Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MASSA FRESCA

Restaurante italiano realiza o primeiro Festival de Massas em Cuiabá

Publicados

em

O cardápio é de aguçar o paladar, com certeza é  capaz de arrancar suspiros antes mesmo do prato chegar a mesa durante a realização do primeiro Festival de Massas do Serafina. A invenção gastronômica acontece nesta próxima sexta-feira, 26 de fevereiro, com opções nada convencionais em restaurantes de Cuiabá. Por R$ 59,90 será possível saborear 4 pratos legitimamente italianos como  Ravióle Ripiene com mozarela de búfala manjericão e tomate seco com molho pomodoro. Outro prato exuberante fica por conta de um suculento Tortelli de Zucca, sendo uma massa fresca recheada de abobora com molho branco e sálvia. E ainda surpreende com  Agnolotte verdi, com maça verde, gorgonzola com molho de mix de cogumelos, e ainda um saboroso  Penne grano duro com molho de camarão.

“Entre os diferenciais das massas do Serafina estão o fato de que nosso Chef emprega técnicas de preparo, condimentos  e especiarias italianos, nossa farinha, por exemplo é especial, passa por uma rigorosa seleção do melhor trigo italiano, além de um processo, nossos molhos são 100% artesanais e a composição dos pratos é exclusivo, permitir-se desfrutar de um restaurante como o Serafina é viver a experiência de estar em uma mesa Italiana de verdade, pois não abrasileiramos os nossos sabores, fazemos questão de mantê-los originais”, defende Ronaldo Poiatti.

Leia Também:  Operação da PF combate fraudes em licitações no Nordeste

Ainda segundo Poiatti caso o cliente queira uma massa com um molho diferente do descrito no Festival de Massas, ele poderá fazer a mudança de imediato, juntamente com outras opções definidas entre o pedido juntamente com Chef de Cozinha, mediante disponibilidade. A estação de Massas ficará a vista do público a partir das 18h00, tornando esse momento Serafina único e mais descontraído, já no horário do almoço os pratos sairão direto da cozinha.

A casa tem investido em temáticas italianas, das quais tem grande aceitação da cuiabania. “Nossos Chef´s são meticulosos e passam por um rígido treinamento na Capital Paulista, seguindo assim o protocolo Serafina para manter o altíssimo padrão internacional da casa que tem 8 unidades nos Estados Unidos, e esegue em franca expansão em Tóquio, Moscou, Dubai e Coreia, finaliza o empresário Amir Maluf.

Serafina: Trevo do Santa Rosa – Cuiabá
Reservas: (65) 9676-8381/ (65) 3027-4027

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Nova defesa de mãe do menino Henry insiste em outro depoimento

Publicados

em

A nova defesa de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, vem insistindo nos últimos dias para que ela seja ouvida novamente pelos investigadores da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Cabe ao delegado Henrique Damasceno, que está à frente do caso, optar pela coleta de um  segundo depoimento. Ainda não foi divulgada nenhuma decisão.

“Dentro do objetivo de atuar com a verdade, a defesa da sra. Monique Medeiros insiste na necessidade da sua nova audição pelo senhor delegado de polícia que preside o inquérito e faz um público apelo, para a referida autoridade policial, neste sentido. Se várias pessoas foram ouvidas novamente, não tem sentido deixar de ouvir Monique. Logo ela que tanto tem a esclarecer. Não crê a defesa que exista algum motivo oculto para ‘calar Monique’ ou não se buscar a verdade por completo”, diz nota divulgada ontem (17) pela defesa da mãe de Henry.

O menino Henry Borel, de 4 anos, morreu no dia 8 de março em um apartamento onde morava com a mãe e o padrasto: o vereador do Rio de Janeiro, Dr. Jairinho. O laudo de necropsia do Instituto Médico-Legal (IML) indicou que a criança sofreu 23 ferimentos pelo corpo e a causa da morte foi “hemorragia interna e laceração hepática”. Ela apresentava lesões hemorrágicas na cabeça, lesões no nariz, hematomas no punho e abdômen, contusões no rim e nos pulmões, além de hemorragia interna e rompimento do fígado.

Leia Também:  Operação da PF combate fraudes em licitações no Nordeste

Monique e Dr. Jairinho estão presos desde o dia 8 de abril. Eles são investigados por homicídio duplamente qualificado. No mesmo dia da prisão, Dr. Jairinho, que está em seu quinto mandato como vereador, foi expulso do Solidariedade, partido em que estava filiado.

No seu primeiro depoimento Monique disse acreditar que Henry havia se acidentado ao cair da cama. Após o interrogatório, o delegado afirmou que a versão apresentada buscava proteger Dr. Jairinho. No curso das investigações, foram recuperadas mensagens em que a babá de Henry relata à Monique um episódio em que o menino foi vítima de agressão de Dr. Jairinho. A mãe da criança, segundo o delegado, não denunciou o ocorrido na época e omitiu a informação no depoimento.

“Não procurou a polícia, não afastou a vítima do agressor, do convívio de uma criança de 4 anos, filho dela. É bom que se diga que ela tem obrigação legal”, pontuou Henrique Damasceno após o interrogatório.

No início das investigações, a defesa do casal era realizada pela mesma pessoa: o advogado André França Barreto. A mãe do menino Henry, no entanto, decidiu recorrer a outros profissionais no início da semana passada e passou a ser representada por Thiago Minagé, Hugo Novais e Thaise Mattar Assad. Na última quarta-feira (14), eles apresentaram formalmente o pedido para que Monique fosse novamente interrogada e sustentam que ela tem outras informações para relatar.

Leia Também:  Ziraldo deixa hospital após quase um mês de internação

Na nota divulgada ontem, os três também buscam chamar atenção para o perfil de Dr. Jairinho. Eles se referem aos depoimentos colhidos de outras mulheres que se relacionaram com o vereador no passado. “A defesa observou, do estudo dos novos elementos do inquérito, que há repetição de um comportamento padrão de violência contra mulheres e crianças. Neste lamentável caso, a diferença foi a morte da criança”, diz o texto.

Após Monique contratar novos advogados, André França Barreto decidiu abandonar a defesa de Dr. Jairinho. O rompimento, segundo nota divulgada, foi consensual e buscou evitar um conflito de interesse já que não seria mais possível representar o casal. Até então, a defesa de Dr. Jairinho vinha reiterando sua inocência. Novos advogados ainda não foram constituídos.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA