Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PROJETO

Medidas protetivas da Lei Maria da Penha poderão beneficiar idosos que sofrem maus-tratos

Publicados

em

O Projeto de Lei 4903/20 permite que a Justiça aplique ao agressor de idoso as mesmas medidas protetivas de urgência previstas na Lei da Maria da Penha, como afastamento do lar e prisão preventiva. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

A proposta é do deputado Denis Bezerra (PSB-CE) e altera o Estatuto do Idoso. O texto também eleva as penas para quem submete idosos a condições desumanas ou degradantes.

A pena atual é de detenção de 2 meses a 1 ano e multa. O projeto amplia para reclusão de 3 a 5 anos, e multa. Se houver lesão corporal grave, a punição sobe para reclusão de 3 a 6 anos, e multa. E se resultar em morte, a pena subirá para 5 a 13 anos de reclusão, e multa (a pena atual, nesses casos, é reclusão de 4 a 12 anos).

O objetivo do projeto, segundo Bezerra, é “recolocar o ordenamento jurídico no trilho da proporcionalidade e da razoabilidade”. Ele afirma que a legislação atual pune o agressor de animais com mais rigor do que o agressor de idosos.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Leia Também:  Veículo de comunicação que divulgar fake news poderá ficar sem mídia oficial

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Pierre Triboli

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Lançamentos de carros elétricos de luxo vão incrementar concessionárias em Cuiabá

Publicados

em

As montadoras apostam, mais que nunca nos carros eletrificados, no Brasil já existe a estimativa de que até 2030 o país terá uma frota de 2 milhões de veículos elétricos e híbridos plug-in, sendo assim 2021 pode ser o melhor ano do segmento no país.  Os híbridos que funcionam com dois tipos motores, elétrico e outro de combustão, não são mais as grandes novidades do setor automobilístico, mesmo sendo algo novo, agora a grande promessa mesmo é o incremento em carros elétricos, que vão começar a ter mais espaço no mercado nacional. Mas, essa fatia de mercado será para o público alto padrão, com modelos acima de R$ 200 mil.

 Alguns modelos já eram para terem sido lançados, porem a pandemia mudou um pouco o calendário, principalmente das fabricantes europeias, mas alguns s exemplares estarão disponíveis no primeiro trimestres deste ano.  E outros já foram lançados. Apenas poucos meses depois de começar a vender seu primeiro carro elétrico no Brasil, a Audi expandiu a linha, com a pré-venda do e-tron Sportback, versão cupê do SUV, o modelo em versão única sai por R$ 511.990,  na modalidade de venda direta. O preço público não foi divulgado.

Leia Também:  Saúde abre consulta pública sobre protocolo de transplante de rim

A Volvo irá revelar seu segundo carro 100% elétrico em março desde ano, aliás para 2021 a montadora espera que suas vendas globais sejam de 50% de carros totalmente elétricos. Tem poucos detalhes no momento, porem o novo modelo  movido a bateria será inspirado na arquitetura de módulo compacto, que também sustenta o crossover 100% elétrico XC40 Recharge.

É bastante aguardado também chegar ao Brasil este ano o iX, primeiro SUV puramente elétrico da BMW, com 500 cavalos de potência e a promessa de um 0 a 100km/h em menos de 5,0 segundos.

A Ford também celebra o seu primeiro veículo 100% elétrico, o Mustang Mach-E, um SUV que agora vai passar a investir ainda mais em modelos eletrificados.

O empresário Amir Maluf, que investe pesado em tecnologia de estética automotiva e em carros de luxo, confirma que aguarda a chegada de mais  carros elétricos para incrementar as opções no Centro Automotivo Rivenditori; “No segundo semestre do ano passado comercializamos um e-tron, foi apenas o ponto de partida.  Acredito que seremos o Centro Automotivo em Mato Grosso que mais terá exemplares elétricos, pois temos no Estado um seleto mercado sedento por essas super máquinas”, pontua.

Leia Também:  Veículo de comunicação que divulgar fake news poderá ficar sem mídia oficial

Para a Rosi Cidram, gestora da Rivenditori, especialista em autos, a perspectiva de maior volume de carros elétricos vai trazer um desempenho positivo pós-crise econômica motivada pela pandemia. “Estamos em contagem regressiva para que mais veículos elétricos comecem a chegar a partir do primeiro semestre deste ano, será uma nova referência em autos de luxo”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA