Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FOGO CONTROLADO

Trilha do Morro de Santo Antonio é liberada após extinção de incêndio

Publicados

em

A trilha do Monumento Natural Morro de Santo Antônio foi liberada. Ela estava interditada devido ao incêndio florestal que atingiu o morro, mas o fogo foi extinto na tarde de terça-feira (17.11). Para atividades de visitação na Unidade de Conservação, localizada em Santo Antônio do Leverger, é necessário autorização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT).

O incêndio florestal começou na noite de segunda-feira e foi combatido pelo Corpo de Bombeiros. Os esforços das equipes e a chuva na região conseguiram apagar as chamas. Na manhã de quarta-feira (18.11) os militares constataram que não havia mais pontos de incêndio e após inspeção foi verificada que a trilha não sofreu nenhum dano e estava segura para ser liberada.

Além do combate direto, equipes do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) trabalharam para contenção das chamas e segurança das proximidades de chácaras e residências da região com a confecção de aceiros manuais. Todas as medidas operacionais foram aplicadas para mitigar situações de risco aos moradores locais e para proteção da fauna e flora ali presentes.

As chamas estavam em um local de difícil acesso por se tratar de um incêndio em região montanhosa. Foram utilizadas três viaturas e nove bombeiros militares trabalharam para contenção do incêndio, além da utilização de um drone que auxiliou na avaliação aérea do incêndio florestal no morro de Santo Antônio, que é uma área proteção integral localizada no bioma Pantanal e que tem um total de 258 hectares.

Subida deve ter autorização da Sema

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) orienta sobre a necessidade de autorização da Coordenadoria de Unidade de Conservação (Cuco) para atividades e visitação no Morro de Santo Antônio.

Leia Também:  Médio-Norte recebeu 39,3 mil testes rápidos do Governo de Mato Grosso

Essa solicitação serve tanto para pessoas que desejam subir sozinhas, quanto para grupos de excursão. A entrada irregular no monumento pode resultar em autuação.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Inmetro vai instalar certificação em bombas de combustível

Publicados

em

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) pretende instalar, em breve,  certificação digital em bombas de combustível, disse nesta sexta-feira (30) o presidente do Inmetro, Marcos Oliveira Júnior, durante entrevista no programa A Voz do Brasil. Desde junho, o instituto está habilitado a emitir certificados digitais.

“Infelizmente tem alguns postos de gasolina no país que adulteram a bomba de combustível na placa-mãe, o que nós chamamos uma fraude digital, que insere alguns pulsos elétricos e quando você vai ver no display, a bomba vai marcar mais do que está abastecendo o seu carro. Com a certificação digital, o posto vai assinar digitalmente. Isso vai alimentar uma base de dados e nós vamos poder verificar se está tendo fraude ou não”, disse Oliveira Junior.

Segundo o presidente, o consumidor, por meio de um aplicativo de celular, vai poder verificar o que está sendo abastecido e o que está sendo assinado digitalmente.

Oliveira Junior disse que a grande inovação dos certificados digitais é que o Inmetro passa a poder certificar objetos, como é o caso das bombas de combustível. “Com isso a gente pode certificar não só a existência desse objeto, que esse objeto está legal, está ok, como também as medidas que esse objeto faz, as características dele”, disse.

Leia Também:  Caixa Economica atualiza informações sobre o auxílio emergencial

O presidente do Inmetro também falou sobre cuidados com a compra de materiais escolares. Ele disse que o instituto tem cerca de 25 produtos regulamentados porque oferece algum tipo de risco para crianças. “A grande dica para o consumidor é verificar se esse produto está regulamentado pelo Inmetro, se ele tem o selo do Inmetro. Se ele não tiver, reporta, procura o Inmetro para comunicar para que a gente possa atuar”, orientou

Veja a entrevista completa

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA