Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

LEILÃO

Governo leiloa R$ 80 milhões em bens de João Arcanjo Ribeiro

Publicados

em

O Ministério da Justiça e Segurança Pública está leiloando dez lotes de bens imóveis, avaliados em mais de R$ 80 milhões, no Mato Grosso. O patrimônio está relacionado a crimes de lavagem de dinheiro com o envolvimento do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, conhecido como comendador, atualmente preso em Cuiabá. Articulado pela Secretaria Nacional de Política Sobre Drogas (Senad) e autorizado pela 7ª Vara Federal do Mato Grosso, o leilão é considerado o maior realizado pelo ministério.

Entre os itens que serão vendidos há salas comerciais, terrenos e uma fazenda, que é avaliada em mais de R$ 60 milhões, denominada “Estância Colibri”. Os lances podem ser dados até o dia 22 de julho e ocorrem de forma online, por meio do site www.maisativojudicial.superbid.net. Para viabilizar as vendas, tornando-as mais atrativas, os lances iniciam abaixo do valor avaliado, equivalente a 75% do preço de mercado, e o pagamento pode ser parcelado, conforme anúncio descrito no site.

De acordo com a pasta, só no estado do Mato Grosso foram arrecadados mais de R$ 42 milhões com venda de mais de 2.635 bens, em 20 leilões, desde 2020. Desse total, mais de R$ 37 milhões se referem a 2.404 itens leiloados do patrimônio apreendido de João Arcanjo Ribeiro.

Leia Também:  Cúpula da CPI da Covid decide manter reuniões durante o recesso

O comendador foi preso em 2003 em Montevidéu, no Uruguai, depois que foi deflagrada em Mato Grosso a Operação Arca de Noé, para desarticular o crime organizado no estado chefiado por ele. Maior bicheiro da história do estado, João Arcanjo Ribeiro teria sonegado mais de R$ 840 milhões em impostos e é formalmente acusado de ser o mandante do assassinato do jornalista Sávio Brandão de Lima Júnior, então dono do jornal Folha do Estado.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Mato Grosso recebe 144.930 doses de vacina contra a Covid-19 nesta segunda e terça-feira (06 e 07)

Publicados

em

O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 144.930 doses de vacinas para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.  Uma remessa chegará em Mato Grosso às 16h15 desta segunda-feira (06.12) e outra às 10h30 desta terça-feira (07.12) no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Às 16h15 desta segunda-feira chegarão, por um voo da Latam, 121.680 doses da Pfizer. Para às 10h30 desta terça-feira, está prevista a chegada de 23.250 doses da Astrazeneca por um voo da Azul.

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para retirada dos municípios.

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, as novas doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais.

A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível à necessidade local.

Leia Também:  Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 6.318.957 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da nova remessa.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA