Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

APOIO INCONDICIONAL

Após bilhete homofóbico, vizinhos estendem bandeira colorida em apoio a casal

Publicados

em

Moradores prestam apoio a casal gay
Reprodução

Moradores prestam apoio a casal gay

Um casal gay de um condomínio de Joinville, Santa Catarina, recebeu um bilhete anônimo reclamando do fato dos dois andarem de mãos dadas. Na carta, o remetente dizia que ali era um “local de família” e exigia respeito. Mas, felizmente, os moradores de lá manifestaram apoio ao casal e estenderam uma bandeira colorida na janela.

Ao saber da situação, que acontecem em 11 de setembro, o casal Fábio Rodrigues, 39 anos, e Geovana Colzani, 29 anos, decidiu pendurar uma bandeira LGBT na frente da cortina em sinal de apoio. O episódio de homofobia aconteceu com Charles, que é o maquiador e síndico do prédio.

“Eu fiquei absurdamente impressionado. Eu esperava receber apoio do pessoal LGBT e só. Mas recebi mensagens de muitas mães, pais. Senhorinhas de idade me mandando mensagem. Fiquei muito feliz”, contou Charles ao portal UOL.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governador lança mais uma etapa da Operação Amazônia contra crimes ambientais
Propaganda

GERAL

Empresárias se reinventam e criam projeto para capacitar servidores e auxiliar administração pública

Publicados

em

Com a pandemia da covid-19, o serviço público se tornou mais evidente e, consequentemente, afetou na organização de auxílios à população em situação de extrema pobreza.

Em busca de melhorar a vida dessas pessoas, duas empresárias de Cuiabá se reinventaram no ramo da consultoria e criaram o projeto ‘Protagonista Social’, que tem como objetivo auxiliar a administração pública nos benefícios disponibilizados para a população.

Ozenira Félix, que foi secretária de Saúde de Cuiabá – além de outros cargos ocupados em nível estadual e municipal -, deixou em stand-by sua vida pública para encarar o desafio de seguir sua nova profissão: consultoria organizacional.

Com seu conhecimento dentro da vida pública, Ozenira se uniu com a empresária Marinez Duarte e juntas desenvolveram o projeto de formação e capacitação de servidores públicos para a execução de projetos na área de políticas públicas.

O intuito é, primeiramente, capacitar os profissionais da área de Assistência Social para executar o programa de transferência de renda do governo federal – Bolsa Família -, que na verdade, poderá passar a se chamar Auxílio Brasil.

Leia Também:  Telemedicina: conheça as possibilidades de atendimento a distância

Em Mato Grosso, cerca 167.179 mil famílias foram beneficiadas pelo Bolsa Família neste mês de setembro. Já em Cuiabá, 24.107 mil famílias receberam o auxílio. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Cidadania.

Diversas ações deverão ser realizadas no processo de formação e capacitação desses profissionais com o intuito de facilitar aos processos de atualização cadastral das famílias beneficiadas pelo programa.

Assim, os servidores devem possuir a habilidade de abordar as famílias e dialogar para recolher dados de forma empática.

Além da área da Assistência Social, os grupos de servidores da Educação e Saúde também devem ser capacitados. E, ao longo de 12 meses, esses profissionais poderão participar de cursos, palestras e oficinas a fim de fortalecer o vínculo da população assistida e a gestão pública.

O projeto foi apresentado aos assessores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) durante sua última visita em Cuiabá. Agora, Marinez e Ozenira articulam parceria com o governo federal para o desenvolvimento do projeto.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

POLÍTICA

POLÍCIA

AGRONEGÓCIO

ECONOMIA

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA