Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

TECNOLOGIA

Diário Oficial publica lei que regulamenta poupança social digital

Publicados

em

O Diário Oficial da União publica hoje (23) lei que regulamenta a conta de poupança social digital, usada pela Caixa Econômica Federal para o pagamento de benefícios sociais, como o auxílio emergencial.

Agora transformada em lei, a Medida Provisória nº 982 de 2020 estava em vigor desde de junho. A conta de poupança social digital permite que as pessoas possam receber o auxílio emergencial e outros benefícios sociais e previdenciários sem pagar tarifa de manutenção.

Essas contas possuem limite de movimentação de até R$ 5 mil por mês. A conta permite que o titular faça três transferências eletrônicas por mês sem custos. O correntista poderá, ainda, utilizar a conta para pagar boletos bancários.

No caso de pessoas que tenham sido cadastradas para o recebimento do auxílio emergencial, abono salarial, saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) ou o programa emergencial de manutenção de empregos da Lei nº 41.020, a conta pode ser aberta de forma automática. No caso de benefícios previdenciários, o titular poderá solicitar a abertura da conta.

Leia Também:  PF faz operação contra a pesca ilegal de camarão no Rio de Janeiro

Contas de poupança

A Caixa Econômica Federal é responsável por operar essas contas de poupança e disponibilizará no seu site e no seu aplicativo ferramenta de consulta para o cidadão, que poderá verificar se há alguma conta aberta em seu nome, a partir da consulta pelo CPF (Cadastro de Pessoa Física). A conta pode ser fechada ou convertida em conta regular a qualquer tempo, sem custos adicionais.

O projeto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro sem vetos. Com a conversão em lei, a poupança social digital será, agora, permanente e poderá ser ampliada para o pagamento de outros benefícios sociais.

Edição: Kleber Sampaio

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Cuiabana de família tradicional será primeira-dama de Maceió

Publicados

em

A digital influencer cuiabana Marina Candia Figueiredo será a primeira-dama de Maceió (AL) a partir do dia 1º de janeiro de 2021.

Marina que é de família tradicional cuiabana é noiva do futuro prefeito da cidade, João Henrique Caldas (PSB).

Ela é filha do engenheiro Mário Cândia Figueiredo e de Suzana Antunes, Mario é um potente empresário do ramo da construção e de pecuária de ponta.

 Já seu noivo até onde se sabe, deverá ainda com seu grande desempenho nas urnas se tornar o próximo governador do Alagoas.

Mariana e João Henrique devem se casar no inicio de 2021.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

com informações do MídiaNews

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Médicos dos EUA pedem dados de remdesivir para orientar tratamento
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA