Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MELHORIA

Consumidor.gov.br conta com ferramenta para análise de reclamações registradas na plataforma

Publicados

em

Recentemente, o site do Consumidor.gov.br liberou uma ferramenta que permite a qualquer pessoa consultar dados públicos referentes a reclamações dos consumidores registradas na plataforma: o Painel Estatístico permite análises rápidas sobre o total de reclamações, segmentos, assuntos e problemas mais reclamados, além de indicadores consolidados gerais da plataforma.

Além da possibilidade de ler as reclamações registradas na plataforma e visualizar o ranking de empresas com o melhor desempenho, também é possível analisar o índice de solução por segmento, através das estatísticas que o painel disponibiliza. Com a opção de filtrar essas informações e verificar dados de uma localização e período em específico.

Em 2020, por exemplo, a plataforma registrou 580.186 reclamações finalizadas, na sua maioria sobre bancos, instituições financeiras e administradoras de cartão totalizando 150.464 registros. Já no estado de Mato Grosso foram registradas 20.021 reclamações. Destas, 6.950 eram sobre operadores de telecomunicações, seguida por instituições bancárias, financeiras e de cartão (com 6.155 registros) e energia elétrica (com 1.750 reclamações).

A ferramenta é uma opção para o consumidor que pode consultar o painel previamente e verificar as estatísticas de cada empresa integrante da plataforma, antes de adquirir um produto ou contratar um serviço. tomar uma decisão de consumo. O recurso também pode ser utilizado por jornalistas que buscam por dados para produção de matérias e estudantes que precisam de informações para trabalhos acadêmicos.

Leia Também:  Taís Araújo conta que filha já sofreu racismo no colégio: "Riram do cabelo dela"

Para acessar o painel estatístico é muito fácil: na página inicial da plataforma Consumidor.gov.br, embaixo da caixa de pesquisa, clique no link ‘Painel Estatístico’ do último tópico exibido na lista. A ferramenta é muito intuitiva, assim que estiver carregada, caixas com dados estatísticos serão exibidos.

No canto superior esquerdo, há cinco caixas de seleção que permitem filtrar as informações sobre as reclamações de acordo com região, estado, ano, mês e cidade. Caso queira filtrar dados de um período ou de mais de uma cidade em específico, por exemplo, pressione o botão CTRL do teclado e clique nas opções de sua escolha.

Consumidor.gov.br

O Consumidor.gov.br é o serviço público e gratuito que permite a comunicação direta entre consumidores e empresas para solução de conflitos de consumo pela internet.

Em 2020, em decorrência da pandemia de coronavírus, o Governo Federal tornou obrigatória a participação de alguns grupos e empresas na plataforma. Só no ano passado, 358 novas empresas foram cadastradas. Atualmente, a ferramenta reúne mais de 800 fornecedores.

Leia Também:  Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 11 milhões

Algumas das empresas mais demandadas no Procon-MT participam do Consumidor.gov.br, como a concessionária de energia elétrica de Mato Grosso, concessionária de água e esgoto de Cuiabá, operadoras de telefonia, bancos, grandes redes de varejo, entre outros.

Para registrar uma reclamação basta acessar o site. Cerca de 80% das reclamações são solucionadas. O prazo de resposta, que normalmente é de 10 dias, foi ampliado para 15 dias devido à pandemia.

Tutorial

Confira o tutorial para extrair dados do Painel Estatístico do Consumidor.gov.br:

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Empresárias se reinventam e criam projeto para capacitar servidores e auxiliar administração pública

Publicados

em

Com a pandemia da covid-19, o serviço público se tornou mais evidente e, consequentemente, afetou na organização de auxílios à população em situação de extrema pobreza.

Em busca de melhorar a vida dessas pessoas, duas empresárias de Cuiabá se reinventaram no ramo da consultoria e criaram o projeto ‘Protagonista Social’, que tem como objetivo auxiliar a administração pública nos benefícios disponibilizados para a população.

Ozenira Félix, que foi secretária de Saúde de Cuiabá – além de outros cargos ocupados em nível estadual e municipal -, deixou em stand-by sua vida pública para encarar o desafio de seguir sua nova profissão: consultoria organizacional.

Com seu conhecimento dentro da vida pública, Ozenira se uniu com a empresária Marinez Duarte e juntas desenvolveram o projeto de formação e capacitação de servidores públicos para a execução de projetos na área de políticas públicas.

O intuito é, primeiramente, capacitar os profissionais da área de Assistência Social para executar o programa de transferência de renda do governo federal – Bolsa Família -, que na verdade, poderá passar a se chamar Auxílio Brasil.

Leia Também:  Reencontro de paciente internada com cachorro emociona família

Em Mato Grosso, cerca 167.179 mil famílias foram beneficiadas pelo Bolsa Família neste mês de setembro. Já em Cuiabá, 24.107 mil famílias receberam o auxílio. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Cidadania.

Diversas ações deverão ser realizadas no processo de formação e capacitação desses profissionais com o intuito de facilitar aos processos de atualização cadastral das famílias beneficiadas pelo programa.

Assim, os servidores devem possuir a habilidade de abordar as famílias e dialogar para recolher dados de forma empática.

Além da área da Assistência Social, os grupos de servidores da Educação e Saúde também devem ser capacitados. E, ao longo de 12 meses, esses profissionais poderão participar de cursos, palestras e oficinas a fim de fortalecer o vínculo da população assistida e a gestão pública.

O projeto foi apresentado aos assessores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) durante sua última visita em Cuiabá. Agora, Marinez e Ozenira articulam parceria com o governo federal para o desenvolvimento do projeto.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA