com esse olhar que caminho, certa que a nossa passagem por este mundo depende da percepção do equilíbrio a partir do traçado da Equidade”, expressou emocionada sua alegria pela admissão.

Leia Também:  Covid-19: lote com 527 mil doses da vacina da Pfizer chega ao Brasil

Amini fez um paradoxo de como as coisas são e como elas evoluem. “Até para nascer somos igual em parcela genética dos nossos pais, e a vida já nos revela tudo o que precisamos aprender. Tenho muito a agradecer a todos os que me trouxeram a esta compreensão prática. Desta forma, alimento em meu coração gratidão à minha avó Amini Haddad, de quem herdei o nome, por me fazer acreditar, mesmo nos momentos mais tenebrosos que enfrentei. À minha mãe, por ter me ensinado a valor da doação e da caridade”, destacou.

A juíza lembrou de pessoas que segundo ela foram e são fundamentais em sua trajetória. “À desembargadora Shelma Lombardi de Kato pelo seu exemplo sempre dedicado à realização dos Direitos Humanos; à desembargadora Maria Erotides por ser tão valorosa magistrada, sempre a serviço da Justiça. Com ela aprendi a cultivar horizontes longínquos, mesmo quando, aos meus olhos, parecia missão impossível; ao meu pai Zamil, por ter me ofertado realidades à superação; ao meu irmão Jamilson, por ter sido amigo, parceiro da jornada fraterna, em busca de valores nobres; e à minha família, por ter alimentado a minha alma com sabores e cores das mais simbólicas da minha vida”, agradeceu Amini.

Leia Também:  Após fala de Bolsonaro, Fux dispara: “STF segue vigilante”

A mais nova membro do quadro especial do Superior Tribunal Militar fez questão de registrar os agradecimentos pela admissão. “Meus sinceros agradecimentos ao Presidente do Superior Tribunal Militar, Gen do Exército Luiz Carlos Mattos. O seu exemplo é história para todos nós. Gratidão pelos ensinamentos e oportunidade de aprendizado impressos nos seus passos de vida; à Ministra Elizabeth Rocha, minha profunda admiração. Foi uma honra caminhar ao seu lado, aprender e perceber que competência e esperança guarnecem sua existência, para além das parcelas de tempo. Somar é o nosso maior dever. Gratidão pela condecoração. Ela pertence a todos nós nesse sonho comum por equidade”, salientou a magistrada.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

JUDICIÁRIO

Retrospectiva apresenta resultados obtidos na área administrativa do Ministério Público de Mato Grosso

Publicados

em

Elaboração de projeto para implantar a governança de gestão de riscos na área meio do Ministério Público de Mato Grosso até 2023, maior integração entre os departamentos e a assessoria jurídica, engajamento e humanização da gestão foram alguns dos desafios enfrentados e superados pela diretoria-geral do Ministério Público do Estado de Mato Grosso no ano de 2021. Responsável por coordenar, em conjunto com as chefias, os nove departamentos existentes na Procuradoria-Geral de Justiça, Ricardo Dias Ferreira destaca que, apesar dos percalços causados pela pandemia, a gestão obteve resultados positivos.

“As conquistas não são individuais, mas coletivas. Quando todos trabalham de forma harmônica e articulada, o resultado deixa de ser apenas de um ou de outro setor e passa a ser de toda a instituição”, observou o diretor-geral.

Entre as inovações implementadas no ano passado, ele cita o desenvolvimento de um sistema informatizado para a gestão da execução orçamentária, a aproximação da diretoria-geral com os servidores do interior e a especialização e inclusão da assessoria jurídica, que até então era exclusiva para atender (sob demanda) à diretoria-geral, na rotina diária dos departamentos.

Leia Também:  MPMT participa de reunião interinstitucional sobre execução penal

“Nós trouxemos as pessoas para dentro do processo. Hoje temos assessores jurídicos que estão atendendo departamentos específicos que exigem um olhar especializado, a exemplo da Tecnologia da Informação (TI), Apoio Administrativo (DAA) e Engenharia (Denge). Essa aproximação entre a assessoria jurídica e os chefes dos departamentos tem dado celeridade aos processos”, afirmou.

Outra decisão acertada em 2021, segundo ele, foi a designação de um analista de sistemas para atender a diretoria-geral no desenvolvimento e gerenciamento de projetos especiais, como o de gestão de riscos. Nesse primeiro momento, o trabalho está sendo desenvolvido com a Tecnologia da Informação, Engenharia, Aquisições e Gestão de Pessoas. Departamentos, que conforme o diretor-geral, possuem processos mais complexos e que, portanto, estão mais sujeitos a riscos.

“O projeto foi construído em 2021 e o próximo passo será a apresentação à administração superior de propostas de atos para instituir a Política de Gestão de Riscos e criar o Comitê e o Núcleo de Gestão de Riscos no MPMT. Todo esse trabalho resultará em maior eficiência na gestão e aplicação dos recursos públicos”, enfatizou.

Leia Também:  Presidente do TSE destaca registros de candidatos feitos de forma eletrônica

RETROSPECTIVA: A partir desta quarta-feira (12), serão divulgados os principais resultados obtidos em cada departamento. A prestação de contas atende aos princípios da transparência e publicidade.

Fonte: MP MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA