Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

OPORTUNIDADE

Servidores são capacitados para uso da nova tecnologia educacional

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) conclui, nesta semana (25 a 29.01), o curso de Formação em Tecnologia Educacional para servidores que trabalham na sede. São cerca de 250 participantes – distribuídos em turmas pequenas – numa formação de quatro horas cada. Com isso, os servidores tiveram uma noção de como será o uso de tecnologia nas aulas online para atender aos professores que chegam com dúvidas nas unidades escolares.

O foco da formação, realizada pelo Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) da Seduc, foi a apresentação do Google For Education, que reúne aplicativos como o Google Classroom, a nova ferramenta para as aulas remotas na rede estadual de ensino. Com isso, os servidores puderam conhecer todas as funcionalidades da plataforma.

Segundo o coordenador do curso, Edevamilton de Lima Oliveira, a formação pretende fazer com que professores compreendam a necessidade do uso de alguns caminhos possíveis que poderão ser adotados e obter êxito na mediação e aprendizagem dos alunos.

Edevamilton lembra que o foco da formação é dar a possibilidade aos participantes de compreender o fenômeno e a necessidade das tecnologias digitais de aprendizagem. “Seja ela em plataforma digital, na nuvem ou mesmo usando as tecnologias não digitais as quais os profissionais da educação conhecem muito bem”, frisa.

Leia Também:  MPT e OIT lançam série sobre a realidade dos profissionais de saúde no país

Ambiente de Aprendizagem

A ideia é que o curso possa colaborar com os profissionais que atendem na sede da Seduc como também possa respaldar os professores em sala de aula.

“Sem falar que trabalhamos durante a formação com o Google Classroom. Tudo isso voltado para o Ambiente Virtual de Aprendizado, o AVA, e também um processo de transição da plataforma Teams que será substituída pelo Google For Education. O conhecimento das duas plataformas vai potencializar a comunicação web que se torna mais fácil e dinâmica quando se tem mais recursos”, frisa.

Videoaulas

Durante a formação, o professor Jorcy Ponce da Silva, do NTE, abordou a produção de videoaulas, um dos obstáculos apontados pelos professores para as aulas online.

Apesar de exigir qualidade, os professores podem produzir suas videoaulas com um celular e o microfone do aparelho para que o áudio não fique baixo. É preciso também trabalhar a iluminação. “Não é necessário ter um estúdio em casa. Usar a criatividade também conta”, frisa.

Jorcy ressalta que, durante a pandemia, a produção desse material se tornou importante porque nem sempre o professor pode estar presente com o aluno e este nem sempre pode assistir a aula naquele momento.

Leia Também:  Câmara pode votar na segunda-feira modificações no Código de Trânsito

“Com a videoaula disponível na internet, o professor estará em mais locais que ele não pode estar presencialmente. Com isso, o aluno pode ver e rever quantas vezes quiser aquele conteúdo para aprofundar o conhecimento”, salienta.

Participaram também como formadores, Jéssica Carvalho e Maike Zaniolo.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Mega-Sena deve pagar R$ 22 milhões neste sábado

Publicados

em

O concurso 2.350 da Mega-Sena, que será realizado hoje (6) à noite em São Paulo, deverá pagar R$ 22 milhões a quem acertar sozinho as seis dezenas. O sorteio será feito a partir das 20h no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê.

As apostas podem ser feitas até as 19h nas lotéricas de todo o país, pelo portal Loterias Caixa e pelo app Loterias Caixa, disponível para usuários das plataformas iOS e Android. Valor da aposta mínima é R$ 4,50.

Caso apenas um apostador leve o prêmio principal da Mega-Sena e aplique todo o valor na caderneta de poupança, receberá R$ 25,5 mil de rendimento no primeiro mês. Se o ganhador preferir investir em automóveis, o valor seria suficiente para adquirir 42 carros esportivos de luxo, no valor de R$ 520 mil cada.

No último concurso na quarta-feira (3), uma aposta simples de R$ 4,50, de Curitiba (PR), levou o prêmio de R$ 2,7 milhões.

Por se tratar de concurso com final zero, o prêmio recebe o adicional de acumulações dos cinco sorteios anteriores, conforme regra da modalidade.

Leia Também:  Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar R$ 45 milhões

* Com informações do site da Caixa

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA