Janela trincada de avião estoura durante pouso de emergência em MT

0
235

Os passageiros de uma aeronave que decolou do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), passaram por momentos de tensão na tarde do último dia 04 de julho deste ano. O piloto de um Piper PA-31T2 Cheyenne precisou realizar pouso de emergência em Tangará da Serra após verificar uma trinca em um vidro do avião, que estourou já no fim do procedimento.

Segundo relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), a aeronave decolou do aeroporto de Cuiabá com destino a Porto Velho (RO). Depois de uma hora de voo, já nivelado a 24 mil pés de altura (aproximadamente 7.300 metros), próximo de Tangará da Serra, os pilotos detectaram uma trinca na janela do lado do comandante.

Sendo assim, os pilotos informaram ao Centro Amazônico a situação e deram início ao procedimento de descida de emergência. Durante a descida, a trinca começou a se espalhar pelo vidro, que se desintegrou já durante o pouso no aeroporto de Tangará da Serra.

Ao todo, estavam dentro da aeronave dois pilotos e três passageiros. Nenhum deles ficou ferido na ocorrência. A aeronave pousou normalmente. As informações constam no relatório final do Cenipa.

Colisão em plantação

No dia 27 de junho deste ano, uma aeronave que decolou do Aeródromo Bom Futuro, em Cuiabá, com destino ao Aeródromo da mesma empresa em Lucas do Rio Verde, teve de fazer um pouso de emergência em uma pista desativada da cidade de Sorriso. O piloto relatou que passou mau e por isso decidiu descer. O avião (Cirrus Aircraft SR22) saiu da pista pela lateral direita e colidiu em uma plantação de milho.