Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

INVESTIGAÇÃO

Operação Lake cumpre mandados judiciais contra alvos investigados pela morte

Publicados

em

A Polícia Civil em Juscimeira deflagrou nesta semana a Operação Lake para cumprimento de mandados judiciais dentro da investigação que apura o homicídio do engenheiro Edllyn da Silva Mascarenhas Sales, 35 anos, ocorrido em abril deste ano, no município.

Foram cumpridos em Rondonópolis três mandados de busca e apreensão em endereços residenciais de alvos investigados. Outras duas prisões também foram efetuadas dentro da operação coordenada pelo delegado de Juscimeira, Ricardo de Oliveira Franco.

Edllyn Sales, que tinha o apelido de ‘Buda’, foi morto no dia 3 de abril deste ano, durante uma briga generalizada em uma propriedade rural, às margens de um lago do rio São Lourenço. A vítima, bastante conhecida na cidade, foi atingida com três disparos de arma de fogo e morreu a caminho de uma unidade de saúde.

O crime ocorreu em um rancho que dá acesso ao lago, onde há várias propriedades. Na ocasião, havia várias pessoas no local, em desacordo com medidas sanitárias decretadas do município de combate à disseminação da covid. Ocorreu uma colisão entre duas embarcações que estavam no lago, um jet ski e um barco, e uma discussão entre as partes envolvidas.

Leia Também:  Prefeitura conclui construção de ponte sobre o córrego Soberbo

Quando os ocupantes das embarcações retornaram para a margem do rio, houve uma briga envolvendo diversas pessoas, com lesão corporal e disparos de arma de fogo. A vítima, que estava no local como convidada, foi tentar apartar a discussão e acabou atingida por três disparos, sendo dois na cabeça e um no tórax. O engenheiro foi socorrido, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital de Rondonópolis.

A equipe da Delegacia da Polícia Civil de Juscimeira iniciou as investigações e apurou informações sobre a arma utilizada no crime, que em princípio e também realizou diversas oitivas com diversas pessoas, entre elas possíveis suspeitos, testemunhas e parentes da vítima que estavam no local.

A operação contou com apoio do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Rondonópolis e da Delegacia de Jaciara.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Saúde Estadual apoia carreata de conscientização ao aleitamento materno

Publicados

em

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), por meio da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde, apoiou a carreata  pela amamentação que deu início à agenda da campanha Agosto Dourado em Mato Grosso.

Neste ano, o tema central da campanha é “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”.

Organizada pelo Grupo Supermães, a mobilização teve concentração na Praça das Bandeiras, na Avenida do CPA, e iniciou às 09h30. O percurso finalizou na Praça Alencastro, no centro da Capital.

“O aleitamento materno é importante para a saúde da mãe e do bebê. Protege contra diversas doenças, proporciona a primeira proteção ao bebê, é de extrema importância para o desenvolvimento cerebral. Para a mãe, é benefício para saúde, previne o câncer de colo de útero. A amamentação tem um valor de ouro”, disse a presidente do Grupo Supermães, Josemara Lima.

Nos locais de concentração, houve a orientação sobre a importância de se proteger a amamentação. A organização do evento também orientou quanto aos cuidados de biossegurança para prevenir a Covid-19, sendo obrigatório o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social.

“Colocamos a primeira carreata pela amamentação na agenda oficial do Governo, juntamente com o Grupo Supermães, para anunciar o Agosto Dourado em Mato Grosso. Vamos ter atividades durante todo o mês e discutiremos o tema principal da campanha, que é de que a amamentação é uma responsabilidade de todas e todos”, explicou o idealizador do Agosto Dourado e servidor da SES-MT, Rodrigo Carvalho.

Leia Também:  Prefeito do Rio, Marcelo Crivella, é encaminhado à polícia no Rio

A coordenadora da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde da SES-MT, Rosiene Pires, ainda reforçou a extensa agenda do Agosto Dourado, organizada pela Saúde Estadual. “Essa carreata dá início à agenda do Agosto Dourado em Mato Grosso, que contará com muitas atividades. Nesta segunda-feira, nós já teremos o primeiro Webinar com assuntos temáticos sobre a amamentação”, pontuou a gestora.

Também foram parceiros da carreata o Grupo do Ventre ao Coração, a Associação de Doulas de Mato Grosso (Adomato), o Banco de Leite de Cuiabá, a Família Canguru, a Câmara Municipal de Cuiabá, a Secretaria Municipal da Mulher de Cuiabá e o Grupo Omem.

Na foto, a mãe Givanilda Ferreira com a filha Liz Giulia, de um ano

Agosto Dourado

A partir do dia 2 de agosto, terá início a programação virtual com atividades educativas e transmissão pelo canal da Escola de Saúde Pública do Estado de Mato Grosso, no YouTube. A programação é feita em parceria com a Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e demais parceiros.

A palestra tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno será proferida por Rosana De Divitiis, integrante do Conselho Diretor da Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar – IBFAN Brasil.

Leia Também:  Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões

A programação ao longo do mês segue com os Encontros Macrorregionais de Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável, nos dias 03, 11, 19, 24 e 26 de agosto, realizados pelos Escritórios Regionais de Saúde em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde das regiões.

Em parceria com a SES-MT, a Faculdade de Nutrição da UFMT também promoverá, no dia 31 de agosto – Dia do Nutricionista –, o webinar “Extensão em pesquisa em aleitamento materno: experiências bem-sucedidas em Mato Grosso”.

O módulo contará com a presença da diretora da Faculdade de Nutrição da UFMT, Tânia Kinasz, da coordenadora da Faculdade de Nutrição da UFMT, Patrícia Nogueira, e do representante da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde da SES-MT, Rodrigo Carvalho.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA